terça-feira, 29 de novembro de 2016

A excelência da Lei

Olá irmão Semeando, esta separação entre Povo de Israel e Igreja não é bíblico. Deus sempre teve um único povo sobre a terra chamado de Povo de Deus. E não era intenção de Deus rejeitar a nação de Israel, mas continuar fazendo dela O Povo de Deus agregando as demais nações da terra a este povo caso tão somente houvesse aceito a Cristo, como nação. E a Nova Aliança, é tudo, irmão, não é apenas o amor a Deus e ao próximo, ou versos, mas tudo que nos foi deixado escrito, incluindo evangelhos, espístolas, o livro de Revelações, Tiago e todos os demais livros. Todo este conteúdo A MAIS, faz parte da Nova Aliança. A Nova Aliança, irmão, é como temos na Bíblia que levamos nas mãos, ela possui o Velho e o Novo Testamento. O Novo é uma progressão do antigo, sobre tudo o que foi firmado. As Novas Escrituras não se firma no vácuo, na remoção das Antigas Escrituras, mas antes, sobre estas e sobre tudo que foi firmado. E as Novas Escrituras, irmão, não podem contrariar as Antigas. As Novas falam segundo as Antigas, interpretando-a no contexto da nova Aliança, apenas isto. Interpretando sem nada revogar. As mudanças não são quanto à existência das coisas antes firmadas, mas no alcançar do seu pleno sentido, do seu verdadeiro significado, representativo na palavra "plerô" traduzido por cumprir no verso de Mateus 5:17. A Segunda Aliança, aperfeiçoa a primeira, mostrando a realidade daquelas sobras. E a realidade é mais do que a sombra, e não menos. Amar ao próximo como Cristo nos amou é mais do que amar ao próximo como a si mesmo. Não jurar pelo nome de Deus em hipótese alguma é mais do que cumprir seus juramentos para com Deus. Oferecer a outra face é mais do que olho por olho e dente por dente. Adulterar em pensamento é mais do que adulterar apenas em ato. E matar o irmão já por odiá-lo é mais do que mata-lo apenas quando se comete o mal. O santuário Celestial é maior que o Terrestre, o sumo-sacerdócio de Cristo é maior que o sacerdócio terrestre, o sangue de Cristo é superior ao sangue de cordeiros. A nova Aliança, irmão, é a antiga aliança, ainda mais excelente, porque certas coisas se cumprem para dar lugar à sua realidade. A arca da aliança confeccionada na terra é contraposta à arca da aliança que está no céu (Apocalipse 11:19). E os mandamentos antigos (Jeremias 13:33), irmão, antes escritos em tábua de pedra, agora são escritos no coração (Hebreus 8:10). Corações preparados por Deus (Ezequiel 36:26). Nada do Antigo Testamento é abolido, tudo aquilo apenas alcança um patamar ainda mais excelente. As antigas se revogam na presença da sua realidade e que se referem a tudo aquilo que foi dito sobre Cristo. https://www.bibliaonline.com.br/acf/busca?q=cumprindo Não podemos por nós abolir coisa alguma, irmão, as coisas se cumprem e permanecem na sua realidade, e o que é abolido de nós é a sombra, a imperfeita imagem das coisas. Os mandamentos de Deus, porém, irmão, se cumprem em todo o proceder de Cristo, inclusive na guarda do sábado, e Cristo não apenas cumpriu como continuará cumprindo todos estes 10 mandamentos eternamente, até na Nova Terra e assim, igualmente, também nós,este é o segundo sentido de cumprir, irmão Mateus 5:18-19. E o porque de Cristo ter levado toda a lei para um patamar mais excelente na Sua igreja? Mateus 5:20, então Cristo discorre sobre as coisas que lhe exemplifiquei. Um abraço, irmão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário