domingo, 9 de novembro de 2014

Resposta - Vídeo: Razões para não ser Adventista do Sétimo Dia


Em resposta a:

http://mcapologetico.blogspot.com.br/2014/11/video-razoes-para-nao-ser-adventista-do.html

O protagonista do vídeo demonstra extremo desconhecimento acerca dos eventos do período do Segundo Grande Reavivamento e que envolvem a Igreja Adventista do Sétimo Dia. de onde surgiu a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Trarei então as informações básica acerca deste evento histórico.

Miller era um pregador batista, que se interessava sobretudo pelo estudo das profecias especialmente as do livro de Daniel.

Estudando este livro, Miller chegou à conclusão de que as profecias das 2.300 tardes e manhãs se cumpririam naqueles dias. Os cálculos de Miller convenceram a um grande número de pessoas que estavam envolvidas no movimento de reavivamento que acontecia naquela época em todo o mundo.

Miller se convenceu de que a purificação do santuário predita na profecia se referia ao santuário terrestre! E como o santuário terrestre à muito tempo havia sido destruído, concluiu que o santuário então se referia à própria terra.

Samuel Snow é o verdadeiro autor da data de 22 de outrubro de 1844 que fazendo uma conversão dos dias do calendário judaico, para o calendário de então, chegou a esta data.

Marcelo Lemos, erra ao dizer de que as 2.300 tardes se trate de uma falsa profecia, quando na verdade percebemos que ela é bíblica:

E ele me disse: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o santuário será purificado. Daniel 8:14

Basicamente o período das duas mil e trezentas tardes inicia-se com a promulgação do decreto de Artaxerxes I em 457 a.C

Daí basta fazer o cálculo, prosseguindo 2.300 anos desde a promulgação do decreto chegamos à data de 1844, onde se cumpre a profecia, veja: 1844 d.c + 457 a.c = 2.300 anos.

Cálculos simples e óbvio.

O princípio dia/ano está contido em Números 14:34, dentre outros versículos.

Portanto Miller não se enganou com os cálculos, mas com qual santuário seria purificado!

Após o desapontamento, muitos milleritas continuaram a seguir a Miller e marcar novas datas, outros retornaram às suas igrejas, outros se apostataram, mas um grupo de ex-mileritas decidiram reestudar as profecia. Tiveram a ideia então de que talvez o santuário a ser purificado não se referisse ao santuário terrestre, e nem à terra, mas ao santuário original de onde foi feita a cópia do santuário terrestre:

Motivos:

Hebreus 9:24, Êxodo 26:30;

Os Adventistas então, assim chamados os remanescentes do grupo de ex-milleritas, com os estudos do cerimonialismo entenderam todo o simbolismo contido no santuário terrestre e que serviam de sombra e representação de Cristo e SEU Ministério.

Em suma a doutrina apenas repete aquilo que há contido na Bíblia de que o santuário terrestre era apenas uma figura representativa do santuário celestial e que os trabalhos dos sacerdotes eram apenas uma representação dos trabalhos que Cristo faria neste santuário, bem como os móveis, os 12 pães e tudo mais que havia no santuário era uma figura representativa de Cristo.

- O SANTUÁRIO:

DOUTRINA;
Êxodo 25 em diante;

REFERÊNCIAS NEO TESTAMENTÁRIAS:
Hebreus 8:2;
Hebreus 9:1;
Hebreus 10:19;
Hebreus 9:24;
Apocalipse 11:19;
Hebreus 9:25;
Atos 17:24;
Hebreus 9:12;
Hebreus 13:11;
Apocalipse 11:1;
Hebreus 9:2;
Hebreus 8:5;
Hebreus 10:21;
Hebreus 5:10;
Hebreus 7:17;
Hebreus 5:6;
Hebreus 7:15;
Hebreus 8:3;
Hebreus 7:21;
Hebreus 3:1;
Hebreus 6:20;
Hebreus 8:4;
Hebreus 4:14;
Hebreus 7:1;
Hebreus 7:3;
Hebreus 8:1;
Hebreus 10:11;
Hebreus 7:26;
Hebreus 9:25;
Hebreus 9:7;
Hebreus 9:11;
Hebreus 13:11;
Hebreus 2:17;
Hebreus 4:15;
Hebreus 5:1;
Hebreus 5:5;
Hebreus 7:11;
Hebreus 10:12;
Hebreus 9:6;
Hebreus 7:28;
Hebreus 7:27;

Dentre outras


Os adventistas pós desapontamento tão somente ENTENDERAM de que a profecia de Daniel não se referia ao santuário terrestre mas sim ao SANTUÁRIO QUE ESTÁ NO CÉU, ao qual chamamos também de Santuário Celestial, que serviu de modelo para a criação do santuário terrestre.

Então toda profecia passou a fazer sentido! O fim das 2.300 tardes indicava o início do DIA DA EXPIAÇÃO!

Levítico 23:28;

O dia exato do seu início está contido em:

"Então no mês sétimo, aos dez do mês, farás passar a trombeta do jubileu; no dia da expiação fareis passar a trombeta por toda a vossa terra," Levítico 25:9

Aplicando a conversão do calendário judaico para o calendário da época, chegamos à exata data de 23 de outubro que corresponde ao décimo dia do sétimo mês no calendário judaico.

Do que se trata então o período de 1844?

Trata-se do início da eliminação dos registro de nossos pecados perdoados desde a Cruz. É destes registros que o santuário seria purificado.

Então as doutrinas de Daniel não tratavam da volta de Cristo, mas sim do início dos SEUS trabalhos como Juiz, iniciando seu julgamento, começando por SUA casa (1 Pedro 4:17). E não se trata de um juízo de condenação dos justo, mas de confirmação da salvação (Romanos 8:1).

Quem ficará de fora deste juízo? Apenas aqueles que NÃO morreram em Cristo. Todos os demais, e que possuem seu nome inscrito no livro da vida, passarão por este juízo e farão parte da primeira ressurreição, a dos salvos em Cristo.

É portanto um juízo de Justificação onde Cristo demonstra, aos anjos, aqueles que realmente aceitaram SUA graça e permaneceram fiéis.

Desta forma o santuário Celestial é uma forma de mostrar ao universo como Deus lida com o pecado e o pecador, assim como o santuário Terrestre servia para ensinar ao povo de Deus, o plano da salvação em Cristo.

E como viria a certeza de que esta ideia acerca do santuário celestial e o cumprimento das profecias de Daniel estariam certas?

A certeza veio por meio de Ellen White que posteriormente passou a receber visões confirmando detalhes desta doutrina. Com estudos posteriores encontraram outras doutrinas e revelações contidas na Bíblia, acerca do remanescente e das três mensagens angélicas!

Com este conhecimento foi que os adventistas, agora tendo Ellen White como profetiza, entenderam que havia uma propósito para aquele movimento de reavivamento!

Portanto, a IASD, antes de tudo surgiu à partir do movimento de reavivamento, sendo a religião mais expressiva ali surgida. Composta por pessoas que passaram pelo evento conhecido como "O Grande Desapontamento de 1844".

Todos que fizeram parte do movimento de reavivamento tiveram a oportunidade de chegar à estas mesmas doutrinas, entretanto, mesmo que tortuosamente, foram os ex-milleritas que acabaram por realizar tal coisa devido à dedicação e preocupação que stiveram com o estudo da Bíblia e suas profecias, especialmente as de Daniel..

Depois da entrada de Ellen White como profeta junto aos adventista, tudo foi colocado nos devidos lugares. Houve uma mudança de hábitos e de vida e decidiram então criar aquela que seria a igreja predita pelo apocalipse, que sairia do deserto e iria a todo o mundo levar o conhecimento das três mensagens angélicas.

Tudo o que ocorreu com os milleritas naquele período do Reavivamento, foi para trazer ao conhecimento a consciência destas três mensagens que estão contidas no apocalipse!

O conhecimento destas TRÊS mensagens, comprova de que a igreja adventista é realmente o remanescente que surgiria para levar ao mundo os últimos recados de Deus à humanidade!

E o que há contido nestas três mensagens?!

Bem, o conteúdo destas três mensagens é justamente o motivo pelo qual muitos irmãos tentam, através da história, desqualificar a IASD como sendo uma genuína Igreja Cristã.

"E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo,
Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.
E outro anjo seguiu, dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua fornicação.
E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão,
Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.
E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome.
Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.
E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os seguem.
E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante ao Filho do homem, que tinha sobre a sua cabeça uma coroa de ouro, e na sua mão uma foice aguda."

Apocalipse 14:6-14

Estas mensagens tratam da condição das igrejas e dá resposta às insatisfações que justificam o Segundo Grande Reavivamento.

Reavivamento e reforma é a mensagem para as igrejas neste tempo do fim, a fim de se preparar para o tão glorioso dia da volta de Jesus. E os frutos deste reavivamento e desta reforma, vemos claramente entre o Povo Adventista.

Alguns reformistas CLAMAM PARA SI o direito a este papel! Mas não dá mais! Este papel foi entregue à Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Este é o motivo para tanto desgosto, por parte de reformistas calvinistas, para com a Igreja Adventista do Sétimo Dia, e o motivo de tentarem, com insistência desqualificar o seu papel.

E percebam que a desqualificação jamais se dá por meio de nossas doutrinas, por isto muitos investem na deturpação de nossa história. Porque em questões doutrinárias bíblicas, dificilmente um reformado se proporá a tentar desqualificar a Igreja Adventista do Sétimo.

Faço um convite aos Reformados, discutamos a validade das doutrinas adventistas, com o uso da Bíblia e não por meio do julgamento de pessoas, nem dos adventistas nem dos próprios reformados, também falhos e pecadores.

Porque nossa história protestante e reformada também está repleta de enganos, equívocos e outras atitudes das quais não nos orgulhamos. Lembremos que nem mesmo Calvino e Lutero foram pessoas perfeitas e que alguns de nossos irmãos morreram debaixo do sangue de suas mãos.

E quem conhece de onde saiu o protestantismo e até mesmo o movimento reformista, não julgaria como imperdoável o equívoco de Miller em pregar a volta de Jesus para aquele tempo.

Temos nossas raízes milleritas, mas nosso líder, do movimento adventista, de fato, foi outro.

Deste modo Ellen White está para os adventistas, assim como Miller estava para os Milleritas, e assim como Calvino está para os calvinistas.

Portanto não tratemos de jogar pimenta nos olhos dos outros pois pode acabar voltando contra nosso próprios olhos.

E tenhamos em mente de que o movimento millerita se extinguiu, o movimento reformado, persiste à duras penas, enquanto que o movimento adventista, segue de vento em popa!

Eis o motivo maior para as preocupações e que justificam a existência de vídeos como este acima!

Estejamos com Cristo!

Um comentário: