segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

A visão Bíblica é dispensacionalista?

+Seguidor da Palavra Querido irmão, a Bíblia não é um livro de receitas, mas um livro que exige que usemos do raciocínio que Deus nos deu a fim de recebermos a revelação através da Palavra.

Veja, a palavra sábado não consta no gênesis, mas conta em outra parte da bíblia que remonta o gênesis:

Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou. Êxodo 20:11

Este verso não deixa dúvidas de que o sábado é o Sétimo dia onde Deus descansou em gênesis!

Gênesis e Êxodo, bem como os demais livro de moisés, constituem um mesmo escrito! Produzidos na mesma ocasião. É uma narrativa de coisas que aconteceram. Moisés poderia ter detalhado a lei que Abraão guardava em Gênesis e também ter chamado o sétimo dia da Criação de Sábado. Com certeza Moisés não repetiria as mesmas coisas, por conta disto, escolheria quando detalhar cada assunto.

Muitos irmãos confundem, achando que os livros da Bíblia foram escritos cada um em sua época, mas não é isto! Moisés passou todo o conhecimento que obteve de Deus, tendo a liberdade de falar de cada assunto conforme lhe parecesse melhor.

O Pentateuco é um resumo de tudo aquilo que Moisés ouviu de Deus.

Veja, se Deus houvesse dado sua lei de forma escrita antes do pecado, o irmão diria que a lei era válida só no Éden! Se Moisés houvesse descrito a Lei, tão somente no relato de Abraão, o irmão diria que não era válido para os Israelitas, mas tão somente para os do tempo de Abraão e que os Israelitas estariam em uma aliança diferente. Mas como a Lei só é detalhada em Êxodo, o irmão assume que só é válido para Israel.

A visão dispensacionalista do irmão que divide a história em dispensações, atribuindo regras diferentes para cada uma delas, leva o irmão a pensar de que a lei deva ser repetida em cada dispensação para que, em cada uma delas, se confirme a validade dos mandamentos de Deus.

Porém isto é errado querido irmão! A Bíblia é uma coisa só e uma revelação fluída e progressiva das verdades de Deus.

Portanto, tanto faz um profeta detalhar a Lei de Deus no início, no meio ou no fim do relato Bíblico.

Devido ao fato de o Sábado ser detalhado em êxodo é que não o encontramos seu detalhamento em Gênesis, nem seu detalhamento no novo testamento.

No Êxodo, aprendemos tudo aquilo que deveríamos aprender inicialmente sobre os mandamentos de Deus, e mais do que isto acompanhamos a reeducação de todo um povo diante destes mandamentos. Portanto, a oportunidade dos acontecimentos de êxodo eram muito melhores para detalhar e exemplificar a lei de Deus, do que na vida de Adão e Eva e seus descendentes, ou Abraão e seus descendentes.

Enquanto adventistas, não cremos em coisas como: Isto era para o antigo testamento e isto erar para o novo testamento; Ou isto era só para os israelitas e isto é para os gentios; A lei que Adão e Eva guardavam era uma, a que Noé guardava era outra, a que Abraão guardava era outra, a que Israel guardava era outra e a que os gentios devem guardar é outra.

Nós adventistas não fazemos esta separação! Deste modo consideramos que a lei dada a Moisés é a mesma lei referida a Abraão e a mesma lei que a descendência justa de Adão e Eva procuravam respeitar.

Consideramos que a graça existe desde o Gênesis, sendo a mesma graça que aparece em êxodo e nos livros de salmos provérbios e até proféticos como de Daniel . É também a mesma graça que encontramos nos evangelhos e nas cartas de Paulo, bem como no livro de apocalipse!

Veja: Uma mesma lei, uma mesma graça, um mesmo meio de salvação, um mesmo meio de santificação, desde o início até o fim das Escrituras, Antigo e Novo Testamentos.

Nosso sistema de estudos é historicista e não dispensacionalistas, deste modo cremos de que tudo que está contido na Bíblia trata-se de relatos históricos que fazem referências entre si!

Ou seja, assim como Êxodo 20:11, faz referência ao mesmo sábado de Gênesis 2:2, toda a lei de Êxodo 20, faz referência à lei que Abraão guardava, dita em Gênesis 26:5.

Seguindo este princípio todo o doutrinariamento adventista faz o maior sentido!

Uma mesma lei, uma mesma graça, um mesmo sábado, um mesmo Deus, porém com FORMAS DIFERENTES de Deus disciplinar, ensinar e até punir o seu povo! Aí sim, no modo com que Deus lida com o homem os adventistas são também dispensacionalistas.

Isto porque os adventistas creem de que há uma separação na Bíblia em dispensação, porém esta separação não é dicotomista ao ponto de promover uma separação em questão de doutrinas.

Assim temos a dispensação da Lei, onde Deus dava ênfase na Lei, que era um tutor a fim de nos conduzir a Cristo. Então, após a morte de Cristo na cruz, entramos na dispensação da graça, onde continua tudo aquilo que lemos escrito na lei, porme muda-se a forma de APLICAÇÃO DESTA LEI!

Por exemplo a forma da aplicação da Lei em tudo aquilo que se referia à Graça (leis cerimoniais) eram didaticamente representadas através de símbolos e cerimoniais. Porém isto era na dispensação da Lei! Na dispensação da graça a mesma lei continua, poi continua existindo um santuário, um sacerdote e um sumo-sacerdote, bem como os serviços diários e também os trabalhos especiais do dia da expiação! Porém, nesta dispensação a FORMA como a lei é cumprida mudou! Ao invés de símbolos e cerimônias, todo o ritual é executado de forma REAL, no verdadeiro santuário celestial, tendo como verdadeiro sacerdote o Cristo. Que foi também o verdadeiro Cordeiro de Deus imolado e que tira o pecado do mundo!

Porém veja que nem mesmo o cerimonialismo foi de fato sumariamente ABOLIDO! O que foi abolido abolido é a necessidade de sua representação aqui na terra, por isto dizemos que para nós a lei (cerimonial) foi abolida. Porque na verdade ela foi transferida de sacerdócio, do terreno, para o celestial, da ordem dos hebreus, para a ordem de Melquisedeque, de homem, para Deus homem e portanto não necessita mais de sua representação aqui na terra e a lei serve para nós apenas como um meio didático de entender os trabalhos de Cristo, seu ministério e o plano da salvação, não necessitando mais a sua representação mas apenas O SEU ENTENDIMEMTO, por isto devemos continuar estudando TODA a LEI incluindo o cerimonialismo e as profecias!

Por isto Cristo mesmo disse:

Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; João 5:39

A própria lei e as profecias incluindo todo o cerimonialismo testificam de que Jesus é mesmo o messias prometido, que cumpriu cada um dos requisito ali descrito!

E hoje, Cristo cumpre continuamente tudo aquilo que era representado na lei cerimonial, porém no verdadeiro Santurário!

E o que foi cumprido totalmente na cruz, foi apenas o Sacrifício do Verdadeiro Cordeiro. Cristo, cumprindo tudo aquilo que havia sido escrito sobre ELE e seu ministério aqui na Terra, se entregou como ovelha muda, cumprido o que havia sido dito sobre seu sacrifício.

É desta forma que Cristo não veio para abolir a lei mas para CUMPRIR!

E lembre-se do que ELE disse de que até que céus e terras passem nem um jota ou til se omitirá da lei ate que tudo se CUMPRA!

Significa querido irmão que até que Cristo volte para criar novo céu e nova terra, continuará a cumprir tudo que estava previsto, até que não haja nada mais a ser cumprido!

E o que Cristo cumpre hoje é o trabalho intercessorio antes representados pelos trabalhos do sacerdote no santuário terrestre. Bem como cumpre já hoje, os trabalhos de Juízo que antes eram realizados pelo Sumo sacerdote no dia da expiação!

Isto porque Cristo já se encontra no Santo dos Santos e não mais no Santo, terminado então o trabalho de purificação do santuário que teve seu início previsto na profecia das 2.300 tardes e manhãs de Daniel. Ao término deste trabalho, cristo virá a terra para buscar os SEUS.

Somente quando Cristo refizer esta terra e entrarmos então na Nova Terra é que se cumprirá tudo aquilo que foi dito acerca das proezas de nosso salvador bem como de TODAS as promessas Bíblicas.

E neste quesito nem um til do que foi dito, nem uma revelação profética e nenhuma promessa deixará de alcançar seu cumprimento!

Mas até que este dia chegue,querido irmão, creia nas palavras de nosso Cristo Jesus, de que nem um jota ou til se omitirá da lei até que tudo se cumpra!

Esteja com Cristo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário