sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Comentário Bíblico - Segundo Provérbios 8, Cristo foi gerado?


"Quando ainda não havia abismos, fui gerada, quando ainda não havia fontes carregadas de águas. Antes que os montes se houvessem assentado, antes dos outeiros, eu fui gerada." (Provérbios 8:24,25)

Para entender este verso temos que analisar a revelação que está contida em João 1 nos versos 1 e 2:

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus." (João 1:1,2)


Em outras traduções está escrito:

"No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus.
Ela estava com Deus no princípio." (João 1:1,2)


Segundo estes verbos entendemos que Cristo é a Palavra de Deus, por meio da qual, tudo se fez, segundo (João 1:3).

"Pois ele falou, e tudo se fez; ele ordenou, e tudo surgiu." (Salmos 33:9)

Para entender Provérbios 8:24 e 25, leiamos o verso anterior de Provérbios 8:23:

"Desde a eternidade fui ungida, desde o princípio, antes do começo da terra" (Provérbios 8:23)

A palavra "gerada" no verso 24, tem íntima ligação com a palavra "ungida" no verso 23 e que nos diz:

"Desde a eternidade fui ungida, desde o princípio, antes do começo da terra." (Provérbios 8:23)

Com este verso anterior em mãos, percebemos que nem de longe passou na cabeça do autor de Provérbios dizer de que o Cristo que viria, seria um ser Criado, mas sim que, este Cristo, antecede até mesmo os eventos da criação deste mundo e segundo o verso 23 a Sua existência se explica "desde a eternidade", o que é a mesma visão de Isaías 9:6 e que se refere a Cristo como "pai da eternidade".

Nenhum comentário:

Postar um comentário