segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Bispo católico ajuda adventistas


Na região dos Bálcãs, Europa Central, nossos irmãos adventistas que estavam passando por grandes provações, sendo até proibidos de professarem a sua fé, receberam a ajuda de um bispo católico para que tivessem assegurada a sua liberdade religiosa e de culto público.

Depois dessa providencial contribuição, o ilustre prelado, antes que alguém lhe perguntasse sobre o motivo de tão inusitado gesto, disse aos nossos irmãos:

- Por certo vocês estão surpresos de que eu, um bispo católico, me interessei em ajudá-los a assegurar-lhes liberdade de culto. Quero, pois, contar-lhes o que é que está por trás dessa minha atitude. Há alguns anos visitei os Estados Unidos, levando comigo minha mãe, que estava bastante enferma e debilitada, com uma profunda depressão nervosa. Por indicação de amigos, deparamo-nos com uma casa de saúde em Santa Helena, Califórnia. Era um sanatório pertencente aos adventistas do sétimo dia.

Em determinado dia, durante a nossa estada ali, uma senhora já idosa que morava nas cercanias, chamada Ellen White, fez uma preleção aos empregados e hóspedes do sanatório, e minha mãe sentiu-se atraída por suas palavras boas e simples.

Durante o tempo em que ali ficamos, ela a visitou muitas vezes em sua casa, ocasiões em que a Sra. White lia a Bíblia e orava em favor de sua saúde e de sua recuperação. Com essas visitas, minha mãe se transformou. Revigorou-se, reanimou-se, tornando-se novamente aquela mulher maravilhosa e cheia de saúde. A sua melancolia e depressão desapareceram.

Um dia, ela me disse: “Filho, você é bispo da igreja, mas não conseguiu resolver os meus problemas. Agora achei alguém que está me ajudando. A Sra. White é uma pessoa cristã, amável e boa. Ela me conduziu ao verdadeiro Salvador. Ela suplicou a Deus, e o Senhor ouviu as suas orações, livrando-me das minhas dúvidas e depressão de espírito, devolvendo-me a alegria de viver. Agora sou livre e feliz novamente!”

Então, disse o bispo aos nossos irmãos: “Vocês podem entender melhor minha atitude para com os adventistas do sétimo dia. É um gesto de agradecimento. A minha convicção é de que vocês são um grande povo que faz um grande trabalho para Deus, neste mundo. É por isso que eu, bispo da igreja católica, fiz tudo quanto pude para que vocês possam levar adiante o trabalho ao qual Deus os tem chamado.”

W. A. Spicer - Extraído da Revista Adventista de dezembro de 1941 (veja aqui na pág. 7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário