sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Curtas - O fim da lei é o amor

O irmão anula a obra de Cristo, ao contradizer o exemplo que Ele nos deixou, de permanência nos mandamentos de Deus. Paulo não precisou deixar de lado a Lei! Precisou apenas ensinar a Lei como Cristo a via, como uma forma de exprimir o amor que temos para com Deus e o próximo E NÃO um meio de justificação. Por isto o fundamento (base) da Lei é o amor; Por isto o fim (objetivo, finalidade) da lei é o amor; Não há como se amar a Deus e ao próximo transgredindo os mandamentos da Lei. Não há como amar a Deus e ao próximo cometendo pecado, que é tudo aquilo que contradiz a Lei. Quem é o justo? Aquele que guarda a Lei? Não! Justo é todo aquele que foi salvo por Cristo e O aceitou. É apensa isto que Paulo está querendo nos ensinar. Qual era a Lei de Paulo? Aquela mesma Lei de Cristo, querido irmão! Que são os mandamentos de Deus entendidos sob o aspecto de amar a Deus e ao próximo. É usar a Lei para realmente demonstrar isto, fazendo o bem e não apenas deixando de fazer o mal. E qual é o mandamento de Cristo? Fazer também o bem no dia de sábado, querido irmão! Não adulterar em pensamento! Não matar o seu irmão alimentando um ódio profundo! Não se separar de sua mulher senão pelo único motivo realmente justo! É neste sentido que o fim da lei é o amor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário