sábado, 19 de novembro de 2016

Existe evangelho sem Bíblia?

Então a irmã sabe que foi assim que tudo começou: https://www.youtube.com/watch?v=llVU37yjPBQ O habitar do Espírito Santo no cristão não é suficiente! Tem que produzir frutos, tem que produzir conhecimento e discernimento, senão a figueira é lançada ao fogo. Há quanto tempo a irmã não lê a Bíblia? Este "entendimento sobrenatural" sem leitura constante não é Bíblico, mesmo Jesus, a pessoa mais abençoada pelo Espírito Santo, ia constantemente à sinagoga aos sábados para ler (Lucas 4:16). Deus nos entregou a Bíblia não foi para ser ignorada, mas, lida, entendida e assimilada. Pensamentos filosóficos, irmã, não produzem verdade. A verdade é algo que deve ser conhecida, pelo ouvir da Palavra de Deus, a palavra pura, tendo apenas o ar atmosférico entre nossos olhos e as páginas do Livro Sagrado. O que a irmã disse é muito bonito, mas não corresponde à nenhuma das verdades das Escrituras. Cristo não veio abolir paredes ou demonstrar rancor para contra tijolos e argamassas. Igreja é igreja quer se reúna debaixo de um teto ou ao relento. Denominações não são importantes, mas sim doutrinas! É isto que separa uma religião da outra e não pardes de concreto. O movimento adventista fez a sua parte, reunindo irmãos de todas as denominações em torno de uma verdade, o da volta de cristo. Ali ignoraram as divergências, até que a igreja cresceu muito e teve necessidade de organização, formalização. De modo que, do que adianta vivermos como irmãos, mas separados da Palavra de Deus!? E Jesus não ordenou só a cura e realização de milagres, mas também a permanência na vontade de Deus e não há como se entender a vontade de Deus sem o estudo da Bíblia Sagrada. Tudo que um pastor faz, ou diz, deve ser validado na Palavra e se a Bíblia serve de norma para validação de pregadores, óbvio que um pregador não poderá contradizer nenhum dos ensinos ali contidos. Não são paredes que estão sendo removidas em muitas igrejas, mas a própria Bíblia e suas doutrinas. Eu nunca vi uma pessoa ser convertida sem o uso da Bíblia, sem ensinar o que há ali escrito, sem mostrar ao ouvinte suas histórias e suas doutrinas! Ninguém converte a ninguém falando de si mesmo, possuído pelo Espírito Santo, sem fazer uso da Palavra de Deus. A verdade de Deus está na Bíblia, todo pregador fala segundo a Bíblia. Então a irmã faz um monte de perguntas, dou-lhe as respostas, mas a irmã não está interessada em ler as resposta? Muitos irmãos hoje passam por um "amedrontamento anti-religioso", onde são ensinados a temer conhecer profundamente a Bíblia, discutir teologia e formalizar doutrinas, sob o argumento de que assim fazendo passariam a "DESENTENDER" o evangelho que alguém um dia lhe passou. Nossas atitudes e entendimentos são dirigidos pela Bíblia, irmã, não é por um pastor ou pregador. É a Bíblia que nos ensina acerca da salvação, acerca daquilo que é correto e o que não é correto. A irmã acaso já leu toda a Bíblia? Porque não é possível uma pessoa fazer e viver a vontade de Deus sem conhecê-la. A porta-voz principal de Deus para a humanidade é a Bíblia sagrada. Agora veja, a mesma pessoa que lhe ensinou sobre Cristo, é o mesmo que lhe ensinou a desprezar a Bíblia sagrada, suas leis, suas profecias. Que não lhe incentiva a lê-la e estuda-la diariamente. Alguns chegam a dizer de que um cristão não precisa da Bíblia! Ué, mas de onde então, tal ensinador assimilou seu entendimento acerca da vontade de Deus!? Ah! Foi por meio do Espírito Santo, não é isto, que lhe trouxe o verdadeiro evangelho sem a necessidade de Bíblia! Este tipo de "ensino" com proposição de ser o verdadeiro evangelho é o que Cristo ser referiu como Anátema, ou "outro evangelho". O evangelho de Cristo é aquele que vemos registrado na Bíblia, nos livros de Mateus, Marcos, Lucas, João... Este é o verdadeiro evangelho e não aqueles que líderes espirituais nos ensinam dizendo que o evangelho ainda era só para judeu, ou que a lei era só para judeu, ou que o Velho Testamento era só para judeu, e que para o cristão, Bíblia, é apenas as cartas de Paulo. Não podemos escolher, irmã, partes da Bíblia para seguir, Paulo diz que é toda a Bíblia: 2 Timóteo 3:16. Um cristão que não conhece a Bíblia, não pode se considerar cristão, sendo ignorante acerca da razão de Sua fé! Para entender a mínima doutrina, mesmo a mais pequena, é necessário entender TODA A BÍBLIA e seu contexto.Não é possível entender a Bíblia por meio de trechos isolados aqui e acolá. Ou simples citações de versos! Um Israelita, irmã, passava todo o período anterior à sua vida adulta, aos pés de um mestre. A função deste mestre era garantir que este jovem lesse a Bíblia assim como o boi comia a palha. Assim foi a vida de Jesus, assim foi a vida de Paulo. A Bíblia, irmã, foi dada para ser estudada seriamente e minuciosamente e não ser desprezada, deixada em um canto, em prol de "revelações diretas do Espirito Santo". Interpretar pelo espírito ao invés da letra, não é deixar a Bíblia de lado e então receber ensinos apenas por meio do Espírito Santo. Não podemos interpretar assim as Escrituras, irmã. Mas é se aprofundar e entender o real sentido do que está por trás da letra. https://www.youtube.com/watch?v=9ale-oIoE3g Assembléia de Deus, irmã, pentecostal, ensinando a importância de se conhecer toda a Bíblia, aleluia!? Esta é a verdade, este é o verdadeiro evangelho. E exige-se trabalho em elaborar respostas, de modo que não é correto solicitarmos algo e depois rejeitarmos o que se pediu. Deve-se ler atentamente a resposta e ter consideração por quem se dispôs a elabora-las. Assim como tal pessoa se dispôs a ler atentamente o pedido e elaborar a resposta, devemos proceder em também ler atentamente a resposta. Um abraço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário