sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Ateísmo - A origem da civilização

Fatos históricos e arqueológicos, acerca dos relatos mais impressionantes bíblicos.: De tudo que se conhece hoje no mundo, uma coisa é certa, a origem da civilização humana, que provêm da mesopotâmia. Nesta região se encontrou vários tablets cuneiformes descrevendo uma história corrente naquela época. Esta história fala de um casal que viveu em um jardim e que foram expulsos de lá. Em várias outras religiões encontraram-se inscrições contando o mesmo relato, porém de formas um pouco diferente. https://www.youtube.com/watch?v=lkghkFd9Vps https://www.youtube.com/watch?v=lZ6_t5IECLY Agora o mais intrigante é a própria existência desta civilização. Veja que não levou muito tempo para se espalharem pela terra e não há um único achado que anteceda a história desta civilização. E estamos falando de civilização, onde já sabiam fazer escrita, escrever contratos. A pergunta que se faz então é, onde estão os rastros da civilização humana, antes desta época? Veja que aquela civilização já era culta, não tinham a tecnologia do papel mas se comunicavam através da escrita. Comiam e bebiam em utensílios domésticos e viviam organizadamente. De modo que, em termos chulos, seria necessário apenas cavar um pouco mais a fundo, para encontrar achados e evidências acerca daquela mesma civilização em tempos anteriores. Então, o berço da civilização humana não tem, em si mesmo, uma história, senão a história mais antiga remontada que é extremamente parecida com aquilo que encontramos no Gênesis, acerca da origem da humanidade. Como os irmãos explicam isto?

3 comentários:

  1. Querido irmão Sr. Adventista, você poderia indicar alguma sites de apologética adventista em inglês?

    Em pesquisas no Google não encontrei nada...

    Ficaria muito grato!

    PS.: Não se preocupe, não vou abandonar este excelente site (brincadeira)

    Só uma pergunta: você é pastor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São realmente raros irmão Huber. A apologética na língua inglesa é feita geralmente através de livros. Nesta língua, levam muito em consideração a confiabilidade da fonte. A apologética adventista aqui no Brasil, por meio da internet, também é algo recente e só se desenvolveu por meio de combate à má apologética crítica que se instaurou aqui no Brasil, especialmente acerca do adventismo.

      Assim como Leandro Quadros, Cid Moreira, o Dr. Luigi, dentre outros, não sou pastor. Existem vários dons dados à igreja e o pastorado é um dos mais importantes.

      Meu trabalho é especialmente junto à ex-adventistas e dissidentes, também lido no meio anti-adventista. É considerado o trabalho de evangelização mais difícil, porém, é um trabalho que, ainda assim, precisa de alguém que o faça.

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2013/10/humor-o-sensacionalismo-dentro-da.html

      Há vários obreiros e voluntários que trabalham "nas rua", na linha de frente, digamos assim:

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2012/10/de-budista-adventista-testemunho-do-dr.html

      Um comentário do Prof. Leandro Quadros denota um problema atual:

      "O “Na Mira” tem tido boa aceitação do público. Acha que isso revela a carência da igreja de uma apologética mais popular e o interesse do público em geral por temas bíblicos?

      Sua pergunta revela sua sensibilidade para detectar alguns dos reais problemas que enfrentamos. O público se interessa por temas bíblicos porque quer ter suas dúvidas esclarecidas. As pessoas têm sede de entender a Bíblia. Ao mesmo tempo, nossa igreja está carente na área apologética. Saímos de um extremo (apologética agressiva) para outro (quase zero de apologética) e isso tem se refletido negativamente em nossas igrejas. Vemos membros que não sabem defender os pilares da fé e muito menos as doutrinas distintivas do adventismo (santuário e juízo investigativo, imortalidade condicional do ser humano, dom profético manifestado na pessoa de Ellen White e reforma de saúde).

      Creio na importância de materiais devocionais para animar os membros na fé. Porém, a ênfase exagerada no devocional – que não leva ao estudo sério da Bíblia – está produzindo adventistas “anêmicos” espiritualmente e despreparados para enfrentam os duros ataques doutrinários que ainda virão."

      http://www.entrevistas.criacionismo.com.br/2011/09/na-mira-da-verdade.html

      Creio que Deus, então, elegeu irmãos para executar este trabalho necessário. No que temos vários irmãos trabalhando, hoje, aqui no Brasil, também através da internet por meio de blogs e sites como este aqui.

      Há pouco tempo atrás os adventistas eram conhecidos pelo mundo como "O povo da Bíblia" devido à ênfase no ensino da Bíblia e suas doutrinas. O descuido para com a questão de doutrinas é o que possibilitou o crescimento da apologética crítica anti-adventista, usando a ocasião da falta de conhecimento, aqui na América do Sul, acerca do estilo de vida dos adventistas e suas doutrinas.

      E a principal dificuldade, hoje, é levar os irmãos das várias igrejas que tem gostado da apologética estilo "à brasileira" de volta ao bom hábito de uso de fontes confiáveis e pesquisa em fontes primárias.

      E também levar os irmãos de nossa própria igreja a, uma vez mais, dar ênfase no trabalho de pregação e ensino, de fato, de doutrinas Bíblicas, compartilhando aquilo que tem estudado diariamente. Dando continuidade ao trabalho realizado na América do Sul, hà pouco tempo atrás, na geração de Bullón, que é um dos motivos de a apologética anti-adventista ter se desenvolvido de forma urgente e alcançado aqui ao Brasil.

      Assim, recomendo ao irmão, livros apologéticos. O na Mira da Verdade tem recomendado muitos bons livros, convém dar uma olhada também no site oficial do Prof. Leandro Quadros, ali tem sugestões muito boas de materiais. Se o irmão também tiver facilidade com a língua inglesa expande-se bastante o conjunto de obras importantes que o irmão pode adquirir.

      Um abraço, querido irmão.

      Excluir
  2. Obrigado pelas dicas, inclusive, já estou pesquisando uma sugestão que encontrei aqui no vosso site: http://adventist-defense-league.blogspot.com.br

    ResponderExcluir