terça-feira, 13 de setembro de 2016

Resposta ao grupinho, acerca da Igreja Verdadeira


Em resposta a luciof (da nova formação):

https://www.youtube.com/channel/UCFN3zzQgUrzBBJwHXeCpzRA

E ao Imperador (da antiga formação):

http://nitrogricerinapura2010.blogspot.com.br/2016/09/as-igrejas-prostitutas.html

Olá Imperador, agora, com nick de Victor Valentim,

O que vai dar um nó em sua cabeça é que os pastores têm convidados pregadores de outras denominações para pregarem na igreja adventista, com o acordo de, também, poderem pregar na igreja de tal pregador, acerca do mesmo assunto.

Além do que, dissidentes também tem sido convidados, porém, nenhum destes aparecem. E por que?

Veja, a igreja sempre foi aberta para pastores e pregadores e podem participar das escolas sabatinas, expor suas razões e opiniões junto aos adventistas e dialogar sobre doutrinas sem problema algum, assim começou o movimento adventista e assim permanece.

Do mesmo modo, pastores e pregadores, poderiam ir nas escolas dominicais e dialogar ali sem problemas.

Veja, até membros da igreja, se quiserem, recebem todo incentivo para dialogar acerca de doutrinas em uma outra igreja. Os pastores não temem perder um membro quando este vai para um lugar onde a imensa maioria é de outra religião.

Já o mesmo não tem ocorrido em certas igrejas, que temem perder seus membros caso estes entrem em contato com adventistas.

Quanto à meretriz de Apocalipse, identificada como sendo o sistema religioso Papal que se colocou sobre a igreja, na idade média, é dita que ela possui filhas.

Não há como identificar estas filhas como sendo outra senão igrejas que obedecem aos ensinos do sistema papal. Aquele mesmo sistema religioso que perseguiu e matou os santos de Deus, os que se recusaram a obedecer antes ao papado do que a Deus.

Na reforma, Martinho Lutero, Jan Hus, Wycliffe e muitos outros eram a igreja verdadeira de Deus, até que a igreja se dividiu. Surgiram então várias igrejas diferentes. Porém, ao invés de somente a Bíblia, estas novas igrejas se apegaram também aos ensinos tradicionais antigos, os mesmos que levaram a igreja pura primitiva ao estado em que a mesma se encontrou na idade média.

Ao invés de colocar a Bíblia como ponto de partida, fizeram uso dos ensinos tradicionais, não fizeram uma completa reforma e muitas doutrinas bíblicas continuaram deixadas de lado em prol de doutrinas tradicionais.

E assim, estas novas igrejas beberam da mesma fonte que a católica, do mesmo vinho de ensinamentos errados.

Com o passar do tempo, deixaram de lado o "sola scriptura" e o "tota scriptura", não levaram a reforma adiante.

A missão da Igreja Aventista é restaurar as verdades esquecidas para que nossos irmãos encontrem a verdade. Hoje, mais e mais irmãos, mais e mais teólogos, mais e mais estudiosos, mais e mais comentaristas bíblicos, tem chegado às mesmas conclusões dos Adventistas, com estudos mais aprofundados das Escrituras e a utilização do "sola scriptura" e o "tota scriptura".

Deste modo, as doutrinas tradicionais, as mesmas que permeou a igreja pouco antes da idade média, tem sido refeitas, e muitas delas abandonadas, em prol de puros ensinamentos bíblicos, sem a intervenção de ensinos meramente humanos.

Não há como se parar isto, amigo Imperador, senão tirando novamente a Bíblia das mãos dos cristãos. Caso contrário, o resultado bem sabemos que será aquele de quando cristãos de várias denominações se reuniram para estudar a Bíblia e tirar dela e unicamente dela as verdadeiras doutrinas e que culminou no nascimento da Igreja Adventista.

O que a Igreja Adventista faz é levar os irmãos a questionarem certas doutrinas e a estudarem profundamente a Bíblia. Diferente dos irmãos Testemunhas de Jeová, dos irmãos Mórmons, os adventistas usam a mesma bíblia que os católicos, protestantes e evangélicos e diferente das demais igrejas ensina TUDO, o que está ali contido, de Gênesis ao Apocalipse.

E, ao estudarem a Bíblia, percebem que algumas doutrinas que aprenderam em suas igrejas não estão ali contidas. Percebem também um conjunto de doutrinas que estão ali na Bíblia mas não são ensinadas em suas igrejas.

Este é o motivo de tantos adeptos vindo para o adventismo e até mesmo pastores em uma igreja que desde sempre foi composta por pessoas provindas das mais diversas denominações.

Os pastores aqui conhecem realmente e profundamente doutrinas católicas e também protestantes que viveram e aprenderam por lá, por muitos anos.

E o que uniu estes no adventismo? O estudo da Bíblia!

Deste modo, se uma pessoa quer fazer parte da Igreja Verdadeira, basta estudar a bíblia, sem ensinos tradicionais do lado, sem outro livo que não a Pura Palavra de Deus. Esta pessoa pode até indagar seu próprio pastor acerca do que encontrou ali na Bíblia Sagrada e se o pastor não conseguir dar uma resposta satisfatória, usando unicamente a Bíblia, aí sim tal estudante irá procurar uma igreja que pregue aquilo que está na Bíblia e que é o que geralmente ocorre.

Deste modo, o incentivo ao estudo da Bíblia, é a maior ferramenta proselitista da Igreja Adventista, porque a própria Bíblia e as verdades contidas Nela é o que tem levado muitos irmãos a abraçarem doutrinas verdadeiras ali explícitas em detrimento de doutrinas tradicionais que de fato não estão ali.

Quer saber então qual é a igreja verdadeira? Veja para onde o irmão vai depois de fazer um profundo estudo da Bíblia de capa-a-capa, ainda que estando em sua denominação e ouvindo explicações de seu próprio pastor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário