segunda-feira, 3 de novembro de 2014

A guarda do Sábado



 Isto, irmão Eder, porque vivemos cativos na babilônia de secularismo que dominou o mundo. O plano de Deus era para que as nações que se dizem cristãs guardassem os SEUS mandamentos. Por causa deste domínio, porém, do secularismo sobre as nações tradicionalmente cristãs é que alguns sinceros servos de Deus precisam viver aqui, tal qual o Povo de Israel teve que sobreviver cativos na Babilônia, tendo que se servir e servirem aos que de fato não amam a Deus, ao passo que procuravam não transgredir os mandamentos de Deus.

Leia o livro de Daniel querido irmão. Ali encontrará exemplos sobre o que os Cristãos devem ou não devem fazer, estando em meio e sendo governados por uma nação que não anda conforme os mandamentos de Deus.

Esteja com Cristo!

Não se engane querido amigo Seguidor da Palavra.

Deus dá em seu processo de reeducação, castigos àqueles que se recusam a obedecer aos seus mandamentos. Passando o povo a obedecer os seus mandamentos, aqueles castigos que visavam proteger o povo, a fim de que pela lição passassem a guardar os mandamentos, não são perenes, como não é perene, em sua duração, nenhum castigo que Deus lançou ou lançará sobre o homem! AS únicas coisas que permanecerem, perenes, são as consequências!

Daqueles castigos, por si só, o Povo de Deus desenvolveu o Dia da Preparação, que continuou sendo observado até mesmo após a morte de Cristo na cruz:

E era o dia da preparação, e amanhecia o sábado. Lucas 23:54

E, chegada a tarde, porquanto era o dia da preparação, isto é, a véspera do sábado, Marcos 15:42

E não devemos distorcer as palavras Bíblicas, tal qual os fariseus legalistas o faziam, Jeremias diz:

Assim diz o Senhor: Guardai as vossas almas, e não tragais cargas no dia de sábado, nem as introduzais pelas portas de Jerusalém;

Jeremias 17:21

Quem traduziu de que cargas seria "levar peso" ao invés de "trabalhar em carregamento", não foi Jesus, nem qualquer outro profeta bíblico, mas os Anciãos cuja tradição foi passada às gerações do Povo de Deus. Fizeram isto como forma de impossibilitar a guarda do sábado, por pessoas não dadas à ociosidade neste dia, como o eram muitos judeus. E como muitos irmãos, de forma legalista, o fazem ainda hoje a fim de invalidar os mandamentos de Deus, o que já ocorria na época de Cristo.

E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição. Marcos 7:9

A tradição dos Anciãos pregava em sua essência o Não Fazer Nada no Dia de Sábado!

E sabemos querido irmão, que vivemos em um mundo que, embora professem Crer em Deus e guardar seus mandamentos, vivemos como uma nação politeístas que possui vários deuses competindo com o Criador, situação a que chamamos de SECULARISMO!

E tal qual o Povo de Deus cativo na Babilônia, infelizmente temos que viver sob a guarda e domínio de uma nação, que embora confesse a Deus, ainda não guarda os SEUS mandamentos.

O livro de Daniel dá instrução ao Povo de Deus, de como ele deve ser portar ao estar sob domínio, proteção e guarda de um império que não aceitou ainda a Deus como Senhor!

Deus trabalha na vida de cada governante com o mesmo propósito que trabalhou na vida de Nabucodonosor e utiliza dos SEUS Filhos para exemplo aos povos e governantes.

Deus tolera que tenhamos que viver, guardando os mandamentos em meio àqueles que não guardam os mandamentos e onde todo o sistema é voltado para a transgressão de mandamentos da Lei do Senhor!

De tudo devemos permanecer firmes, guardando nós mesmos os mandamentos, para exemplo aos demais, a fim de que pelo TESTEMUNHO sintam vontade de seguir ao mesmo Deus e também guardar os SEUS mandamentos.

E se engana, por desconhecer, querido amigo, a verdadeira realidade dos Adventistas do Sétimo Dia.

Em cidades como San Martin e Loma Linda, onde mais de 80% da população é composta de adventistas, o sábado é guardado oficialmente em cada cidade! Aos sábados os adventistas trabalham como voluntário, sem cobrar nada, atendendo em hospitais e nos serviços essenciais.

E no sábado querido irmão, não usamos a energia para fins seculares, mas para a edificação pessoal e de nossa família. Cuidando da saúde, assistindo a programas e pregações evangelísticos e que exaltam a Palavra de Deus. Cuidar do bem estar e da saúde de nossas esposas e filhos. E sobretudo a pregação do evangelho em nossas igrejas, TVs, Rádio e estudos Bíblicos de casa em casa.

É lícito fazer o bem no sábado, o ilícito é cobrar por seu trabalho neste dia! Pois o dia de atendermos nossos próprios interesses é nos demais 6 dias da semana.

Há adventistas que abrem suas oficinas no sábado e trabalham meio período consertando carros para pessoas que não tem condições de pagar. Adventistas que trabalham em farmácias, hospitais.

E não haveria problema algum em um adventista trabalhar no sábado em uma hidrelétrica, se a energia fosse totalmente desprendida para as causas lícitas no sábado!

Se no sábado o comércio fechasse e ficasse ativos tão somente igrejas, hospitais, postos de gasolina e mecânica para serviços emergenciais, problema algum haveria de adventista trabalhar em hidrelétricas!

O problema portanto não é o fato de haverem usinas trabalhando no dia de sábado (porque a energia não pode ser estocada, nem preparada no dia anterior), mas sim que tais usinas servem TAMBÉM a causas que não tem nada a ver com essencial, ou de conforto e bem estar, mas LUCRO e COMÉRCIO.

Portanto é lícito aquilo que as usinas fazem no sábado em servir energia para a manteneção de toda uma cidade, que hoje DEPENDE da energia para seu correto funcionamento. Mas é ilícito o que fazem de também sustentar todo o comércio que é praticado no sábado!

Basicamente alguns países fazem no domingo o que deveria ser feito no sábado! No domingo onde as empresas por força de lei precisam fechar as portas, toda energia é então distribuída para o quase essencial! E digo quase essencial, porque boa parte dos recursos são usados para entretenimento e eventos seculares.

Então em uma nação ideal onde o comércio fecha suas portas e os recursos não são utilizados para fins seculares, é totalmente lícito o trabalho voluntário onde quer que seja no dia de sábado.

E isto ocorre em cidades com San Martin e Loma Linda onde cerca de 80% da população é composta de adventista!

Ali os cidadãos não dependem de trabalho de pessoas que não guardam os mandamentos de Deus, mas os próprios adventistas é que fazem o trabalhos necessários nos sábado, inclusive de motoristas, em levar irmãos às igrejas.

Portanto é lícito fazer bem no dia de sábado, mas tem que ser um trabalho voluntário e dos serviços que utilizamos, não podemos usar para fins seculares.

Desta forma o problema não são os cristãos que estão a levar os irmãos para as igrejas, nem nas famílias que estão a consumir energia no dia de sábado, para assistir, programas e pregações evangelísticas. O problema está em trabalhar para outros fins.

É lícito utilizar a energia para fazer o bem! Mesmo que haja uma pessoa trabalhando e PRODUZINDO energia NÃO APENAS PARA AQUELE FIM!

O errado não está em produzir energia para AQUELE FIM, mas sim produzir, também, energia para OUTROS FINS.

Deste modo os que trabalham produzindo energia, fazem tanto o bem, em garantir que o bem estar, comodidade do semelhante, além da pregação do evangelho, mas também fazem o mal, atendendo os interesses e de várias outras empresas que não respeitam o dia de sábado.

Então quando enfim as nações fecharem seu comércio e seus negócios no dia de sábado e guardarem os mandamentos de Deus, naturalmente as usinas, inevitavelmente, trabalhariam exclusivamente, em prol daquilo que é lícito.

Desta forma os que trabalham nas usinas transgridem o SÁBADO não porque há cristãos usando a energia neste dia para causas lícitas, mas porque há pessoas e empresas que utilizam a energia, NESTE DIA, para seus interesses pessoais e causas seculares

Então não inverta as coisas querido irmão! Está a transgredir o sábado aqueles que utilizam a energia pra outros fins não lícitos.Está também a transgredir o sábado, os trabalhadores em nossas usinas, que atendem também à outros interesses, não lícitos!

De modo que os trabalhadores nas usinas não serão cobrados pela parte da energia prestada para causas lícitas, mas sim pela parte que produziram para causas não lícitas. Ao produzirem energia para hospitais, postos policiais e bem estar e segurança da população, estão a fazer o que é lícito no dia de sábado.

Trabalhos comunitários de cuidado com
o meio ambiente
(sim é lícito fazer inclusive o bem ao meio
ambiente no dia de sábado)


Distribuição de roupas


Portanto, quer saber como guardar corretamente um sábado, fazendo apenas o que é lícito? Pergunte a um voluntário que tem trabalhado em boas causas, e pergunte o que ele tem feito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário