sexta-feira, 28 de novembro de 2014

O sábado no Éden

Sábado, dia de receber a visita do Criador

+Seguidor da Palavra Querido irmão, o sábado é mais do que um mandamento, é um dia natural instituído por Deus na Criação e continuou existindo desde que foi criado. Assim como as plantas e os animais foram criados para servir ao homem, também o sábado foi criado para servir de descanso.

Que o sábado existe desde a criação, isto é irrefutável (Gênesis 2:1-4). O sábado era NATURALMENTE guardado por Adão e Eva assim como eram guardados os mandamentos de não matar, não furtar, não adulterar.

Adão e Eva guardavam este mandamentos naturalmente, porque não existia pecado e por conta disto não transgrediam nenhum dos mandamentos de Deus. A lei naquela época existia implantada no coração de Adão e Eva, onde naturalmente obedeciam a Deus em toda a SUA vontade. Somente com a entrada do pecado no mundo e a desumanização do homem é que se tornou necessário colocar estes mandamentos em tábuas de pedra.

Este mandamentos morais, antes, não precisavam serem interpretados através de palavras escritas!

Adão, Eva, Abel, Noé, naturalmente guardavam estes mandamentos de Deus, através da consciência.

Não lemos Adão e Eva guardando o sábado, mas também não lemos eles matando, furtando nem adulterando. Deste modo devemos crer de que não transgrediam os mandamentos de Deus. Eles conheciam sobre o sábado e também não lemos qualquer problema em relação o sábado, porque estes, assim como Noé, ainda obedeciam a Deus, e portanto não devemos crer de que transgrediam ao natural dia de descanso instituído no Éden.

Como um dia natural de descanso, devemos crer que Adão e Eva junto com sua descendência, se acostumaram a descansar no sábado, do mesmo modo que a igreja hoje se acostumou com o domingo!

E por tradição, passavam aos seus descendentes os ensinamentos acerca da criação do mundo! Portanto todos os descendentes de Adão conheciam o sábado e como a longevidade era muito grande, já na geração de Jò, Adão ainda estava vivo! Todos podiam ouvir toda a história da criação e as coisas que haviam no paraíso do próprio Pai Adão!

Na época de Noé, Jó ainda estaria vivo! Significa que pela longevidade do homem os ensinamentos e a vida santa que o homem tinha no Éden ainda estava bem fresca, deste modo podiam comparar a vida de paz harmonia onde se praticava apenas o bem com a vida em que a humanidade, então, levava naquele tempo! Assim tinham parâmetro para comparar o bem com o mal, uma vida santa com uma vida de pecados!

Somente quando o povo de Deus se desumanizou por completo e perdeu-se a memória destes dias gloriosos é que Deus precisou trazer aqueles conceitos entendidos naturalmente, agora sob a forma de lei escrita de uma maneira prática e que aquele povo de dura lida pudesse entender.

Veja, os conceitos morais de Deus existem eternamente! E consigo os conceitos de certo e errado! A lei diz que é errado transgredir o sábado, assim como é errado, adorar a outros deuses, fazer para si imagens de esculturas e tomar o nome de Deus em vão!

A lei poderia dizer também quer era errado matar animais para comer, porque o Éden mostra que os animais foram criados para companhia do homem e não para alimento (Gênesis 1:29). Porém Deus permitiu, após o dilúvio o consumo de animais, por uma boa causa, porém Deus jamais permitiu a transgressão do sábado, porque o sábado era um dia Santo!

O Sábado é Santo porque Deus o tornou santo, e o separou para evitar que o homem viesse a burlar o dia de descanso semanal que é algo necessário.

O sábado não apenas físicamente, mas MORALMENTE é necessário para promover a reunião entre os homens e com Deus. Por reunir os homens, tem um significado, assim como toda a lei, de amor ao próximo, e por reunir o homem com Deus tem o significado de amor a Deus!

Por conta deste significado também moral e não apenas de necessidade física é que o sábado está incluído no conjunto de leis Morais de Deus. Veja que se os filhos se reunissem com os pais e os irmãos em família, todos os sábados e juntos adorassem a Deus, teríamos menos problemas com a questão de Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmos.

A congregação é algo necessária e envolve a reunião em família na presença de Deus! Esta é uma necessidade espiritual. Esta consciência é algo moral.

Nós adventistas cremos de que, como Deus tinha como costume visitar a Adão e Eva, este era um dos propósitos de Deus ter separado um dia, abençoado e santificado!

Lembre-se de que os arredores da sarça ardente que moisés encontrou era santo porque Deus ali se fazia presente naquele momento! Do mesmo modo, o sábado foi tornado um dia Santo, porque naquele dia Deus se faria presente junto à humanidade, na figura de Adão e Eva (Gênesis 3:8).

Deste modo além de um dia de descanso natural do homem (Marcos 2:27) o sábado é um dia santo. Porque também é o dia do Senhor, desde a criação. Portanto quando Deus abençoou estava fazendo isto para o homem, e quando o Santificou estava fazendo-o para si.

E assim entramos no sábado santo, assim como entramos em local sagrado onde Deus está presente! Quando isto ocorre, devemos deixar de lado tudo que estávamos fazendo e dirigir nossa atenção ao Criador.

Esta era a essência do sábado guardado por Adão e Eva e que o pecado deturpou.

Veja o sábado é algo tão natural quanto o não matar, o não furtar, o não adulterar. Embora o pecado tenha nublado o sentido do sábado uma vez que Deus não mais passou a visitar o homem, não significa que este mandamento deixou de existir! Ainda hoje nos colocamos na companhia de Deus pelo canal que ELE proveio, através da oração e da adoração. Quando o pecado então for enfim eliminado, as coisas voltarão a ser como era no Éden!

E todo o sábado nos reuniremos com Cristo, nosso Criador que estará morando conosco em sua natureza 100% humana e 100% divina. Neste dia deixaremos nossos afazeres para nos reunirmos junto com nossos irmãos em uma família universal a adorá-lo.

Cristo, viverá conosco por toda eternidade, se sentará a mesa e poderemos partilhar de longas conversas com Abraão Isaac e Jacó.

O sábado é um bem natural que jamais será revogado, um presente dado por Deus à humanidade, um dos maiores, o de ter o privilégio de desfrutar da companhia de SEU Criador um dia a cada semana. O criador que agora é também nosso libertador e salvador.

Esteja com Cristo.

(Sr. Adventista)

5 comentários:

  1. A biblia não diz que a arvore era do conhecimento do mal , a biblia diz que a arvore era do conhecimento do Bem e do Mal , as 2 coisas . Adão conheceu o mal e o bem . Agora se Adão tinha implantado em sua mente e coração os 10 mandamentos . Então antes de comer da arvore Adão e Eva conheciam , adultério , idolatria , roubo, falso testemunho , cobiça e etc . Porque eles nao poderiam conhece a Lei sem saber dessas coisas , senão nao faria sentido. Agora se Adão e Eva conheciam a Lei , então Deus errou ao afirmar no livro de genesis, " agora o homem se tornou como um de nós , sabedor do vem e do mal, porque quem mesmo sem praticar conhece idolatria , roubo , adultério , falso testemunho , cobiça e etc , não é inocente e ja conhece o bem e o mal . Portanto a biblia deixa claro que o estado do homem era diferente dos anjos , Adão e Eva não conheciam o bem e nem o mal , isto é muito simples de entender. O que eles desobedeceram foi uma ordem direta de Deus para não comer da arvore do vem e do mal , depois que comeram aconteceu algo extraordinário em suas mentes . A ponto de Deus afirmar ". O homem se tornou comp um de Nos sabedor do Bem e do Mal . A partir dai todo ser humano tem este conhecimento em sua mente e a medida que cresce o conhecimento do bem e do mal se torna claro, por isso todo ser humano não tem desculpa diante de Deus , por esta palavra ". O homem se tornou como um de Nos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, irmão Stewieland, os conceitos morais dos anjos estão implantados onde irmão? A palavra "conhecer" significa "se tornar íntimo". Adão e Eva já eram íntimos do pecado antes de desobedecer a Deus, irmão?

      Deus mentiu ao dizer que por ocasião do comer do fruto, Adão e Eva conheceram o bem e o ma, ou a diferença entre o bem e o mal em Gênesis 3:22,irmão?

      Se a humanidade não houvesse pecado, seus descendentes matariam, furtariam, adulterariam e desonrariam Pai e Mãe como fazemos hoje, irmão?

      Um abraço.

      Excluir
  2. Se Adão e Eva conheciam a Lei antes de comerem da arvore do bem e do mal , então eles ja conheciam o bem e o mal antes , e o relato de genesis esta errado , como o camarada conhece idolatria , roubo , homicídio , adultério , falso testemunho , cobiça e etc .. E NÃO conhece o bem e o mal ??? Não faria sentido , o apostolo Paulo disse , eu não teria conhecido a cobiça , se a lei não tivesse dito não cobiçaras . Eu sei que vc ama sua igreja, mas tem coisa que beira o fanatismo . Vc não pode conhecer aquilo que ja conhece , vc pode aprender mais . Deus disse ". O homem se tornou como um de nós , sabedor do bem e do mal ". O homem se ". Tornou , ele não sabia estas coisas ". Alias curiosamente a arvore também era do conhecimento do " Bem " ,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, irmão Stewieland, acompanhe este artigo:

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2017/02/a-santidade-que-tinhamos-no-eden.html

      Um abraço.

      Excluir
  3. O homem não foi feito como os anjos . Adão e Eva não sabiam o que era roubo , homicídio , idolatria , cobiça e etc . Eles não sabiam nem que estavam nus , a mente deles se abriu milagrosamente depois de comer da arvore. É como se uma criança se tornasse adulto num piscar de olhos . Qualquer q le o genesis vê isso, não adiante querer enfiar a lei na mente de Adão antes de comer da arvore , porque não faz o menor sentido .

    ResponderExcluir