quarta-feira, 6 de julho de 2016

A origem do domingo.

Olá Luciano, a origem do domingo é largamente conhecida.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Domingo

O meio acadêmico sabe disto, livros sabem disto, o Vaticano sabe disto e a própria internet sabe disto.

Digite aí no google o seguinte:

origem do domingo

Colocarei apenas alguns dos primeiros links que aparecem:

"Em 7 de março de 321, Constantino Primeiro, o Grande, decreta que o domingo seria observado como dia de repouso civil obrigatório:"

https://pt.wikipedia.org/wiki/Domingo

"O domingo sempre foi dia de descanso. FALSO

De acordo com a Bíblia, Deus declarou que descansaria no sétimo dia da semana. Com o advento do cristianismo, o repouso dominical se tornou uma tradição de séculos, certo? Errado!"

http://www2.uol.com.br/historiaviva/artigos/o_domingo_sempre_foi_dia_de_descanso__falso.html

"a origem da observância do domingo pelos cristãos remete ao ano 321, ocasião em que o imperador Constantino, visando conciliar o paganismo ao cristianismo, promulgou um decreto declarando que todos os seus súditos deveriam descansar no "venerável" dia do Sol, o Dies Solis dos pagãos, e trabalhar no dia de sábado. Até então, sábado era o dia de descanso dos cristãos, que guardavam o quarto mandamento da lei de DEUS expressa nas Sagradas Escrituras: "Lembra-te de santificar o dia de sábado" (Êxodo c.20 v.8). Os cristãos que fossem encontrados descansando no sábado eram perseguidos e excomungados. E assim o paganismo se introduzia mais e mais no que sobrara da igreja de Cristo..."

http://www.inricristo.org.br/index.php/curiosidades/humanidade-precisa-saber/225-origem-domingo

Veja o dicionário informal:

"De origem LATIM, que significa Dia do Sol, onde o Sol era muito venerado "

http://www.dicionarioinformal.com.br/significado/domingo/6918/

"O primeiro dia da semana tem uma vinculação direta com a idéia de início, nascimento, vida. Por isso foi dedicado ao Sol que, com a sua luz, remete ao início de um novo tempo que se inicia no domingo."

http://www.dicionarioinformal.com.br/significado/domingo/6918/

Deste modo, ao contrário do que o irmão alegou, o que não se encontra é prova de que o domingo tenha se originado da forma como o irmão crê.

O conhecimento comum é de que domingo é dia do sol, criado por pagãos e decretado por Constantino, que fez todos obedecerem à ordem de guardar este dia, inclusive cristãos.

Na época de Constantino os cristãos não abraçaram um dia de jejum, uma noite de culto, ou um dia em homenagem a Cristo!

Foi o venerável dia do sol mesmo.

Disse o imperador: Está aí o dia do Sol, venerem suas divindades neste dia! Descansem no venerável dia do Sol.

Abra então sua Bíblia no livro de Daniel e veja a atitude dos jovens amigos de Daniel, quando Nabucodonosor ordenou que adorassem uma falsa imagem.

Não é à toa que, na Bíblia, acerca da marca da Besta é dito que se trata de uma imagem, onde também está envolvido a adoração.

Constantino fez a mesma coisa, porém, ao invés de erguer uma estátua, ergueu um dia de guarda.

No mesmo livro de Daniel, veja também a atitude de Daniel, quando foi proibido de orar a Deus.

À partir do decreto de Constantino foi ocorrendo a mesma coisa, porém, proibindo-se de guardar o sábado.

E para tentar contornar a situação, fizeram um sincretismo entre o "Dia do Sol" e Cristo,  "Sol da Justiça".

E no andar da carroça, os pagãos foram se enfiando na igreja, claro, porque agora guardavam o mesmo dia, trazendo consigo seus costumes, como o de adorar ídolos.

Daí tiveram a ideia de fazer também um sincretismo com estas imagens e passaram a chamar estas imagens de Paulo, Pedro...

Por este motivo que, além da mudança no sábado, fizeram também uma mudança no mandamento que diz para não ter imagens.

Três mandamentos foram alterados na mesma "festa" de mudança dos mandamentos de Deus.

E os pagãos também não queriam saber de nada de Mandamentos, ou leis e Antigo Testamento.

A igreja então saiu das mãos de Cristo e foi para a mão de Roma. E os filhinhos saíram das mãos de Cristo, para as mãos de um novo "Papa".

Esta é, infelizmente, a história da igreja e não apenas os cristãos que permaneceram fiéis, mas o mundo inteiro pagou por isto. Devemos então admitir nossa responsabilidade e aprender com os erros, para não repeti-los.

Mas não adianta, tudo irá se repetir novamente. A igreja vai se unir novamente ao estado, vai haver uma união geral de todas as crenças. Vão ordenar a guarda do domingo (de novo, para variar, com toda sorte de novas teorias), e, no andar da carroça, vão proibir novamente o sábado, vão lançar um decreto de morte e toda aquela história que já cansou de se repetir desde a Torre de Babel, passando pelas várias apostasias no povo de Israel, passando por Babilônia, até nos dias de Constantino.

Quando Satanás não consegue da primeira, tenta da segunda, terceira, e o dito cujo não desiste.

E no final, ao invés de homenagearem a Cristo, vão homenagear aquele que O matou, mudou seus mandamentos e acorrentou Sua palavra á parede de celas frias. Porque, no andar da carroça, assim a igreja se decidiu:

- Olha Jesus, eu não vou mais guardar o seu sábado, mas não fica triste, porque embora tenhamos que guardar o dia oficial ordenado pelo império que lhe torturou e matou, vamos fazer deste dia em Sua homenagem, em memória de Sua ressurreição.

* Leia em fontes históricas o motivo de alguns cristãos decidirem por terem seu próprio dia de guarda, em separação dos judeus, já no segundo século, irmão Luciano. Porém, tenha em mente de que convencer toda a igreja a mudar o dia de guarda, isto só na época de Constantino. Leia também o motivo de os cristãos não terem rejeitado a imposição do imperador.

E assim fizeram, por ocasião do decreto de Constantino, aquilo que ensaiaram enquanto se passavam os séculos. Fizeram seu próprio dia de guarda, separando-se dos judeus, unindo-se a Roma, recebendo dela favores, enquanto apoiavam os seus decretos.

2 comentários:

  1. qual é a igreja de hoje que tem obrigação de guardar o domingo como um decreto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhuma, graças à prisão do Papa Pio VI.

      Irá o irmão apoiar tal decreto quando for reinstituído?

      Excluir