terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Comentário não publicado - Blog IACS (Instituto Apologético Cristo Salva) - O velho dilema adventista 08/11/2014


Em resposta ao comentário: http://www.ia-cs.com/2014/12/aberracoes-apologistas-cristaos-com.html?showComment=1418045454933#c543542821730398904

Entendo a visão do irmão. Se eu fosse um tulipano, provavelmente também estaria vendo a IASD como uma seita e das mais perigosas à fé calvinista/reformada.

As diferenças, porém, não incomodam a um adventista, que já leva consigo o conceito de Igreja Remanescente.

Significa querido irmão, que para um adventista, doutrinariamente, ser taxado de seita, equivale a ser taxado de um remanescente segundo a crença contida nos fundamentos de nossa religião.

Esta crença, como o irmão deve conhecer, prega basicamente de que grupos pequenos, restauracionistas da verdade, sempre houveram entre o povo de Deus, geralmente liderados por algum profeta menor.

Levemos em consideração também de que os adventistas possuem uma visão geral das religiões na atualidade um pouco diferente. Além da existência de seitas, cremos na existência de uma babilônia e da meretriz de apocalipse.

E quado tratados como sectários, o verso que vem à mente de um adventista é geralmente este:

Atos 24:14

Nisto, se eu fosse um calvinista, nem saberia por onde começar, a fim de tentar convencer a um adventista sobre este, supostamente, estar em uma condição de sectário, no sentido de este estar apartado das verdades bíblicas!

Mas, "seguido estatísticas", provavelmente começaria chamando-o de sectário, mesmo sabendo que, ao fazer isto, ao invés de convencer, estaria era dificultando ainda mais uma possível aproximação e convencimento, caindo então justamente no erro que está sendo abordado atualmente neste espaço do blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário