segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Batendo um papinho com Luciano Sena


Querido amigo e irmão Luciano Sena, escrevo-lhe esta mensagem a fim de alertá-lo para que perceba a maneira preconceituosa com que tem agido em relação aos seus irmãos adventistas.

Perceba, que segundo o que o amigo tem ensinado em seu blog, não deveríamos dar atenção  às coisas que o amigo tem escrito, veja:

O amigo já foi um Testemunha de Jeová, uma religião a que o amigo considera como herética e sectária.

Deste modo se o amigo viesse a fundar alguma religião, ou ajudar a provocar alguma reforma profunda na religião que hoje professa, tal movimento teria, necessariamente que ser visto como sectário e herético, porque um de seus precursores (Luciano Sena), se trataria de um antigo sectário herético.

E veja que a doutrina da trindade após esta reforma não seria uma visão da trindade ortodoxa, haja vista que a compreensão da trindade do Luciano Sena, levaria consigo uma influências das Testemunhas de Jeová! Noutra hipótese, estaria carregada de conceitos heréticos diabólicos do profeta Calvino como a da dupla predestinação.

Seria fácil investigar a vida de Luciano Sena, bem como do papa dos calvinistas,Calvino, e apontar-lhe todos os erros, a fim de jogar por terra a sinceridade de qualquer movimento que possa ter partido destas duas pessoas.

Veja amigo Luciano Sena, que se fôssemos usar o seu PESO e a sua MEDIDA que o amigo usa como método padrão de julgamento, chegaríamos à inevitável conclusão de não há nenhum cristão legítimo e nenhuma religião legítima sobre a face da terra. E isto meu amigo é diabólico (para não dizer, um pensamento altamente sectário)!

Poderíamos dizer então que tudo isto seria resultado da influência do calvinismo extremado que o amigo abraçou após deixar os Testemunhas de Jeová somado à uma tendência que o amigo haveria tido lá dentro.

Teríamos depondo contra o amigo então, o fato de ter pertencido a uma religião, na sua própria opinião sectária e herética, abraçando doutrinas tida por muitos cristãos como diabólicas e adotando um comportamento tipicamente sectário e que idolatra a Calvino.

Lembra do que disse a Bíblia?

Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado.Mateus 12:37

Não julgueis, para que não sejais julgados.
Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós. Mateus 7:1-2

Significa que quando aplicamos ao amigo a medida que o amigo usa para com os precursores do adventismo e quando aplicamos às demais religiões a medida que o amigo usa para com a IASD, chegamos à conclusão de que todos estão achados em falta, ninguém é sincero, nenhuma religião é sincera, e que seríamos salvos única e obviamente, por uma predestinação calvinista.

E o pior é que existem MUITAS OUTRAS pessoas que, partilhando deste "modo de ver as coisas" do amigo, tem atacado duramente ao calvinismo e aos calvinistas.

Veja, muitos irmãos consideram a Calvino como herege e o acusam pesadamente, apontam as atrocidades cometidas por pais da igreja e tratam de expor muitos de seus ensinamentos errôneos tratando-os inclusive como diabólicos.

Saiba porém meu amigo que FELIZMENTE esta não é uma visão geral e que a imensa maioria dos cristãos consideram este tipo de atitude errada e seus conceitos de julgamento altamente equivocados.

Se fôssemos medir ou pesar as religiões e os cristãos pelos pesos e medidas que pessoas como o amigo propõe, estaríamos agindo com a mesma atitude de satanás, que busca sempre julgar unicamente baseado nas obras, sem conseguir ver o coração e sempre adotando as piores intenções possíveis acerca das atitudes de uma pessoa ou religião.

Trata-se de uma visão extremamente condenatória.

Ao fazer isto, estamos a condenar nossos irmãos, através de nossos próprios julgamentos, porém, não para a perdição eterna destes, mas para nossa própria perdição.

Perceba então que existem pessoas que passam pelo seu blog e que discordam do calvinismo, mas adotam o mesmo tipo de visão do amigo para tratar de PESSOAS com conceitos discordantes. Pessoas estas, praticantes de uma religião ortodoxa e que estão a taxar pessoas como o amigo de sectário, suas doutrinas calvinistas de diabólicas e seu precursor Calvino como uma espécie de papa dos calvinistas, falso profeta e herege.

Veja que tais pessoas, assim como o amigo, colocam suas opiniões em seus próprio blogs e não são muito de visitarem os blogs alheios que costumam defender as crenças que estes combatem.

Usam também o mesmo tipo de atitude no manuseio de fontes primária ao falar das crenças alheias bem como as mesmas estratégias de abordagens que o amigo tem utilizado.

Veja, quando comentava no blog exadventistas, o administrador também jamais se envolvia nos debates, proferindo apenas comentários curtos, deixando à cargo de seus visitantes, o devido debate com os adventistas que ali apareciam, o que sempre foi a mesma atitude do amigo.

Em certo ponto, quando os comentários adventistas começaram a incomodar, os comentários passaram a serem vetados e moderados. Por curiosidade, o veto a meus comentários, no blog exadventistas, também ocorreu no momento em que debatia com a pessoa do Décio.

Significa querido amigo Luciano Sena, que se a atitude do amigo tem sido correta, então a atitude de blogs que pregam contra as religiões ou contra o calvinismo também tem sido correta. Se o amigo tem razão em suas observações, por que os demais também não teriam?

Disto tiramos que, ou estes dado a este tipo de apologética estão certos e que os teólogos que preferem não se envolver com este tipo de apologética estão errados! Ou entendemos que os teólogos, que adotam uma postura diferente e uma forma de julgamento das crenças alheias, diferente é que estão certos!

Por costume, a apologética saudável, aquela feita por meio de livros e publicados por editoras sérias e que representam a opinião não apenas da própria pessoa, mas que se embasa em conceitos e opiniões de outros estudiosos renomados, conferem de que tudo tem que ser analisado dentro do contesto, levantando-se em consideração os prós e os contras, fontes primárias imparciais mesmo, entende?

E não obras que saem apenas a atacar a torto e a direita, sem analisar o contexto ou estudar mesmo a fundo levando em consideração cada detalhe, sem omitir coisa alguma. Mostrando uma opinião e análise construída sobre um todo completo e não apenas uma parte que interesse.

Fora desta apologética com a qual o amigo está acostumado, cada estudioso consegue ver os pontos positivos e negativos de cada religião. Embora discordem, sabem ser fiéis aos conceitos. Estudam as religiões não com o intuito de provarem que são heréticas ou sectárias, mas a fim de promover o conhecimento mesmo de tal religião, especialmente para leitores de sua própria religião. Nisto procuram, não cometerem enganos nem equívocos, buscando mostrar realmente o que cada religião prega através de suas fontes primárias.

Escritores, inclusive de influência presbiteriana, já fizeram isto e concluíram que IASD não e trata de uma Igreja sectária nem herética, mas uma igreja ortodoxas que possui algumas doutrinas heterodoxas.

O adventismo, ao analisar as demais religiões ortodoxas, mesmo as calvinistas, não tem visto razões para taxá-las de sectárias ou heréticas, por discordar de algumas de suas crenças. Do mesmo modo, religiões de base não calvinista, não tem visto motivos para taxar os calvinistas de diabólicos, sectários ou heréticos como muitos tem feito através da internet.

Atacar por atacar, apontar erros por apontar erros, julgar pessoas ao invés de doutrinas, disto a internet está cheia e serve à todos os gostos! Quer argumentos contra o Calvinismo, você tem. Quer argumentos contra o Catolicismo, também tem. Quer argumentos contra o Pentecostalismo, também tem.

Agora veja, cada um ensinando de forma despreparada, equivocada e preconceituosa acerca da crença alheia. Assim o amigo acaba colhendo do que plantou, porque da mesma forma com que tem agido em relação ao adventismo, outros tem agido em relação ao calvinismo. Da mesma forma que o amigo tem procurado jogar lama no ventilador em relação ao adventismo, outros da mesma forma tem jogado lama em cima do calvinismo.

E isto tem apenas trazido vergonha para o meio religioso cristão! Ao final os cristãos sujam uns aos outros e todos ficam imundos aos olhos dos ignorantes.

Ao invés de exaltarem os acertos da igreja através da história e a progressiva revelação da verdade, mostrando uma igreja universal que é santificada e instruída na verdade a cada dia, como fazem nossos respeitados teólogos nas mais variadas denominações, alguns se propõem a dedicar a um tipo de apologética que apenas mancha a imagem do cristianismo neste mundo extremamente secularizado.

Não adianta você construir livros ou artigos "falando mal" da religião alheia se quando alguém que pratica e entende tal religião, chega para você e diz que o que escreveu está totalmente errado e equivocado! Que é o que geralmente ocorre no meio apologético despreparado que encontramos na internet.

Isto é diferente do que ocorre no meio sério e acadêmico, a exemplo do que ocorreu com a tese de Doutorado do teólogo adventista Samuele Bacchiocchi, tese provada na pontifícia universidade, intitulada "Do Sábado para o Domingo"!

http://setimodia.wordpress.com/2008/12/12/livro-do-sabado-para-o-domingo/

O próprio catolicismo que mais entende de suas próprias doutrinas reconheceu que tudo que constava ali estava perfeitamente correto e condizente com a real história e desenvolvimento da doutrina do domingo.

Da mesma forma, pessoalmente, tenho procurado proceder quando vou, por exemplo, abordar a idolatria católica à imagens, onde utilizo vídeos e escritos de padres e líderes católicos e deixo-os falar e explicar as coisas em seus mínimos detalhes.

http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2014/03/padre-fabio-de-melo-critica-idolatria.html
http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2012/05/o-sentido-de-fazer-promessas-pe-fabio.html
http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2012/05/padres-respeitam-o-sabado-o-que-pensam.html

Ali querido amigo, a exemplo dos últimos vídeo, você vê o CONTEXTO em que cada afirmação foi feita. Não tratei de esconder o contexto e por mim mesmo elaborar um outro contexto para explicar as afirmações do padre em questão. Atitude que seria extremamente errada mas que tenho notado ser uma constância em blogs apologéticos como o do amigo.

E ali não sou eu ou um adventista falando aquilo que ACHAM que os católicos pensam sobre veneração a imagens.

Por exemplo, digo que os católicos idolatram imagens porém NÃO DIGO que estes CRÊEM que idolatram imagens, porque sei que doutrinariamente o que eles creem é que tal atitude se trate de uma veneração e que eles fazem uma DISTINÇÃO entre adoração e veneração!

Isto, querido amigo, é ser honesto com as fontes primárias e com as REAIS CRENÇAS de uma religião EMBORA eu NÃO CONCORDE!

O que é justamente o oposto do que o amigo tem feito em relação ao adventismo!

Embora não concorde, o amigo tem necessariamente que mostrar as crenças de uma religião, tal qual estes creem, e procurar levar a seus leitores o porquê de suas conclusões e os motivos de chegarem a tal entendimento.

Mesmo que o amigo não concorde, precisa explicar as crenças exatamente como uma determinada religião crê em todos os seus detalhes e não fazer como alguns calvinistas fazem, em relação a religiões extremamente discordantes de suas crenças:

http://novotempo.com/namiradaverdade/videos/a-igreja-adventista-e-uma-seita/

Termino apenas alertando que, quando um leitor encontra um erro em alguma afirmação do amigo, mesmo que mínimo, o amigo vai perdendo gradativamente a sua confiabilidade, isto porque muitos consultam fontes primárias ou já assistiram algum vídeo adventista ou leram algum livro e material falando do assunto e descobrem que me determinado ponto o amigo se "equivocou".

E descobrem outro ali, outro ali, mais um ali e assim vai minando a sua credibilidade, pois torna-se impossível confiar totalmente nas coisas que o amigo escreve.

Quando o erro é pequeno e se da por parte da alguém que já conquistou credibilidade, ocorre como ocorreu neste blog aqui:

http://renatovargens.blogspot.com.br/2011/12/os-adventistas-do-setimo-dia-sao.html

Não vemos isto ocorrendo em seu blog, mas por que?

Seria tempo de o amigo começar a perceber, de que talvez, seus leitores não estejam dando muita bola para seus artigos acerca dos adventistas e por que motivos seria?

Se o amigo houvesse mantido os comentários escritos no youtube para aquele vídeo onde o amigo faz uma "palestra sobre o adventismo" se lembraria o porque!

Nem todos apoiam a sua atitude em relação ao adventismo, nem a forma como o amigo tem tratado de nossa religião. Outros,  mesmo discordantes do adventismo, tem notado que o amigo não tem escrito coisas muito confiáveis, às quais possam se dar crédito sem uma pesquisa.

Outros veem argumentos já desgastados e que já leram em algum outro blog, isto porque boa parte dos artigos do amigo, são "recópias", de coisas que pairam na internet.

Alguns apoiadores, após trocar algumas conversas entendem que os adventistas são muito bem instruídos acerca de suas doutrinas e sua história, conhecem bem a Bíblia e sabem dar motivos e razões para suas crenças.

Outros criam laços de simpatia e ao final percebe que somos, no final das contas, todos irmãos embora tenhamos nossas diferenças de crenças.

E no final impera a tolerância e o amor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário