terça-feira, 7 de outubro de 2014

Diálogo no youtube - Acerca da teologia da salvação segundo Paulo

+afonso simas Querido João em Apoc. 12:7 e em suas cartas fala dos mandamentos da Nova Aliança (Entole) no original, e não (Nomos) os do Sinai.
Mandamentos de Jesus, e Ele jamais mandou que continuássemos a guardar o sábado dado a Israel (Êxodo 31:13/Deut.5:15).

Vc parece desconhecer sua crença:

Diz Ellen White:

“A obra do juízo investigativo e extinção dos pecados deve efetuar-se antes do segundo advento do Senhor. Visto que os mortos são julgados pelas coisas escritas nos livros, é IMPOSSÍVEL QUE OS PECADOS DOS HOMENS SEJAM CANCELADOS antes de concluído o juízo em que seu caso deve ser investigado.”(O Conflito dos Séculos, p. 488)

A bíblia contraria esse ensino! O cancelamento de nossos pecados é imediato desde que o pecador arrependa-se e deixe-o:

• Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.  (I Jo 1 : 9)
• Pois para com as suas iniqüidades, usarei de misericórdia e dos seus pecados jamais me lembrarei. (Hebreus 8:12)
• O sangue de Jesus nos purifica (limpa) de todo pecado (I João 1:7)
• Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro. (Isaías43:25)
• E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais. (João 8:11).

JESUS COMO MIGUEL:

Em nenhum lugar das escrituras ensina ser Jesus o Arcanjo Miguel.

Vcs dizem que chamar Jesus de arcanjo não faz dele um anjo da mesma forma que chamá-lo de Cordeiro (Jo 1.29), de Leão (Ap 5.5) não faz dele um animal. Porém, a falácia e a sutileza dos argumentos se percebem quando verificamos que chamar Jesus de cordeiro ou leão, é uma figura de linguagem, uma metáfora (ferramentas da hermenêutica), já o termo arcanjo não. Não encontraremos a utilização do termo arcanjo na Bíblia no sentido metafórico, mas sempre no sentido estrito e objetivo – o sentido usual. Portanto, a comparação é inválida.

A Bíblia apresenta muitas diferenças entre Jesus e Miguel:

- Jesus é criador (Jo. 1.3 )        Miguel é criatura (Cl 1.16 )

- Jesus é Adorado por Miguel (Hb 1.6),  Miguel não pode ser adorado (Ap. 22.8-9 )

- Jesus é o Senhor dos Senhores (Ap. 17.14)  Miguel é príncipe (Dn. 10.13)

- Jesus é Rei dos Reis     Miguel é príncipe dos Judeus (Dn. 12.1).

JESUS COM UMA NATUREZA PECAMINOSA:

Jesus foi concebido sem pecado como lemos em Mt 1.18-23.  O Jesus Bíblico era santo, inocente, imaculado (Hb 7.26). Tinha uma natureza humana,  sentia fome, sede, cansaço, sono, derramou sangue. Era um homem completo no sentido físico.  Agora, ensinar que Ele tinha uma natureza pecaminosa, (uma mente, onde passa pecado), igual a nossa, não esse não é o nosso Jesus.


O DOMINGO

Eu nunca lhe disse que devemos guardar o domingo! Assim como não há nenhuma ordem pra continuarmos a guardar o sábado dado a Israel, não há nenhuma substituição do sábado pelo domingo. O seguidor de Jesus não está preso a um dia, mas santifica todos os dias ao seu Deus:

Mas agora, conhecendo a Deus, ou, antes, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir?
Guardais dias, e meses, e tempos, e anos.
Receio de vós, que não haja trabalhado em vão para convosco. (Gálastas 4: 9 a 11)

O SÁBADO COMO MEIO DE SALVAÇÃO

Ellen White ensina:

“Santificar o sábado importa em salvação eterna – Testemunhos seletos vol.III Pág.23

"O sábado será a pedra de toque da lealdade; pois é o ponto da verdade especialmente controvertido. Quando sobrevier aos homens a prova final, traçar-se-á a linha divisória entre os que servem a Deus e os que não O servem." – O Grande Conflito, pág. 605.

Onde está escrito isso na N. Aliança?

Paulo diz:

Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.
Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,
Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo. (Col. 2: 14 a 17)

Quem está certo Paulo ou Ellen White?

Pra concluir, eu não lhe disse que só a Adventista é seita, existem muitas outras: As testemunhas de Jeová (que tem muitas doutrinas em comum com vcs), Os Mórmos, A CCB, A Igreja Local, A Igreja Messiânica etc........

Como existem igrejas verdadeiramente evangélicas: Batistas, Assembleia, Quadrangular, Presbiterianas etc.. que podem ter costumes diferentes, mas proferem a mesma fé.

Pesquise a origem de sua igreja, fora da ótica Adventista! 

+Seguidor da Palavra O irmão está profundamente enganado! Manuseando de forma equivocada tanto a Bíblia quanto os escritos de Ellen White, os trechos que o amigo utiliza não estão a dizer aquilo que o amigo conclui!

Ellen White possui a mesma fonte de inspiração, pois só existe uma fonte de inspiração profética que é o Espírito Santo. É isto que o texto está dizendo. Todos os profetas menores que não tiveram livros incluídos na Bíblia receberam este mesmo dom de profecia, nem por isto se colocava aquilo que eles ensinavam em pé de igualdade com a Bíblia, ao passo que nãos se poderia dizer que a fonte de inspiração de tais profetas era outra que não o Espírito Santo.

Quanto à extinção dos pecados, em nenhum dos versos que o amigo citou, está escrito quando tais pecados são extintos definitivamente. Não há verso dizendo que nossos pecados são cancelados de imediato, isto é o amigo quem está afirmando e não a Bíblia.

Quanto a miguel em nenhum dos versos que o amigo citou diz que se tratava de uma criatura.

Esta afirmação "(uma mente, onde passa pecado), igual a nossa" é do próprio amigo e não consta nos escritos de Ellen White.

O amigo também erra ao dizer que não haja ordem para guardar o sábado no novo testamento. Em várias passagens Cristo ordena a observância dos mandamentos.

E o sábado querido amigo, importa em salvação tanto quanto não levar uma vida como um assassino, ou uma prostituta, ou um adúltero, ou um mentiroso, está escritos que os que levam uma vida assim não entrarão no reino dos céus. Todos são mandamentos de Deus. E a menos que Deus tenha liberado as profissões citadas acima, também não há razão para se crer que tenha liberado a transgressão do sábado. Cristo garantiu que não veio para abolir a lei nem os profetas. Então por que o amigo nega a lei e também o dom dos profetas?

E nos textos de Paulo que o amigo citou, nenhum está a falar dos mandamentos de Deus. Não há relacionamento das coisas descritas ali com o não matar, o não adulterar, o não furtar, o não ter outros deuses. Comida, bebida, dias, festas, eram elementos cerimoniais.

Quanto ao Sábado vs Domingo, isto só se dará quando o domingo houver sido apropriado pela Segunda Besta que transformará tal dia em sua marca de obediência. Até lá, todos os que guardam o domingo tem a chance de aceitar o dia de guarda divinamente instituído.

Veja que os adventistas pregam uma doutrinariamento que pratica a validade tanto do antigo quanto do novo testamento. Isto joga por terra a tese de que Antigo e Novo Testamento não se harmonizam. Se obediência aos mandamentos fosse sinônimo de desobediência à Deus, segundo o que o amigo crê estarem escritos nas cartas de paulo, então Jesus seria o mais desobediente homem que pisou sobre a face da terra, uma vez que não tropeçou em um ponto sequer da lei.

O amigo está errado e precisa rever os seus conceitos.

Um abraço querido irmão!

+novamenteadventistas Novamente vc, Novamente adventistas?

Em primeiro lugar amigo, para ser considerado um falso profeta, basta apenas UM ensino contraditório, e Ellen White possui vários. Por mais que vcs se esforcem p/ defendê-la não tem jeito.

Sua “profetisa” diz:

“A obra do juízo investigativo e extinção dos pecados deve efetuar-se antes do segundo advento do Senhor. Visto que os mortos são julgados pelas coisas escritas nos livros, É IMPOSSÍVEL QUE OS PECADOS DOS HOMENS SEJAM CANCELADOS ANTES DE CONCLUÍDO O JUÍZO em que seu caso deve ser investigado.”(O Conflito dos Séculos, p. 488)

Ou seja, enquanto não acabar  o tal “juízo investigativo” (que não existe na bíblia),  os pecados dos homes jamais serão apagados.

A bíblia não ensina isso:

• Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos PURIFICAR de toda a injustiça.  (I Jo 1 : 9)
• Pois para com as suas iniqüidades, usarei de misericórdia e dos seus pecados JAMAIS ME LEMBRAREI. (Hebreus 8:12)
• O sangue de Jesus nos PURIFICA (LIMPA) de todo pecado (I João 1:7)
• Eu, eu mesmo, sou o que APAGO as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro. (Isaías43:25)

Quanto a Miguel, que a bíblia diz ser um ARCANJO (Judas 9), arcanjo, apesar de ser uma classe de anjos superior, é um ser angelical, ou seja, criatura, e não criador (Jesus);

Natureza pecaminosa de Jesus:

Pecar, é uma coisa (todos sabemos que Jesus não pecou), natureza pecaminosa, é igual a sua e a minha, onde até podemos não pecar, mas passa pecado pela nossa mente a todo instante. E a de Jesus não era assim.

Quanto ao sábado, o amigo é que está equivocado! Onde está uma única ordem p/ o sábado no NT?

MANDAMENTOS  descrito por João no apocalipse e em suas cartas, refere-se aos da Nova Aliança (entole) no original grego e não (nomos) os do Sinai.
Os pecados que vc citou  assassinato. Prostituição, ou um adultério, ou a mentira, estão inseridos na lei de Cristo. Como eu vou matar, adulterar, se eu tenho que amar o meu próximo (romanos 13:8)? Como eu vou andar na mentira, se a bíblia me adverte: (Efésios 4:25). Porém o sábado dado a Israel no A.pacto (Ex.31;13/Ezequiel 20;12 e 20), (Deut.5:15), não se confirma na Nova Aliança.

Cristo não veio abolir a lei e os profetas, com certeza veio CUMPRIR!

Nenhum til e nenhuma vírgula na Lei e nos Profetas que dizia que Cristo padeceria e morreria por nossos pecados cairia por terra ATÉ QUE TUDO FOSSE CUMPRIDO, e tudo realmente se cumpriu em Cristo com a Sua morte e ressurreição, por isto Ele disse ESTÁ CUMPRIDO, inaugurando uma Nova Aliança no Seu sangue, onde o homem tem acesso a Deus, pela Graça (FAVOR IMERECIDO) mediante a fé em Jesus Cristo.

Outro detalhe: LEI E OS PROFETAS,  são todos as ordenanças do AT, e não apenas o decálogo.

Jesus citou 5 mandamentos: 2 do Decálogo e 3 do que estavam originalmente fora do Decálogo. Vemos claramente que a lei da qual falava Jesus,  não era só das tábuas de pedra (Os Dez Mandamentos), mas se referia à lei como um todo. Se seguirmos a linha de raciocínio dos adventistas, então  estaríamos obrigados a guardar toda a lei.

Portanto este texto isolado, usado pelo Adventismo para referir-se apenas aos dez mandamentos, esconde dos fiéis os erros grotescos de interpretação da bíblia, parece que eles imaginavam que algum dia os membros adventistas iriam ler todo o capítulo, ao invés de textos isolados, e assim descobrirem que foram enganados.

Quando a bíblia diz lei, não se refere apenas aos dez mandamentos, e também, quando diz mandamentos, pode não estar se referindo apenas aos dez mandamentos.

Veja como efésios 2:15 coaduna com colossenses 2:16!

"Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a LEI DOS MANDAMENTOS, que consistia em ORDENANÇAS, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,"  (Efésios 2 : 15)

Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ORDENANÇAS, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.
"Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos SÁBADOS,"  (Colossenses 2 : 14 e 16)

Quanto ao domingo (decreto dominical), é mais uma das alucinações de sua “profetisa”, mostre-me na bíblia?

O Senhor Jesus diz que veio cumprir a Lei (Mateus.5:17), e a cumpriu (Lucas 24:44), (João 19:30). O apostolo Paulo comparou a liberdade cristã à Lei do casamento (Rm.7:1-3) Se uma mulher for de outro homem, estando seu marido ainda vivo, é adultera.Isso porque, está ligada à Lei do marido. Por conseguinte, não podemos estar ligados à Lei e a Cristo ao mesmo tempo. A função da lei foi Patológica (descobrir a causa da doença): revelar o pecado no homem. Mas ela não pode curar (Romanos.3:19, 20 ; Gálatas.2:16; 3:24).

Somos ministro de um novo testamento:

O qual nos fez também capazes de ser MINISTROS DE UM NOVO TESTAMENTO, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica. (II Coríntios 3:6)
E, se o ministério da morte, GRAVADO COM LETRAS EM PEDRAS, veio em glória, de maneira que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, a qual era transitória,
Porque, se o que era transitório foi para glória, muito mais é em glória o que permanece.
Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido; (versos 6, 7,11, 14)

A Lei foi dada única e exclusivamente a Israel (Salmos 147:119 e 20), até que Jesus a cumprisse e estabelecesse a nova aliança (Mateus 26:28).

”Separados estais de CRISTO, os que vos justificais pela Lei; da graça tendes caídos.(Gálatas 5:4).

"E isto por causa dos falsos irmãos que se intrometeram, e secretamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos porem em servidão;"  (Gálatas 2 : 4)

Lei serviu de AIO, para nos conduzir a Cristo. Se já estamos em Cristo, não precisamos mais do tal AIO, assim como não precisamos mais da condução depois que ela nos leva ao nosso destino.
De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados.
Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio. (Gálatas 3:24 e 25).

Ora, o FIM DO MANDAMENTO É O AMOR de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida.
Querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam.
Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente;

O problema não está na lei, mas no homem que não pode cumpri-la como prescrevia a lei.

SABENDO ISTO, QUE A LEI NÃO É FEITA PARA O JUSTO, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas,
Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, E PARA O QUE FOR CONTRÁRIO À SÃ DOUTRINA, (I Timóteo 1: 5,7,9 e 10).

"Assim, meus irmãos, também vós ESTAIS MORTOS PARA a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais de outro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus."  (Romanos 7 : 4);

Porque eu, pela lei, ESTOU MORTO PARA A LEI, para viver para Deus.
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.
Não ANIQUILO a graça de Deus; porque, se a justiça provém da lei, segue-se que CRISTO MORREU EM VÃO. (Gálatas 2: 19 a 21).

A lei nos serviu de aio para nos conduzir a Cristo (Gálatas 3:24 e 25), agora que chegamos a Ele, não temos mais necessidade de aio, condutor ou qualquer outra coisa, temos acesso direto a Ele. A lei é justa e santa (Romanos 7:12), tão justa e tão santa que me fez ver o quanto sou pecador e incapaz de satisfazer os padrões que Deus exigia de mim através de sua lei (Romanos 7: 14 a 25), (I Timóteo 1:8), (Gálatas 3:10), (Tiago 2:10). Por isso o meu Senhor e Salvador Jesus Cristo cumpriu toda a lei e se fez maldição em meu lugar (Gálatas 3:13), (Gálatas 4: 4 e 5), para que pela fé, mediante a sua graça eu fosse salvo (Gálatas 2:16). De posse dessa tão grande salvação, agora me resta seguir as pegadas de Jesus (João13:34), seguidas e ensinadas pelos apóstolos (I João 3:23), (Romanos 7:4 e 6), ( Gálatas 2: 19 a 21), que incluem muitas regras de condutas, mas exclui a guarda do sábado e outros rituais judaicos (Gálatas 4: 9 a 11), (Colossenses 2: 14, 16 e 17), os quais quereis seguir.

Querido, vc é que está precisando rever seu conceitos!

Um abraço.

+Seguidor da Palavra Pois é, estimado irmão, porém o amigo ainda não conseguiu enxergar que em nenhuma passagem é dito quando os nossos pecados serão definitivamente eliminados. As passagens citadas pelo amigo diz-nos O QUE será feito, mas não diz QUANDO será feito. Dizer que se dá imediatamente, é algo vago! Imediatamente a que evento?

Onde na Bíblia está escrito que arcanjo é uma classe de anjo? A palavra anjo significa mensageiro, um termo usado para definir não apenas querubins, serafins, e outras classes de anjos, mas também, mensageiros de Deus, homens, e até o próprio Jesus, quando traz alguma mensagem a seus profetas.

E onde nos livros de Ellen White, diz-se que passou pecado pela mente de Jesus? Isto não está contido nos livros de Ellen White.

Quanto aos mandamentos, preciso perguntar se o amigo tem lido a mesma Bíblia que tenho lido! Não há ordens de Cristo para a observância dos mandamentos de Deus? Que bíblia o irmão utiliza? Pois a minha bíblia aqui está repleta de passagens e ordens no Novo Testamento para se guardar os mandamentos de Deus.

(citação do irmão) "Os pecados que vc citou  assassinato. Prostituição, ou um adultério, ou a mentira, estão inseridos na lei de Cristo"

Como como poderia ser diferente, querido irmão? Sendo que Cristo é o "Eu Sou" que se mostrou a Moisés, o mesmo Deus que entregou a ele os mandamentos de Deus?

"E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. Disse-lhe ele: Quais? E Jesus disse: Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho;
Honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo." Mateus 19:17-19

E o amigo disse que Jesus vei para cumprir a lei e não abolir, então como o amigo pode sugerir que a lei foi abolida?

E Cristo ordena que se cumpra a Lei assim como ELE mesmo cumpriu, não é isto que lemos na Bíblia?

"Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os CUMPRIR e ENSINAR será chamado grande no reino dos céus." Mateus5:19

Se Jesus cumpriu a Lei e ordenou que nós também cumpramos e ensinemos, por que o amigo insiste em não cumprir nem em ensinar a guarda dos mandamentos?

E onde foi que o amigo leu que a Lei e os Profetas que profetizaram até João acerca da vinda do Messias, perdeu sua validade?

"Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João." Mateus 11:13

E onde o amigo leu nos escritos adventistas que só o Decálogo é que se constituem na Lei?

O amigo também destacou a palavra ORDENANÇAS e o amigo está certo em destacá-la, se o amigo conhece quais são as ordenanças, por que questiona os adventistas sobre  o que deve ser guardado da lei?

E como o amigo pode dizer que a Lei foi única e exclusivamente dada a Israel?

"Porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis." Gênesis 26:5

E desde quando temos que deixar de guardar a Lei por desculpa de alguns usarem-na como um meio de salvação?

E o que tem de mais na Bíblia dizer que a finalidade da Lei é o amor?

E sim, a bíblia diz que os ímpios que se arrependem e vivem como Cristo viveu, estão mortos para a Lei, assim como Cristo sempre esteve. Porque onde não há pecado, não há lei que condene, o que isto tem de mais?

O amigo escreveu que a Lei serviu de Tutor, a nos conduzir até que Cristo viesse. Mas tendo sido conduzidos a Cristo, onde está escrito nas Bíblia que devemos deixar de lado os ensinamentos do Tutor?

E quem lhe ensinou de que o Novo Testamento haveria vindo para revogar ou substituir o Antigo?

Um abraço querido irmão.

+novamenteadventistas Meu querido, é incrível com os livros de sua  “profetisa” enfeitiçam vcs!  É claro que os pecados são perdoados, depois do arrependimento:
"ARREPENDEI-VOS, pois, e convertei-vos, para que sejam APAGADOS os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do SENHOR,"  (Atos 3 : 19)

Ellen White não diz com essas palavras, mas dá no mesmo!

A bíblia diz que Miguel é UM DOS, ou seja, podem existir outros, não é singular. Jesus é ÚNICO. Onde na bíblia diz que Jesus é Miguel?

Quanto a bíblia, leia a mesma que a sua, porém sem adaptar a nenhuma “profetisa”. Guardamos os mandamentos de Cristo, dados na Nova Aliança! Onde Ele manda guardar o sábado? Que é o que está por trás disso? Se vc  guarda os mandamentos de toda a bíblia, por que não guarda  a circuncisão (Gn. 17 e 11)? A lua Nova (II Crônicas 31:3)? Etc... ordenanças de Deus?

Sua citação: Como como poderia ser diferente, querido irmão? Sendo que Cristo é o "Eu Sou" que se mostrou a Moisés, o mesmo Deus que entregou a ele os mandamentos de Deus?

"E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. Disse-lhe ele: Quais? E Jesus disse: Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho;
Honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo." Mateus 19:17-19

Interessante que Ele sempre omitiu o sábado! Além disso Ele não tinha cumprido a lei.

Sua citação: E o amigo disse que Jesus vei para cumprir a lei e não abolir, então como o amigo pode sugerir que a lei foi abolida?

Vou refrescar sua memória, mais uma vez:

Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir. Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, até que tudo se cumpra.  (Mateus 5: 17 e 18)

1º) Ponto

Essa passagem acontece durante o sermão do monte, que começa em Mateus capítulo 5:1 e vai até o capítulo 8:1.

De que lei Jesus falava? A expressão “lei e os profetas,” significa todo o Antigo Testamento, veja:

• Nos versos  5:21-26, Jesus fala sobre não matar...mandamento contido no decálogo.
• Nos versos 5:27-32, Jesus fala sobre o adultério...mandamento contido no decálogo.
• Nos versos 5:33-37, Jesus fala sobre os juramentos...mandamento que não costa no Decálogo, está em (Levítico19:12), (Números 30:2) e (Deuteronômio 23:21).

• Nos versos 5:38-42, Jesus fala sobre a vingança...mandamento que não costa no Decálogo se encontra em (Êxodo 21:24,(Levítico 24:20, (Deuteronômio 19:21).
• Nos versos 5:43-48, Jesus fala do amor ao próximo...mandamento que não costa no decálogo,  inclusive este mandamento  é considerado por Jesus, o segundo mais importante de todos, se encontra em (Levítico 19:18),

Note que Jesus citou 5 mandamentos: 2 do Decálogo e 3 do que estavam originalmente fora do Decálogo. Vemos claramente que a lei da qual falava Jesus,  não era só das tábuas de pedra (Os Dez Mandamentos), mas se referia à lei como um todo. Se seguirmos a linha de raciocínio dos adventistas, então  estaríamos obrigados a guardar toda a lei.

Por que vcs não ensinam a guardar TODA A LEI (as 613 ordenanças)?

2º) Ponto

Quando Jesus disse: “cumprir”, isso significa que ele veio cumprir aquilo que a lei e os profetas diziam, cumprir no sentido de cumprimento da promessa; daquilo que estava previsto, veja o verso 18: “...nem um i ou til jamais passará até que tudo se cumpra.”

 Assim, Jesus Cristo estava cumprindo as escrituras e não as destruindo.
Jesus nasceu sob a lei , seguiu a lei, cumpriu a lei. Jesus não disse que a Lei permanecerá até que o céu e a Terra passem, mas até que tudo fosse cumprido! A Lei e os profetas duraram até João (Lucas 16.16,17). Nada cairia da Lei até que a Lei e os profetas (leis e profecias do AT) tivessem a sua consumação. Isso dá conta da transitoriedade da Lei,  porém, ela só passaria depois do seu integral cumprimento.

Visto que Jesus veio cumpri-la  e ele não falhou (João 19-30), a Lei passou. Jesus não falou sobre uma duração perpétua da Lei, mas ao seu completo cumprimento (Lucas 24.44), (Atos 13.29), (Romanos 10.4) e  (Efésios 2-15)), com o sacrifício de Jesus na cruz, finda-se a antiga aliança e inaugura-se  a nova aliança de Jesus (II Coríntios 3 – 1 à 14), diferente da antiga (Jeremias 31 - 31 a 33).

Sua citação: O amigo também destacou a palavra ORDENANÇAS e o amigo está certo em destacá-la, se o amigo conhece quais são as ordenanças, por que questiona os adventistas sobre  o que deve ser guardado da lei?

Só te provei que o sábado é uma das ORDENANÇAS:
"Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ORDENANÇAS, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,"  (Efésios 2 : 15)

"Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ORDENANÇAS, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz
Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos SÁBADOS, ."  (Colossenses 2 : 14 e 16)

Sua citação: E como o amigo pode dizer que a Lei foi única e exclusivamente dada a Israel?


RESPOSTA:

"Tu, pois, fala aos FILHOS DE ISRAEL, dizendo: Certamente guardareis meus sábados; porquanto isso é um sinal entre mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que eu sou o SENHOR, que vos santifica."  (Êxodo 31 : 13)
"Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão."  (Êxodo 20 : 2)

"Porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito, e que o SENHOR teu Deus te tirou dali com mão forte e braço estendido; por isso o SENHOR teu Deus te ordenou que guardasses o dia de sábado."  (Deuteronômio 5 : 15)
Quem foi que Deus livrou da escravidão do Egito? ISRAEL
Mostra a sua palavra a Jacó, os seus estatutos e os seus juízos a Israel.
Não fez assim a nenhuma outra nação; e quanto aos seus juízos, não os conhecem. Louvai ao SENHOR. (Salmos 147: 19 e 20).

Sua citação: "Porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis." Gênesis 26:5

RESPOSTA:

Abraão guardou diversos “preceitos”, “estatutos” e “leis”; Gênesis 12:1; 17:1, 2; 17:9, 11; 21:12; 22:2 e 26:2, 3; mas a Bíblia não declara que ele tenha guardado o sábado.

A lei que continha a guarda do sábado só foi dada 430 anos depois de Abraão:
"Mas digo isto: Que tendo sido a aliança anteriormente confirmada por Deus em Cristo, a lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não a invalida, de forma a abolir a promessa."  (Gálatas 3 : 17).

Sua citação: E desde quando temos que deixar de guardar a Lei por desculpa de alguns usarem-na como um meio de salvação?

E o que tem de mais na Bíblia dizer que a finalidade da Lei é o amor?

E sim, a bíblia diz que os ímpios que se arrependem e vivem como Cristo viveu, estão mortos para a Lei, assim como Cristo sempre esteve. Porque onde não há pecado, não há lei que condene, o que isto tem de mais?

RESPOSTA: Como que a guarda da lei não é o meio de salvação, segundo a sua crença? Isso é no mínimo uma incoerência, quando todos sabem que, segundo a sua crença, a guarda da lei implica em salvação sim! E isso é anular a obra de Cristo (Gálatas 2: 19 a 21).


Sua citação: O amigo escreveu que a Lei serviu de Tutor, a nos conduzir até que Cristo viesse. Mas tendo sido conduzidos a Cristo, onde está escrito nas Bíblia que devemos deixar de lado os ensinamentos do Tutor?

RESPOSTA:

Quem lhe responde é a bíblia: "Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio (TUTOR)."  (Gálatas 3 : 25)

Sua citação: E quem lhe ensinou de que o Novo Testamento haveria vindo para revogar ou substituir o Antigo?

RESPOSTA:

Quem lhe responde é a bíblia:

"(Pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou) e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual chegamos a Deus."  (Hebreus 7 : 19)
"Porque, se aquela primeira fora irrepreensível, nunca se teria buscado lugar para a segunda."  (Hebreus 8 : 7)

"Dizendo Nova aliança, envelheceu a primeira. Ora, o que foi tornado velho, e se envelhece, perto está de acabar."  (Hebreus 8 : 13).

O qual nos fez também capazes de ser MINISTROS DE UM NOVO TESTAMENTO, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica. (II Coríntios 3:6)
E, se o ministério da morte, GRAVADO COM LETRAS EM PEDRAS, (DECÁLOGO) veio em glória, de maneira que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, a qual era transitória,
Porque, se o que era transitório foi para glória, muito mais é em glória o que permanece.
Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo ABOLIDO; (versos 6, 7,11, 14)

Mas claro que isso, impossível!

Uma perguntinha:

O que é está “debaixo da lei”?


Um abraço “amigo”!

+Seguidor da Palavra O querido irmão não entendeu, a pergunta foi, quando os pecados são eliminados e não quando são perdoados. E este texto que o amigo trouxe e que trata da eliminação dos pecados, mais uma vez não diz que se dão de forma imediata como o amigo afirmou, apenas diz que são eliminados, mas pergunta que persiste, é quando? É preciso que o amigo mostre, na Bíblia, o texto que indique que os pecados são eliminados imediatamente após o arrependimento e o perdão.

(o amigo) "Ellen White não diz com essas palavras, mas dá no mesmo!"

Como assim? As suas palavras e a de Ellen White dão no mesmo!?

E o que tem de mais a Bíblia dizer que Miguel é um dos grandes príncipes e também o nosso príncipe (Daniel 10:21) além de ser também o grande príncipe (Daniel 12:1)?

Onde está escrito na Bíblia que junto com as ordenanças deveria-se deixar de praticar os demais mandamentos de Deus? O amigo mostrou apenas o óbvio de que as ordenanças não são mais praticadas!

"Interessante que Ele sempre omitiu o sábado!"

Mas claro que ele não falou do sábado meu querido, assim como não falou do não ter outros deuses, tomar o nome de Deus em vão, ou não ter para si imagens, Jesus estava falando para Judeus! Monoteístas que adoravam unicamente a Deus e que guardavam o sábado! No que isto diminui a importância destes mandamentos?

(o amigo) "Por que vcs não ensinam a guardar TODA A LEI (as 613 ordenanças)"

Espere aí, o amigo não estaria dizendo que toda a lei era composta de ordenanças, estaria? Quem lhe ensinou isto? Misericórdia! O seu pastor nunca lhe explicou acerca da Lei e das ordenanças da lei?

Meu irmão se o amigo considerar toda a Lei como ordenanças, incluindo o decálogo onde está o sábado, é claro que achará motivos para abolir todos os mandamentos de Deus e não somente o sábado. E quem foi que lhe ensinou tal coisa?

E o amigo não pode pegar apenas um trecho de um verso:

"Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido." Mateus 5:18

Meu amigo, onde foi que Cristo declarou que o céu e a terra passaram? Como então o amigo pode concluir que se possa omitir qualquer jota ou til da Lei?

E o que há de errado em Paulo, por exemplo, dizer de que não devemos julgar as pessoas por guardarem tradições judaicas, como os dias de festas, luas novas e sábados? Sendo que não se tratam de rituais pagãos nem estranhos, mas de sombras do corpo de Cristo?

Noutra hipótese, se tratassem de rituais sincretistas, o que haveria de errado em criticar o exercício dos tais?

Noutra instância se Paulo estivesse se referindo às ordenanças e aos sábados das ordenanças, no que isto ofenderia aos mandamentos de Deus?

Em última instância, se Paulo estivesse a criticar judeus, que estariam exigindo a guarda de ordenanças aos gentios conversos, no que isto interferiria na guarda dos mandamentos, dentre eles o sábado, sempre comemorado ao sétimo Dia?

Quanto a Abraão! Será que eu entendi? O amigo está a justificar que dentre os mandamentos guardados por Abraão não estaria o Sábado, pelo motivo de não ser citado ali no relato sobre Abraão?

E me explique uma coisa: Deus institui, abençoa, santifica e guarda o sábado! E seguindo este exemplo do próprio Deus o amigo não guarda o sábado! Mas guardaria se tal exemplo houvesse sido dado por Abraão?

(o amigo) "A lei que continha a guarda do sábado só foi dada 430 anos depois de Abraão"

Querido irmão de onde foi que o amigo tirou esta informação? Não leu que os próprios descendentes de Israel guardaram o sábado antes mesmo de receberem as tábuas com os mandamentos escritos de Deus?

Os mandamentos de Deus só começaram a ser guardados quando foram dados por meio de Moisés? Me explique isto, sendo que o próprio amigo afirmou que muitos mandamentos de Deus já eram praticados desde muito tempo a exemplo de Abraão.

(o amigo) Como que a guarda da lei não é o meio de salvação, segundo a sua crença? Isso é no mínimo uma incoerência, quando todos sabem que, segundo a sua crença, a guarda da lei implica em salvação sim! E isso é anular a obra de Cristo (Gálatas 2: 19 a 21).

Misericórdia querido irmão, quem foi que lhe disse estas bobagens? Desde quando a guarda da lei foi instituída como um meio de salvação? Sou adventista de berço e nunca ouvi ninguém do meu meio dizer tal barbaridade. A guarda da lei implica em salvação? De onde foi que o amigo tirou isso?

O que tem a ver guarda a lei com obter a salvação, me explique a relação! Pelo menos nunca ouvi tal coisa entre os adventistas, pelo menos não nas várias igrejas que já frequentei ou visitei!

Pelo que consta adventistas crêem na doutrina do Santuário, segundo a qual os pecados Israelitas eram perdoados mediante a FÉ expressa no SACRIFÍCIO DO CORDEIRO, e não na guarda da lei. A salvação SEMPRE foi pela fé e nunca pelas obras, porquanto mesmo sendo salvos pela FÉ, os israelitas, guardavam os mandamentos de Deus e praticavam as boas obras, o amigo não crê nesta teologia?

Em suas respostas acerca do Tutor, o irmão deixou de responder à pergunta cerne da questão:

"O amigo escreveu que a Lei serviu de Tutor, a nos conduzir até que Cristo viesse. Mas tendo sido conduzidos a Cristo, onde está escrito nas Bíblia que devemos deixar de lado os ensinamentos do Tutor?"

E, no que, seguir a Lei através do sentido que ela nos mostra revoga os ensinamentos que ela nos trouxe? Se vamos passar a seguir uma lei pelo verdadeiro sentido espiritual que ela nos dá, como Cristo nos ensinou, ao invés de seguir tão somente pela letra que lemos escrito, por que deveríamos revogá-la?

Respondendo:

Estar debaixo da lei, segundo o que conhecemos é o estado em que nos encontramos antes de nos convertermos e nos batizarmos!

É também o estado a que voltamos, quando nos apostamos da fé, rejeitando a Jesus como único meio de salvação, procurando então outros meios de justificação, como por exemplo, as obras da lei ou até mesmo a caridade, não confiando então mais na Graça de Cristo.

É também um estado de contínua prática do pecado, dentro do cristianismo, sem arrependimento, o que chamamos de "ser um pecadeiro", que consiste em fazer do pecado um estilo de vida. Tais pessoas, cristãs que adotam um pecado qualquer como estilo de vida a que ele se dedica de forma contínua e não arrependida, não pode se tomado como um simples pecador. Aquele portanto que tropeça, mas sempre se arrepende e busca o perdão através da Graça de Cristo, este jamais haverá de perder a salvação que Cristo conquistou. Aquele porém que morre levando uma vida dupla de pecados contínuos e não arrependido, este, após a morte, ou por ocasião da vinda de Cristo, poderá ter seu nome apagado do livro da vida, ficando então debaixo da Lei e sendo contado entre os ímpios.

Um abraço.

+novamenteadventistas
(O amigo): O querido irmão não entendeu, a pergunta foi, quando os pecados são eliminados e não quando são perdoados. E este texto que o amigo trouxe e que trata da eliminação dos pecados, mais uma vez não diz que se dão de forma imediata como o amigo afirmou, apenas diz que são eliminados, mas pergunta que persiste, é quando? É preciso que o amigo mostre, na Bíblia, o texto que indique que os pecados são eliminados imediatamente após o arrependimento e o perdão.

SUA “PROFETISA” É QUE DIZ QUE É IMPOSSIVEL QUE OS PECADOS DOS HOMENS SEJAM CANCELADOS ANTES DO TÉRMINO DO TAL JUÍZO, VC É QUE TEM QUE MOSTRAR ISSO NA BÍBLIA? QUE JESUS PERDOA MAS NÃO APAGA? PRO FAVOR MOSTRE-ME SÓ UM VERSO?

(O amigo), E o que tem de mais a Bíblia dizer que Miguel é um dos grandes príncipes e também o nosso príncipe (Daniel10:21) além de ser também o grande príncipe (Daniel 12:1)?

PORQUE O ARCANJO MIGUEL NÃO É JESUS! EXISTE MUITA DIFERENÇA:
A BÍBLIA APRESENTA MUITAS DIFERENÇAS ENTRE JESUS E MIGUEL:

- JESUS É CRIADOR (JO. 1.3 )      MIGUEL É CRIATURA (CL 1.16 )

- JESUS É ADORADO POR MIGUEL (HB 1.6),  MIGUEL NÃO PODE SER ADORADO (AP. 22.8-9 )

- JESUS É O SENHOR DOS SENHORES (AP. 17.14)    MIGUEL É PRÍNCIPE (DN. 10.13)

- JESUS É REI DOS REIS              MIGUEL É PRÍNCIPE DOS JUDEUS (DN. 12.1).

( o amigo) = onde está escrito na bíblia que junto com as ordenanças deveria-se deixar de praticar os demais mandamentos de deus? o amigo mostrou apenas o óbvio de que as ordenanças não são mais praticadas!

TE PROVEI QUE O SÁBADO ERA UMA DAS ORDENANÇAS:

"NA SUA CARNE DESFEZ A INIMIZADE, ISTO É, A LEI DOS MANDAMENTOS, QUE CONSISTIA EM ORDENANÇAS, PARA CRIAR EM SI MESMO DOS DOIS UM NOVO HOMEM, FAZENDO A PAZ,"  (EFÉSIOS 2 : 15)

"HAVENDO RISCADO A CÉDULA QUE ERA CONTRA NÓS NAS SUAS ORDENANÇAS, A QUAL DE ALGUMA MANEIRA NOS ERA CONTRÁRIA, E A TIROU DO MEIO DE NÓS, CRAVANDO-A NA CRUZ."
PORTANTO, NINGUÉM VOS JULGUE PELO COMER, OU PELO BEBER, OU POR CAUSA DOS DIAS DE FESTA, OU DA LUA NOVA, OU DOS SÁBADOS, (COLOSSENSES 2 : 14 E 16)

SE VC NÃO CRÊ NA PALAVRA AI É ENXUGAR GELO!


(O amigo). Misericórdia querido irmão, quem foi que lhe disse estas bobagens? Desde quando a guarda da lei foi instituída como um meio de salvação? Sou adventista de berço e nunca ouvi ninguém do meu meio dizer tal barbaridade. A guarda da lei implica em salvação? De onde foi que o amigo tirou isso?

O que tem a ver guarda a lei com obter a salvação, me explique a relação! Pelo menos nunca ouvi tal coisa entre os adventistas, pelo menos não nas várias igrejas que já frequentei ou visitei!

É CLARO QUE VCS NÃO VAI DIZER QUE A SALVAÇÃO É PELA LEI! VCS NÃO SÃO TROUXA, TÁ MUITO CLARO NA BÍBLIA! QUEM DIZ ISSO É O MODO COMO VCS CREEM. OS CATÓLICOS TB NÃO DIZEM QUE SÃO IDÓLATRAS.

(O amigo), Espere aí, o amigo não estaria dizendo que toda a lei era composta de ordenanças, estaria? Quem lhe ensinou isto? Misericórdia! O seu pastor nunca lhe explicou acerca da Lei e das ordenanças da lei?

Meu irmão se o amigo considerar toda a Lei como ordenanças, incluindo o decálogo onde está o sábado, é claro que achará motivos para abolir todos os mandamentos de Deus e não somente o sábado. E quem foi que lhe ensinou tal coisa?

E o amigo não pode pegar apenas um trecho de um verso:

O QUE A BÍBLIA ME DIZ É QUE NA LEI EXISTIAM PRECEITOS MORAIS, CERIMONIAIS, CIVIS, FORMANDO UMA ÚNICA LEI. TANTO DENTRO COMO FORA DO DECÁLOGO EXISTIAM PRECEITOS MORAIS E CERIMONIAIS.


(O amigo) "Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido." Mateus 5:18

Meu amigo, onde foi que Cristo declarou que o céu e a terra passaram? Como então o amigo pode concluir que se possa omitir qualquer jota ou til da Lei?

“ATÉ QUE TUDO SEJA CUMPRIDO”.

AGORA VEJA O QUE JESUS DISSE NA CRUZ:

JOÃO 19:30: “ENTÃO JESUS, DEPOIS DE TER TOMADO O VINAGRE, DISSE: ESTÁ CUMPRIDO (EM OUTRAS VERSÕES: ESTÁ CONSUMADO; ESTÁ PAGO). DO GREGO TATALETAI.

NENHUM TIL E NENHUMA VÍRGULA NA LEI E NOS PROFETAS QUE DIZIA QUE CRISTO PADECERIA E MORRERIA POR NOSSOS PECADOS CAIRIA POR TERRA ATÉ QUE TUDO FOSSE CUMPRIDO, E TUDO REALMENTE SE CUMPRIU EM CRISTO COM A SUA MORTE E RESSURREIÇÃO, POR ISTO ELE DISSE ESTÁ CUMPRIDO, INAUGURANDO UMA NOVA ALIANÇA NO SEU SANGUE, ONDE O HOMEM TEM ACESSO A DEUS, PELA GRAÇA (FAVOR IMERECIDO) MEDIANTE A FÉ EM JESUS CRISTO.

PORTANTO ESTE TEXTO ISOLADO, USADO PELO ADVENTISMO PARA REFERIR-SE APENAS AOS DEZ MANDAMENTOS, ESCONDE DOS FIÉIS OS ERROS GROTESCOS DE INTERPRETAÇÃO DA BÍBLIA, PARECE QUE ELES NÃO IMAGINAVAM QUE ALGUM DIA ALGUÉM IA LHE MOSTRAR TODO O CAPÍTULO, AO INVÉS DE TEXTOS ISOLADOS, E ASSIM DESCOBRIREM QUE FORAM ENGANADOS.

QUANDO A BÍBLIA DIZ LEI, NÃO SE REFERE APENAS AOS DEZ MANDAMENTOS, E TAMBÉM, QUANDO DIZ MANDAMENTOS, PODE NÃO ESTAR SE REFERINDO APENAS AOS DEZ MANDAMENTOS.

(O amigo). E o que há de errado em Paulo, por exemplo, dizer de que não devemos julgar as pessoas por guardarem tradições judaicas, como os dias de festas, luas novas e sábados? Sendo que não se tratam de rituais pagãos nem estranhos, mas de sombras do corpo de Cristo?

Noutra hipótese, se tratassem de rituais sincretistas, o que haveria de errado em criticar o exercício dos tais?

Noutra instância se Paulo estivesse se referindo às ordenanças e aos sábados das ordenanças, no que isto ofenderia aos mandamentos de Deus?

Em última instância, se Paulo estivesse a criticar judeus, que estariam exigindo a guarda de ordenanças aos gentios conversos, no que isto interferiria na guarda dos mandamentos, dentre eles o sábado, sempre comemorado ao sétimo Dia?

LAMENTO LHE INFORMA QUERIDO, MAS DESDE CRIANCINHA LHE ENGANARAM COM RELAÇÃO AO SÁBADO DE COLOSSENSES:

1º) ARGUMENTO – OS SÁBADOS DE COLO.2-16, SÃO OS SÁBADOS CERIMONIAIS DE LEV.23
A EXPRESSÃO DE CL 2.16 “DIAS DE FESTA’ SE RELACIONA COM OS FERIADOS ANUAIS OU SÁBADOS CERIMONIAIS QUE ERAM DENOMINADOS DIAS DE FESTA, “SÃO ESTAS AS FESTAS FIXAS DO SENHOR, QUE PROCLAMAREIS PARA SANTAS CONVOCAÇÕES, PARA OFERECER AO SENHOR...” (LV 23.37). LOGO OS SÁBADOS CERIMONIAIS OU ANUAIS JÁ ESTÃO INCLUÍDOS NESSA FRASE, RESTANDO À PALAVRA SÁBADOS O SENTIDO DIFERENTE DE SÁBADOS SEMANAIS, “ ALÉM DOS SÁBADOS DO SENHOR... “ (LV 23.38).

ERAM SETE AS FESTAS ANUAIS JUDAICAS MENCIONADAS EM LV 23:

1.FESTA DOS ASMOS - V. 6
2.FESTA DA PÁSCOA – V. 5
3.FESTA DE PENTECOSTES – V. 15, 16
4.FESTA DAS TROMBETAS – V. 24
5.FESTA DA EXPIAÇÃO – V. 27, 28
6.FESTA DOS TABERNÁCULOS (PRIMEIRO DIA DA FESTA)- V. 34
7.FESTA DOS TABERNÁCULOS (ÚLTIMO DIA DA FESTA) – V. 36

A FÓRMULA ‘DIAS DE FESTA, LUAS NOVAS E SÁBADOS’ É A FÓRMULA CONSAGRADA PARA INDICAR OS DIAS SAGRADOS ANUAIS, MENSAIS E SEMANAIS OU INVERSAMENTE, SEMANAIS, MENSAIS E ANUAIS.
2º) ARGUMENTO (MEUS SÁBADO E DIFERENTES DE SEUS SÁBADOS)
IMAGINEMOS O TEXTO DE JO 20.17, QUANDO JESUS DECLARA, “NÃO ME DETENHAS, PORQUE INDA NÃO SUBI PARA MEU PAI, MAS VAI PARA MEUS IRMÃOS, E DIZE-LHES QUE EU SUBO PARA MEU PAI E VOSSO PAI, MEU DEUS E VOSSO DEUS”. PORVENTURA, AS PALAVRAS “MEU” PAI E “VOSSO”PAI E “MEU” DEUS E “VOSSO DEUS” SE REFEREM A PAIS DISTINTOS E DEUSES DISTINTOS? OUTROS EMPREGOS DE PRONOMES POSSESSIVOS “MEUS” E “VOSSOS” SE REFEREM ÀS MESMAS COISAS E A COISAS DISTINTAS:

1. EXEMPLO:
“TAMBÉM OS LEVAREI AO MEU SANTO MONTE, E OS ALEGRAREI NA MINHA CASA DE ORAÇÃO; OS SEUS HOLOCAUSTOS E AOS SEUS SACRIFÍCIOS SERÃO ACEITOS NO MEU ALTAR; PORQUE A MINHA CASA SERÁ CHAMADA CASA DE ORAÇÃO PARA TODOS OS POVOS”. (IS 56.7).
“EIS QUE A VOSSA CASA VAI FICAR-VOS DESERTA”. (MT 23.38).
PERGUNTAMOS: TRATA-SE DA MESMA CASA OU SE TRATA DE CASAS OU TEMPLOS DIFERENTES NA CIDADE DE JERUSALÉM?

2. EXEMPLO:

“E DIR-LHES-ÁS: ESTA É A OFERTA QUEIMADA QUE OFERECEREIS AO SENHOR: DOIS CORDEIROS DE UM ANO, SEM DEFEITO, CADA DIA, EM CONTÍNUO HOLOCAUSTO”. (NM 28.3)
“ESTE É O HOLOCAUSTO CONTÍNUO, INSTITUÍDO NO MONTE SINAI, EM CHEIRO SUAVE, OFERTA QUEIMADA AO SENHOR”. (NM 28.6).
“E ALI TRAREIS OS VOSSOS HOLOCAUSTOS, E OS VOSSOS SACRIFÍCIOS, E OS VOSSOS DÍZIMOS, E A OFERTA ALÇADA DA VOSSA MÃO, E OS VOSSOS VOTOS, E AS VOSSAS OFERTAS VOLUNTÁRIAS, E OS PRIMOGÊNITOS DAS VOSSAS VACAS E DAS VOSSAS OVELHAS”. (DT 12.6).

PERGUNTO: TRATA-SE, PORVENTURA, DE SACRIFÍCIOS, DÍZIMOS, OFERTAS, VOTOS, OFERTAS VOLUNTÁRIAS, PRIMOGÊNITOS DE VACAS E OVELHAS DIFERENTES OU DOS MESMOS HOLOCAUSTOS OFERECIDOS AO SENHOR MENCIONADOS EM NM 8.6?

3. EXEMPLO:

“GUARDAREIS OS MEUS SÁBADOS, E REVERENCIAREIS O MEU SANTUÁRIO. EU SOU O SENHOR”. (LV 26.2).
“ENTÃO A TERRA FOLGARÁ NOS SEUS SÁBADOS, TODOS OS DIAS DA SUA ASSOLAÇÃO, E VÓS ESTAREIS NA TERRA DOS VOSSOS INIMIGOS; ENTÃO A TERRA DESCANSARÁ, E FOLGARÁ NOS SEUS SÁBADOS”. (LV 26.34-35).

PERGUNTO: COMPARANDO LV 26.2 COM LV 26.34-35 PODERIAM OS ADVENTISTAS AFIRMAR QUE SÃO SÁBADOS DIFERENTES POR CONSTAR “MEUS SÁBADOS” E “SEUS SÁBADOS?” DAS MESMAS INSTITUIÇÕES SE DIZ QUE SÃO DO SENHOR PORQUE FORAM ORDENADAS PELO SENHOR E QUE SÃO DOS JUDEUS, PORQUE FORAM DESIGNADOS PARA OS JUDEUS

3º) ARGUMENTO O SÁBADO NO PLIURAL:

VCS ALEGAM AINDA QUE NO TEXTO DE COLOSSENSES 2.16 A PALAVRA “SÁBADOS” APARECE NO PLURAL E QUE ESSA PALAVRA NO “VELHO TESTAMENTO, É APLICADA NÃO SOMENTE AO SÉTIMO DIA, MAS A TODOS OS OUTROS DIAS DE REPOUSO SAGRADO QUE ERAM OBSERVADOS PELOS HEBREUS, E PARTICULARMENTE AO COMEÇO E ENCERRAMENTO DE SUAS GRANDES FESTIVIDADES.” E CONCLUEM DIZENDO, “SE HOUVESSE USADO A PALAVRA NO SINGULAR, ‘O SÁBADO’, TERIA FICADO CLARO. VCS MESMO RECONHECEM QUE OS TERMOS “SÁBADO, SÁBADOS E DIA DE SÁBADO” APARECEM 60 VEZES E SEMPRE SE REFEREM AO SÉTIMO DIA COM EXCEÇÃO DE UM  O DE CL 2.16.”
MAS, PODE-SE OBSERVAR AINDA QUE NO NOVO TESTAMENTO APARECE A PALAVRA SÁBADOS NO PLURAL REFERINDO-SE AOS SÁBADOS SEMANAIS NAS SEGUINTES PASSAGENS (MT 12:5) “OU NÃO TENDES LIDO NA LEI QUE, AOS SÁBADOS, OS SACERDOTES NO TEMPLO VIOLAM O SÁBADO, E FICAM SEM CULPA?” (MT 12:12) “POIS, QUANTO MAIS VALE UM HOMEM DO QUE UMA OVELHA? É, POR CONSEQÜÊNCIA, LÍCITO FAZER BEM NOS SÁBADOS.” (LC 4:31) “E DESCEU A CAFARNAUM, CIDADE DA GALILÉIA, E OS ENSINAVA NOS SÁBADOS.” (LC 6:2) “E ALGUNS DOS FARISEUS LHES DISSERAM: POR QUE FAZEIS O QUE NÃO É LÍCITO FAZER NOS SÁBADOS?” (LC 6:9)
“ENTÃO JESUS LHES DISSE: UMA COISA VOS HEI DE PERGUNTAR: É LÍCITO NOS SÁBADOS FAZER BEM, OU FAZER MAL? SALVAR A VIDA, OU MATAR?” (JO 5:9) “LOGO AQUELE HOMEM FICOU SÃO; E TOMOU O SEU LEITO, E ANDAVA. E AQUELE DIA ERA SÁBADO.” (JO 5:16) “E POR ESTA CAUSA OS JUDEUS PERSEGUIRAM A JESUS, E PROCURAVAM MATÁ-LO, PORQUE FAZIA ESTAS COISAS NO SÁBADO.” (JO 5:18) “POR ISSO, POIS, OS JUDEUS AINDA MAIS PROCURAVAM MATÁ-LO, PORQUE NÃO SÓ QUEBRANTAVA O SÁBADO, MAS TAMBÉM DIZIA QUE DEUS ERA SEU PRÓPRIO PAI, FAZENDO-SE IGUAL A DEUS.” (AT 13:27) “POR NÃO TEREM CONHECIDO A ESTE, OS QUE HABITAVAM EM JERUSALÉM, E OS SEUS PRÍNCIPES, CONDENARAM-NO, CUMPRINDO ASSIM AS VOZES DOS PROFETAS QUE SE LÊEM TODOS OS SÁBADOS.” (AT 17:2) “E PAULO, COMO TINHA POR COSTUME, FOI TER COM ELES; E POR TRÊS SÁBADOS DISPUTOU COM ELES SOBRE AS ESCRITURAS,”

SE, NAS PASSAGENS RELACIONADAS, A PALAVRA SÁBADO É ENCONTRADA NO PLURAL “SÁBADOS” E SIGNIFICA O SÁBADO SEMANAL, POR QUE SÓ EM COLOSSENSES 2.16 A PALAVRA “SÁBADOS” HAVERIA DE SER INTERPRETADA COMO O TAL SÁBADO CERIMONIAL DAS SOLENIDADES ANUAIS?

ESSE É O ARGUMENTO MAIS INFANTIL, TODOS OS ARGUMENTOS QUE O IASD INVENTA PÁRA NEGAR ESSA PASSAGEM NÃO RESISTE AO SIMPLES EXAME DAS ESCRITURAS.

(o AMIGO) , Quanto a Abraão! Será que eu entendi? O amigo está a justificar que dentre os mandamentos guardados por Abraão não estaria o Sábado, pelo motivo de não ser citado ali no relato sobre Abraão?

E me explique uma coisa: Deus institui, abençoa, santifica e guarda o sábado! E seguindo este exemplo do próprio Deus o amigo não guarda o sábado! Mas guardaria se tal exemplo houvesse sido dado por Abraão?

NÃO SE DEVE PENSAR QUE NÃO EXISTIA NENHUM TIPO DE LEI ANTES DE MOISÉS. FORAM ESCRITOS NAS MENTES E NAS CONSCIÊNCIAS DOS HOMENS DESDE O PRINCÍPIO, O HOMEM TINHA CONSCIÊNCIA DO QUE ERRA CERTO E ERRADO. A LEI COMO REGRA DE VIDA FOI DADA NO SINAI (ÊXODO 20), E FOI NESSA LEI QUE CONTINHA O MANDAMENTO DO SÁBADO, POIS ANTES, EM 2500 ANOS DO ÉDEN ATÉ O SINAI, NÃO EXISTE NENHUM REGISTRO PARA O MANDAMENTO.

(O amigo), Querido irmão de onde foi que o amigo tirou esta informação? Não leu que os próprios descendentes de Israel guardaram o sábado antes mesmo de receberem as tábuas com os mandamentos escritos de Deus?

DA PALAVRA DE DEUS!

Vcs dizem que o sábado foi guardado antes da lei se entregue, a bíblia diz o contrário:

"E O TEU SANTO SÁBADO LHES FIZESTE CONHECER; E PRECEITOS, ESTATUTOS E LEI LHES MANDASTE PELO MINISTÉRIO DE MOISÉS, TEU SERVO."  (NEEMIAS 9 : 14)

(O amigo), Pelo que consta adventistas crêem na doutrina do Santuário, segundo a qual os pecados Israelitas eram perdoados mediante a FÉ expressa no SACRIFÍCIO DO CORDEIRO, e não na guarda da lei. A salvação SEMPRE foi pela fé e nunca pelas obras, porquanto mesmo sendo salvos pela FÉ, os israelitas, guardavam os mandamentos de Deus e praticavam as boas obras, o amigo não crê nesta teologia?

CREIO NA TEOLOGIA BIBLICA, QUE A SALVAÇÃO É PELA FÉ EM JESUS, E PRATICA BOAS OBRAS, E NÃO OBRAS DA LEI (ROMANOS 3:28)

(O amigo),

(O amigo), Estar debaixo da lei, segundo o que conhecemos é o estado em que nos encontramos antes de nos convertermos e nos batizarmos!

É também o estado a que voltamos, quando nos apostamos da fé, rejeitando a Jesus como único meio de salvação, procurando então outros meios de justificação, como por exemplo, as obras da lei ou até mesmo a caridade, não confiando então mais na Graça de Cristo.

É também um estado de contínua prática do pecado, dentro do cristianismo, sem arrependimento, o que chamamos de "ser um pecadeiro", que consiste em fazer do pecado um estilo de vida. Tais pessoas, cristãs que adotam um pecado qualquer como estilo de vida a que ele se dedica de forma contínua e não arrependida, não pode se tomado como um simples pecador. Aquele portanto que tropeça, mas sempre se arrepende e busca o perdão através da Graça de Cristo, este jamais haverá de perder a salvação que Cristo conquistou. Aquele porém que morre levando uma vida dupla de pecados contínuos e não arrependido, este, após a morte, ou por ocasião da vinda de Cristo, poderá ter seu nome apagado do livro da vida, ficando então debaixo da Lei e sendo contado entre os ímpios.

ESTAR “DEBAIXO DA LEI”, SEGUNDO A BÍBLIA, É CONTINUAR NOS PRECEITOS DA LEI:
"ORA, A LEI NÃO É DA FÉ; MAS O HOMEM, QUE FIZER ESTAS COISAS, POR ELAS VIVERÁ."  (GÁLATAS 3 : 12)
A PALAVRA DIZ QUE JESUS VIVEU DEBAIXO DA LEI (GÁLATAS 4: 4 E 5), NA SUA CONCEPÇÃO JESUS NÃO ERA CONVERTIDO?
PAULO SE COLOCOU DEBAIXO DA LEI (I COR. 9: 20 E 21), SERÁ QUE PAULO TB NÃO ERA BATIZADO E NEM CONVERTIDO?

REFLITA, MINHA ESPOSA TB ERA ADVENTISTA DE BERÇO; MAS PARA A GLÓRIA DE DEUS FOI LIBERTA DO ENGANO.

UM ABRAÇO.

+Seguidor da Palavra

(o amigo) "VC É QUE TEM QUE MOSTRAR ISSO NA BÍBLIA? QUE JESUS PERDOA MAS NÃO APAGA? PRO FAVOR MOSTRE-ME SÓ UM VERSO?"

Chegamos ao ponto querido irmão! O juízo investigativo chega justamente em resposta a esta pergunta. O que a Bíblia diz a este respeito? Se o amigo não conseguir mostrar biblicamente que a eliminação dos pecados se dá imediatamente quando do perdão, terei que continuar a crer na doutrina do juízo, pois ela mostra biblicamente quando ocorre o perdão e quando ocorre a eliminação dos pecados.

Deixe-me fazer uma pergunta: Em sua igreja ensina-se a interpretar as profecias de Daniel? Em sua igreja ensina-se a entender o simbolismo de todo o cerimonialismo realizado pela nação Israelita? Ou em sua igreja ensina-se que estas coisas não tem importância, pois são coisas do antigo testamento e não precisam ser estudadas por que não se aplicariam aos cristãos?

E meu querido, onde naqueles versos diz-se que Miguel é uma criatura como os anjos que servem a Deus no céu? O amigo conhece o significado do nome Miguel?

E os versos que o amigo me mostrou não declaram que o sábado era uma das ordenança. Onde está o sábado ali, dentre as ordenanças, naqueles versos que o amigo me mostrou?

E quem foi que lhe ensinou de que os adventistas crêem de que a salvação é através dos mandamentos e não pela Graça de Cristo? Acaso o amigo conhece a doutrina do Santuário? Repetirei a pergunta que fiz ao amigo:

"Pelo que consta adventistas creem na doutrina do Santuário, segundo a qual os pecados Israelitas eram perdoados mediante a FÉ expressa no SACRIFÍCIO DO CORDEIRO, e não na guarda da lei. A salvação SEMPRE foi pela fé e nunca pelas obras, porquanto mesmo sendo salvos pela FÉ, os israelitas, guardavam os mandamentos de Deus e praticavam as boas obras, o amigo não crê nesta teologia?"

Pergunto novamente, o amigo crê nesta teologia?

(o amigo) "O QUE A BÍBLIA ME DIZ É QUE NA LEI EXISTIAM PRECEITOS MORAIS, CERIMONIAIS, CIVIS, FORMANDO UMA ÚNICA LEI. TANTO DENTRO COMO FORA DO DECÁLOGO EXISTIAM PRECEITOS MORAIS E CERIMONIAIS."

Pois é querido amigo, então lhe pergunto: Entre os preceitos Morais, Cerimoniais e Civis que formavam uma única Lei, quais destes três aspectos da lei consistiam nas ordenanças?

E repito a pergunta: "Espere aí, o amigo não estaria dizendo que toda a lei era composta de ordenanças, estaria?"

O amigo estaria considerando de que toda a Lei era composta de ordenanças?

(o amigo) "“ATÉ QUE TUDO SEJA CUMPRIDO”.

Pois é querido irmão, pergunto se o amigo conhece o significado da palavra original em grego e que em inglês foi traduzida por "fullfill" (encher completamente), e que em português foi traduzida por "cumprido"!?

O amigo poderia me mostrar?

(o amigo) "ENTÃO JESUS, DEPOIS DE TER TOMADO O VINAGRE, DISSE: ESTÁ CUMPRIDO (EM OUTRAS VERSÕES: ESTÁ CONSUMADO; ESTÁ PAGO). DO GREGO TATALETAI."

Pois é querido amigo, pois a palavra grega usada em Mateus 5:18 é "Plerô", o irmão conhece o significado da palavra "Plerô"?

E como me enganaram querido irmão, se desde a juventude me foi ensinado de que não há ainda uma interpretação sobre a qual se possa "bater o martelo" sobre este verso de Colossenses? Se fui instruído em todas aquelas interpretações possíveis, dentre outros e sendo que jamais fui inquirido a crer piamente nem em uma nem em outra sendo que nem mesmo os eruditos adventistas conseguiram chegar ainda a um veredito!? O amigo realmente conhece o adventismo como julga conhecer?

O que lhe pergunto é, se nem os adventistas tem tanta certeza acerca deste verso de colossenses, o que leva o amigo a crer com tanta certeza em uma única interpretação?

A primeira pergunta que não conseguimos responder é se Paulo estaria defendendo ou atacando aquelas práticas! Em segundo se os sábados referidos ali se tratariam apenas dos cerimoniais, ou se estaria incluindo também o moral. Isto porque este é um dos poucos versos em que não conseguimos compreender o contexto em que tais afirmações de Paulo foram feitas e quais os problemas que a igreja enfrentava naquela época.

Alguns dizem que o contexto era de Judeus que estavam sendo criticados por continuar guardar coisas do cerimonialismo, no qual Paulo haveria dito para não incomodá-los pois aqueles rituais eram sombra do corpo de Cristo e portanto, não consistiriam em idolatria ou heresia pois o Deus para quem apontavam e que estes continuavam a comemorar seria o próprio Cristo.

Outros dizem, de que o contexto era um sincretismo religioso, onde estaria havendo uma mistura dos rituais judaicos com rituais pagãos.

Outros dizem de que os Gentios estavam querendo guardar aqueles aspectos cerimoniais, junto com os Judeus, no qual Paulo haveria advertido que não era mais necessários pois tais coisas apenas apontavam para Cristo e que portanto o tempo de representação daquelas coisas já passaram.

Outros ainda arriscam dizer de que Paulo estaria repreendendo Judeus que estariam a exigir de Gentios a guarda daquelas coisas, no que Paulo haveria intervido e dito que uma cristão não deveria ser considerado mais nem menos parte do povo de Deus, por guardar ou não guardar aquelas coisas.

Como vê querido amigo, como adventista fui muito bem esclarecido acerca desta questão, e não arrisco bater um martelo em prol de alguma destas interpretações embora eu SIMPATIZE mais com a última! Um vez que a Bíblia não nos diz realmente qual era o problema que a igreja estaria enfrentando e que teria gerado AQUELA observação de Paulo.

Então como o amigo pode dizer que os adventistas são enganados? Ou iludidos a aceitar uma única interpretação?

E veja que mesmo crendo na mesma interpretação do amigo, de que Paulo estaria criticando Judeus por exigir a guarda daquelas coisas, não creio que o sábado tenha sido abolido, porque não é isto que tal verso diz! Mesmo sendo outrora servido também como um sinal comemorativo, da libertação do povo escravo no Egito, sendo um prenuncio da libertação definitiva do povo de Deus da escravidão do Pecado (na cruz), o sábado ainda conserva seu cunho moral e natural de dia de descanso divinamente instituído, perene dentre as leis morais de Deus (10 mandamentos). Então embora o aspecto cerimonial do sábado houvesse cumprido seu papel, a sua verdadeira forma em Cristo senhor do sábado, continua perpetuamente. Assim o povo não teria mais que lembra do sábado como um símbolo cerimonial da libertação do Egito, conforme Deuteronômio 5, mas tão somente como o velho e antigo sábado da criação, conforme Êxodo 20, e que provêm agora uma comemoração da libertação do Pecado, TAMBÉM AOS GENTIOS (Hebreus 4).

(esta acima é minha opinião pessoal RESUMIDA, a qual a igreja me dá liberdade de tê-la e manifestá-la)

"ESTAR “DEBAIXO DA LEI”, SEGUNDO A BÍBLIA, É CONTINUAR NOS PRECEITOS DA LEI:"

Creio que o irmão não poderia ter feito uma afirmação mais infeliz! Onde na Bíblia está escrito isto? Paulo nem Jesus jamais disseram tal coisa!

"A PALAVRA DIZ QUE JESUS VIVEU DEBAIXO DA LEI (GÁLATAS 4: 4 E 5), NA SUA CONCEPÇÃO JESUS NÃO ERA CONVERTIDO?"

Não foi isto que eu disse querido amigo! Observe atentamente o que eu lhe disse!

Estar debaixo da Lei é estar debaixo da condenação da Lei! Pergunto ao amigo, Cristo estava debaixo da condenação da Lei? Todos estávamos querido amigo! O amigo ainda não estudou acerca da doutrina do pecado original? Segundo o qual todos nós que nascemos de mulher estamos condenados?

Cristo também nasceu como homem estando condenado pela Lei a pagar o preço pelo pecado, embora nunca tivesse pecado. E justamente por ELE ter se mantido limpo e sem manchas (como o cordeirinho que o representava), é que seu sacrifício serviu de pagamento pelos pecados de toda a humanidade. Significa que o pecado original, que nos faz nascer com tendência para o mal, não contaminou a Jesus Cristo e que ELE também não se permitiu contaminar pelo pecado ao longo de sua vida aqui na terra.

Cristo herdou ESTA NATUREZA, de ser humano nascido no contexto do pecado, sujeito à dor e sofrimento e a ser tentado, coisa às quais não estava sujeito enquanto estava ao lado do Pai tendo apenas a natureza Divina.Tratando de Ellen White, justamente para contradizer o que o amigo pressupõe, a natureza DE HOMEM (porque Jesus sendo 100% Deus também se tornou 100% homem) porém não afetou o aspecto moral de Cristo, no máximo a natureza física, pois Cristo não nasceu como Adão com um corpo perfeito, mas sim como todo homem, padecendo das mesmas fraquezas físicas humanas. Porém Ellen White diz que cristo era moralmente perfeito e jamais sucumbiu às fraquezas desta natureza, nem poderia pois Nele não há trevas, assim como não há trevas no Pai, mesmo assumindo uma natureza humana para governar, por direito, entre os homens, e isto ficou provado na Cruz! Bem como diante de todo o universo, para que ficasse claro de que Cristo é o melhor candidato a reinar sobre a humanidade, até porque aceitou não apenas dar SUA vida, mas também compartilhar da natureza humana.

Saindo de Ellen White e voltando para a Bíblia, Cristo já existia antes do pecado e nunca pecou, por isto não necessitava de conversão (Mateus 3:14)! Em verdade Cristo É A CONVERSÃO e o perfeito modelo da conversão! Dele sai a conversão que visa justamente nos tornar semelhantes a ele (o ser nova criatura) .

Seu pastor já deveria ter lhe ensinado de que o batismo de Jesus foi simbólico no sentido de apenas dar o exemplo, pois Jesus não necessitava de conversão, nem de arrependimento, pelo motivo de, diferente de Adão, nunca ter deixado os caminhos de Deus, pois além de ser Deus, nunca pecou e não havia do que se arrepender! Se houvesse motivos para se arrepender e se converter, já não serviria como messias em cumprimento ao simbolismo do cordeiro limpo e sem manchas crido por João Batista.

Se vê querido amigo, que mesmo, buscando o conhecimento e se interessando pelo adventismo, o irmão não possui de fato um conhecimento acerca de nossas doutrinas e os nossos ensinamentos teológicos. Convido o irmão então a se informar mais em fontes primárias!

O amigo me pergunto onde na Bíblia diz que a eliminação dos pecados não se dá no ato do arrependimento não é isto? Pediu-me inclusive um versículo.Vejo então que o amigo quer conhecer acerca deste assunto!

Pois bem, o amigo conhecerá não apenas quando se dá a eliminação de nosso pecados, como na história a data exata de quando iniciou-se esta eliminação!

Doutrina do Santuário e do Juízo investigativo meu amigo! Se quiser conhecer, assista aos programas do Bíblia Fácil, pela TV Novo Tempo, disponível através da internet, no endereço da "novotempo.com".

Deixo-lhe este verso que é o mesmo que possibilitou aos adventistas a descobrirem de que a eliminação do pecado não se dá imediatamente quando do arrependimento, bem como quando se dá de fato a eliminação destes pecados. E o amigo entenderá isto tudo, quando vier a entender o significado de todo aquele cerimonialismo, bem como as profecias de Daniel, coisas que não se ensinam hoje nas igrejas.

"E ele me disse: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o santuário será purificado." Daniel 8:14

Um abraço.

+novamenteadventistas Sobre a maior heresia adventista:

JUÍZO INVESTIGATIVO

Ensina a Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) que no dia 22 de Outubro de 1844, Nosso Senhor Jesus Cristo entrou no Santuário Celeste para terminar Seu trabalho de Salvação por todos os homens que fossem dignos de tal benefício. Esta doutrina é chamada de Juízo Investigativo. A IASD também ensina que toda sua doutrina se baseia única e exclusivamente na Sagrada Escritura, mais sempre se apóiam nos escritos da Srª. Ellen White, Mas será que encontramos o Juízo Investigativo na Escritura? Será que a Escritura concorda  com esta doutrina adventista?

A Origem do Juízo Investigativo

A Profecia de William  Miller

1º - Que Cristo voltaria de maneira pessoal e visível, nas nuvens dos céus, no  ano de 1843, depois fizeram novo cálculo e decidiram que seria no  dia de 22 de outubro de 1844.
2º - Que os justos mortos ressuscitariam  incorruptíveis e os justos vivos seriam transformados para a imortalidade, sendo ambos levados juntos para reinarem com Cristo na Nova Terra.

Depois que os anúncios “proféticos” do precursor do Adventismo, o Sr. William Miller, foram frustrados, pois Nosso Senhor não voltou nas datas marcadas (21/03/1843 e 22/10/1844), grande mal estar foi gerado entre os seus seguidores (até então não eram conhecidos como Adventistas do Sétimo Dia).
William Miller arrependeu-se publicamente: "Acerca da falha da minha data, expresso francamente o meu desapontamento... Esperamos naquele dia a chegada pessoal de Cristo; e agora, dizer que não erramos é desonesto! Nunca deve¬mos ter vergonha de confessar nossos erros abertamente" (Guilherme Miller) de sua Profecia anti-bíblica: Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai. (Marcos 13:32), retornou à Igreja Batista, onde morreu em 20 de dezembro de 1849. Muitos deles fizeram como seu precursor, retornaram às suas igrejas de origem. Porém, outros se negavam a reconhecer o evidente fracasso. Estas pessoas ficaram sob a liderança de Joseph Bates, Hiram Edson e  Ellen Harmon, na época com 17 nanos, que depois de casada com Tiago White, viria ficar conhecida como Ellen White.

Bem, que Jesus não tinha voltado na data marcada pelo Guilherme Miller, todo mundo viu, depois do grande desapontamento, Hiram Edson, inconformado com a não vinda de Cristo no dia seguinte, andando pelo milharal  diz ter tido uma  “Visão”: Olhando para cima pareceu-lhe uma visão do terceiro Céu. Via ele Cristo entrar ‘para dentro do véu’ no santuário celestial. Essa tal visão via Jesus saindo do primeiro compartimento e entrando  no Santo dos Santos, para fazer um tipo de julgamento investigativo em 22/10/1844 aí  resolveram criar uma emenda pior que o soneto para justificar a falsa profecia de Miller. Concluíram que a data estava correta, porém o fato é que estava equivocado: Jesus não deveria retornar á terra, mas entrar no Santuário Celeste e terminar a Sua obra de redenção. E isto é confirmado pela própria fundadora do Adventismo do Sétimo Dia:

Diz Ellen White:. "O sangue de Cristo, oferecido em favor dos crentes arrependidos, assegurava-lhes perdão e aceitação perante o Pai; contudo, ainda permaneciam seus pecados nos livros de registro. Como no serviço típico havia uma expiação ao fim do ano, semelhantemente, antes que se complete a obra de Cristo para redenção do homem, há também uma expiação para tirar o pecado do santuário. Este é o serviço iniciado quando terminaram os 2.300 dias. Naquela ocasião, conforme fora predito pelo profeta Daniel, nosso sumo Sacerdote entrou no lugar santíssimo para efetuar a última parte de Sua solene obra - purificar o santuário."(Ibidem, p. 420).

"[...] Em 1844 Cristo entrou no mais santo lugar do santuário celestial, para terminar o trabalho de expiação, preparatório de Sua Vinda" “Para fazer expiação por todos aqueles que se mostrassem aptos para receber os beneficios da mesma”    pag. 481).
 “[...] em 1844. Assistido por anjos celestiais, nosso grande Sumo Sacerdote entra no lugar santíssimo, e ali comparece à presença de Deus a fim de Se entregar aos últimos atos de Seu ministério em prol do homem, a saber: realizar a obra do juízo de investigação e fazer expiação por todos os que se verificarem com direito aos benefícios da mesma” (Ibid, p. 480)

Claramente se vê que segundo os adventistas, Nosso Senhor não terminou a Sua obra de redenção com o Sacrifício do Calvário. Para eles, a morte e ressurreição do Senhor não inauguraram um novo tempo, o tempo de amizade entre Deus e os homens:  “Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio,  Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.” (Efésios 2: 13 a 16); pois segundo crêem, Jesus deveria ainda terminar o que começou com o “juízo de investigação”.  O Juízo Investigativo é mais uma prova de que para os Adventistas o sacrifício do Senhor Jesus na cruz  não tem muito valor, não foi suficiente. Vejamos as heresias que esse ensino monstruoso causa:

1ª Heresia: Expiação da cruz Incompleta

Expiação: (do latin expiatione) Ato ou efeito de expiar; Cumprir a pena; remir a culpa; pagamento de divida; (Dicionário. Aurélio)

Para sustentar a suposta profecia, os adventistas ensinam que Jesus entrou no santuário celestial no ano de 1844, e agora está cumprindo a obra de expiação. Esta doutrina da expiação incompleta e contínua é uma tergiversação (Subterfúgio) para com as Escrituras num esforço para justificar as previsões errôneas de Miller,  depois endossada pela sua profetisa, desfazendo a obra do Senhor Jesus na cruz.

Quando Jesus completou a obra de Expiação:

"... [Cristo] Depois de ter realizado a purificação dos pecados, está sentado à direita da Majestade no mais alto dos céus" (Hebreus 1,3). Ora, o autor sagrado está dizendo que Cristo realizou a expiação dos pecados logo após Sua morte e ressurreição, pois a Palavra diz que Jesus, depois de ter aparecido Ressurreto aos discípulos e ter dado ordens, “foi levado ao céu e se assentou à direita de Deus”. (Marcos 16-19) Logo não foi em 1844 que Nosso Senhor realizou “a purificação dos pecados”.




O tabernáculo feito sob a supervisão de Moisés foi uma cópia das coisas verdadeiras no céu (Hebreus 8:5; 9:23). O trabalho do sumo sacerdote prefigurava a obra de Cristo, o qual ofereceu o único sacrifício capaz de remover pecados.


Ellen White ensinava em outras palavras a salvação pelas obras

Diz Ellen White:
Nossos atos, nossas palavras, até mesmo nossos motivos mais secretos, todos têm seu peso na decisão de nossos destinos...embora..esquecidos por nós, nossas obras darão seu testemunho de justificação ou condenação..[5]
Quando qualquer pessoa tiver pecados que permaneçam no livro de registros, pelos quais não se arrependeu e que não lhes foram perdoados, seus nomes serão apagados do livro da vida...[6]
Cada um de vós deve... Trabalhar com toda força para redimir as falhas de sua vida passada. Deus vos colocou num mundo de sofrimento para vos provar, a fim de ver se sois dignos de receber o dom da vida eterna[7]

O Juízo Investigativo diz que a expiação de Cristo não foi completa na cruz, mas que começou em 1844 no céu, e depende de nossas obras. De acordo com Ellen White, o sangue de Cristo, ao invés de fazer “expiação” pela alma (Lv 17-11) e de nos “purificar de todo pecado” (I João 1-7), levou o pecado ao céu. Diz ela:: “Nossos pecados foram de fato, transportados para o Santuário celestial pelo sangue de Cristo”. Para os Adventistas Jesus não pagou os nossos pecados na cruz, mas transferiu-os para o  Santuário Celestial para em 1844 começar a expiação dos pecados que Seu sangue levara até lá,  por meio do “Juízo Investigativo”.

A eficácia do Sacrifício de Cristo na cruz para a nossa salvação.

Os Adventistas se valem mais dos livros de Ellen White do que da Palavra de Deus, que deixa claro no Livro de Hebreus que a Obra  de Redenção foi Completa e concluída na cruz. Mas este, havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus, daqui em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo de seus pés.
 Porque com uma só oblação (sacrifício)  aperfeiçoou para sempre os que são santificados. (Hebreu 10:12 a 14)

"Em seguida, [Cristo] ajuntou: Eis que venho para fazer a tua vontade. Assim, aboliu o Antigo Concerto e estabeleceu uma Nova Aliança. Foi em virtude desta vontade de Deus que temos sido santificados uma vez para sempre, pela oblação (sacrifício) do corpo de Jesus Cristo" (Hb 10,9-10). O autor sagrado declara que o sacrifício de Cristo nos santificou de “uma vez para sempre”. Ele não diz que ainda dependeremos de um Juízo Investigativo para que Jesus fará no Santuário Celeste em 1844 para sermos santificados, mas que o sangue derramado na cruz pagou os nossos pecados:
"Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados;"  (Colossenses 1 : 14)

 O Próprio Senhor Jesus não deixa dúvidas que a sua obra na cruz estava concluída:

E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito. (João 19:30)

E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.
Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer. (João 17: 3 e 4)


Pelo ensino de Ellen White Jesus não sabia quem estava  preparado para o Reino

     Ellen White:
      "Este trabalho de exame de carater, determinando quem está preparado para o Reino de Deus, é o trabalho do Juízo Investigativo." (O Grande Conflito, 1939 página 489 - 1950 página 428)
   
 Precisaria Jesus do Juízo investigativo de 1844 para poder "determinar quem esta preparado para o Reino de Deus"? A Bíblia diz que Jesus sempre conheceu quem estava preparado para o Reino. Este é um atributo de Deus, a onisciência ou a capacidade de ter pre-conhecimento. O nosso Deus ele sonda os corações "Todo caminho do homem é reto aos seus olhos, mas o SENHOR sonda os corações."  (Provérbios 21 : 2), todas as coisas estão descobertas aos seus olhos: "E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar."  (Hebreus 4 : 13)

A Bíblia responde esta questão e nos diz que Jesus conhecia suas ovelhas ainda quando estava  aqui na terra. Por outro lado Ellen White diz-nos que Jesus precisa, dar uma de detetive, iniciar uma  Investigação a partir de  1844, depois de sua morte,  para determinar quem são suas ovelhas. Teria Jesus esquecido quem eram suas ovelhas depois de tanto tempo? Precisaria do Juízo Investigativo para refrescar a sua memória?

• “Eu sou o bom pastor, Eu conheço minhas ovelhas e minhas ovelhas me conhecem...
Jesus disse no primeiro século; "Eu conheço as minhas ovelhas". (João 10:13) De acordo com Ellen White,  ele deveria ter dito:- Eu não conhecerei minhas ovelhas antes de 1844.

Paulo escrevendo a Timóteo, não disse que o Senhor esperaria  1844 para conhecer quem eram eles? Paulo disse " O Senhor conhece aqueles que são seus.

• Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os que lhe pertencem. E mais: Aparte-se da injustiça todo aquele que professa o nome do Senhor. (2 Tim. 2:19)







2ª Heresia: Que Jesus só entrou no Santo dos Santos em 1844

Quando Jesus entrou no Lugar Santíssimo:

"Porém, já veio Cristo, Sumo Sacerdote dos bens vindouros. [...] sem levar consigo o sangue de carneiros ou novilhos, mas com seu próprio sangue, entrou de uma vez por todas no santuário, adquirindo-nos uma redenção eterna" (Hebreus 9,11-12).

Esta passagem é suficiente para mostrar que o ensino adventista do Juízo Investigativo é uma heresia. O autor sagrado quando escreve a epístola aos hebreus, diz que Jesus JÁ “entrou de uma vez por todas no santuário adquirindo-nos uma redenção eterna” e não que entraria em 1844. (há 166 anos atrás).

Jesus se tornou sacerdote e sacrifício, quando entrou no Santo dos Santos com seu próprio sangue (Hebreus 9:12). O autor de Hebreus  não deixa dúvida sobre este fato. Jesus já havia entrado no Santo dos Santos quando o livro de Hebreus foi escrito, (63 anos depois de sua morte ):

Podemos falar com mais precisão ainda em (Hebreus 10:12) diz que Jesus fez seu sacrifício e assentou-se à destra de Deus. “Mas este, havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus,”

Jesus depois de ter aparecido aos discípulos, Ressurreto, depois de dar ordens ascendeu aos céus e assentou-se a destra do Pai: Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu, e assentou-se à direita de Deus. (Marcos 16:19)

A visão de Estevão, quando estava sendo apedrejado,  é mais uma prova de que Jesus já estava no Santo dos Santos, ao lado do Pai, 53 anos depois de sua morte e não em 1844. Mas ele, estando cheio do Espírito Santo, fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus, e Jesus, que estava à direita de Deus;  (Atos 7: 55 )

.
3ª Heresia: Pecados Perdoados, mas não cancelados.

Segundo os Adventistas, Jesus perdoa, mas não apaga os pecados que vão sendo colocado num livro de registro, para que no final do “suposto aniquilamento” dos ímpios, satanás ser aniquilado com esses pecados.

Diz Ellen White:
“A obra do juízo investigativo e extinção dos pecados deve efetuar-se antes do segundo advento do Senhor. Visto que os mortos são julgados pelas coisas escritas nos livros, é impossível que os pecados dos homens sejam cancelados antes de concluído o juízo em que seu caso deve ser investigado.”(O Conflito dos Séculos, p. 488)

Como é que fica a situação dos adventistas que morreram e morrerem antes desse tal Juízo acabar? Sem seus pecados cancelados!  
Pois os nossos pecados foram pagos na cruz. Jesus hoje não é nosso juiz, mas nosso advogado: "Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo."  (I João 2 : 1)

O cancelamento de nossos pecados é imediato desde que o pecador arrependa-se e deixe-o:

• Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.  (I Jo 1 : 9)
• Pois para com as suas iniqüidades, usarei de misericórdia e dos seus pecados jamais me lembrarei. (Hebreus 8:12)
• O sangue de Jesus nos purifica (limpa) de todo pecado (I João 1:7)
• Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro. (Isaías43:25)
• E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais. (João 8:11)


4ª Heresia: Nossos pecados lançados sobre Satanás.

Os adventistas ensinam que o bode emissário (ou bode para azazel) de Levítico 16.22,26 simboliza Satanás. Todas as nossas iniqüidades serão carregadas pelo diabo.

Diz Ellen White:
“Satanás não somente arrostou o peso e castigo de seus próprios pecados, mas também dos pecados da hoste dos remidos, os quais foram colocados sobre ele; e também deve sofrer pela ruína de almas, por ele causadas.”(Primeiros Escritos,p.294/95)   “Quando Cristo, pelo mérito de seu próprio sangue, remover do santuário celestial os pecados de seu povo, ao encerrar-se o seu ministério, Ele os  colocará sobre Satanás, que, na execução do juízo, deverá arrostar a pena final. O bode emissário era enviado para uma terra não habitada, para nunca mais voltar à congregação de Israel. Assim será Satanás para sempre banido da presença de Deus e de seu povo, e eliminado da existência na destruição final do pecado e dos pecadores. (O Grande Conflito, Ellen G. White, p. 421, )

Entende-se do ensino acima que:

• É Satanás quem leva nossos pecados;
• Que fará expiação por nossos pecados, quando, no Juízo, for aniquilado;
• Que na sua morte nossos pecados serão cancelados.



É incrível como alguém que se diz “Evangélico” aceite doutrina tão contrária ao Evangelho. Será que não se dão conta das implicações de tal ensino? Isto faria o diabo nosso co-salvador com Cristo, a expiação de nossos pecados seria realizada em parte por Cristo e em parte por Satanás, ele seria um ajudador de Cristo. O simbolismo real desta passagem mostra Cristo levando sobre si os nossos pecados.

Os dois bodes (Expiatório e o Emissário) era apenas uma simbologia de Cristo no A.  Testamento.
O Bode Emissário (Azazel = Afastamento)

“Mas o bode, sobre que cair a sorte para ser bode emissário, apresentar-se-á vivo perante o Senhor, para fazer expiação com ele, a fim de enviá-lo ao deserto como bode emissário” (Lv 16.10).

Pelo fato de ser lançada sorte sobre ambos os bodes, os dois deviam ser sem defeitos (Lev 4:23). Se o bode emissário representava Satanás, é ele sem defeitos? Além disso, encontramos afirmado, por duas vezes, que a expiação dos pecados do povo de Israel era feita pelos dois bodes e não apenas pelo o bode expiatório, esses dois versículos (Levitico 16:05 e16:10) derruba toda tese do ensino Adventista, já que o Diabo não pode expiar pecados:
Da congregação dos filhos de Israel tomará dois bodes, para OFERTA pelo pecado...(Lv 16.5).
Mas o bode sobre que cair a sorte para bode emissário será apresentado vivo perante o Senhor, para fazer EXPIAÇÃO por meio dele  (Lv 16.10).
Se aplicarmos a Satanás as tarefas do bode emissário, então deveríamos ensinar que o diabo faz expiação, já que os dois bodes era para expiação. Isto  seria anti-bíblico. Além disso, os pecados do povo de Israel eram confessados sobre o bode emissário” E Arão porá ambas as suas mãos sobre a cabeça do bode vivo, e sobre ele confessará todas as iniqüidades dos filhos de Israel.... “(Lv 16.21), confessar  pecados a Satanás é heresia, confessa-se pecados a Cristo (I Jo 1 :9) a obra expiatória é exclusiva do próprio Deus
Expiação por meu pecado é feita somente pelo sangue derramado de Cristo. (1 Jo 1.7). Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.(I Pedro 2:24)

Um quadro comparativo

• Se o bode emissário não representa Satanás, então quem ele tipifica?
Resposta:  Assim, aquele bode LEVARÁ sobre si todas as INIQÜIDADES... (Levítico 16.22)
• Quem levará as iniqüidades sobre si?
Resposta: porque as iniqüidades deles levará sobre si. (Isaías 53.11)
Arão porá ambas as mãos sobre a cabeça do bode vivo e sobre ele confessará todas as iniqüidades dos filhos de Israel, todas as suas transgressões e todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode e enviá-lo-á ao deserto, pela mão dum homem à disposição para isso. (Levítico 16.21)
Mas o Senhor faz cair sobre ele a iniqüidade de nós todos. (Isaías 53.6)
Isaías profetizou sobre Jesus e não so’bre satanás (Is 53.4-6,11,12, compare com Mt 8.16,17; Atos 8.32-35).

Argumentam os Adventistas que a expiação tinha acabado com o 1º bode (Lv 16:20) e que o  segundo bode não havia derramamento de sangue. E seria necessário? No Dia da Expiação, conforme Levítico 16, um bode era sacrificado como oferecimento pelo pecado. Sobre a cabeça do outro bode, a ser enviado ao deserto, fazia-se a confissão de pecados. A obra de expiação tinha duas fases:
 Na 1ª fase o primeiro bode era morto e o seu sangue, derramado (Lv 16.15), representava a morte substitutiva de Cristo e o derramamento do Seu sangue por nossos pecados. Na 2ª fase o sumo sacerdote tinha então de tomar o bode emissário, confessar os pecados de Israel sobre a cabeça daquele bode, e enviá-lo para o deserto. Isso representava o efeito de levar embora, para sempre, os pecados de Israel, e simbolizava a obra de Cristo, que era levar para sempre os nossos pecados, como Isaías profetizou: “Mas o Senhor fez cair sobre Ele a iniqüidade de nós todos” (Is 53.6). A obra Redentora de Cristo é simbolizada pelo que os dois animais desempenhavam no Dia da Expiação, cada um como seu papel.  Ai se completava todo o trabalho de expiação feita uma vez por ano “E isto vos será por estatuto perpétuo, para fazer expiação pelos filhos de Israel de todos os seus pecados, uma vez no ano. E fez Arão como o SENHOR ordenara a Moisés.” (Lv 16:43), que era uma simbologia da Expiação de Cristo no Antigo Testamento .

O 1º bode (Expiatório) representava Cristo sendo sacrificado derramando o seu sangue.
O 2º bode (Emissário) representava Cristo levando embora os pecados.

Aceitar o ensino Adventista que o bode emissário representa o Diabo é colocar o Diabo como um co-salvador, como ajudador de Cristo na obra da Expiação, isso é heresia e heresia de perdição ” e também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição e muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.  (2 Pe 2.1-2).

5ª Heresia: Aniquilamento dos ímpios e de Satanás.

Diz Ellen White:
O bode emissário, levando os pecados de Israel, era enviado 'à terra solitária' (Levítico 16.22); de igual modo Satanás, levando a culpa de todos os pecados que induziu o povo de Deus a cometer, estará durante mil anos circunscrito à Terra, que então se achará desolada, sem moradores, e ele sofrerá finalmente a pena completa do pecado nos fogos que destruirão todos os ímpios (O Grande Conflito, p. 489, 24ª edição-1980, o destaque é nosso).Assim será Satanás para sempre banido da presença de Deus e de seu povo, e eliminado da existência na destruição final do pecado e dos pecadores (ibidem, p. 421).

As Testemunhas de Jeová (que os Adventistas abominam) também defendem a aniquilação do ímpio e do Diabo por causa do Armagedon, semelhantemente o  Adventismo defende por causa do Juízo Investigativo, negando à existência de um castigo eterno.


Normalmente usam o texto:

 "Porque eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como a palha; e pisareis os ímpios, porque se farão cinza debaixo das plantas de vossos pés, naquele dia que estou preparando, diz o Senhor dos Exércitos" (Malaquias 4 -.1 a 3).

Refutação:

O texto fala de pessoas vivas que serão exterminadas no Dia do Senhor ("aquele dia"). Esses ímpios a serem aniquilados ressuscitarão no tempo devido (Jo 5.29; Ap 20.5). Depois, corpo e alma serão lançados no inferno (Mt 10.28; Lc 12.5), onde "serão atormentados dia e noite, pelos séculos dos séculos" (Ap 20.10,14,15).
(Malaquias 4.1,3) se coaduna com outras passagens que falam das últimas coisas. Vejamos:

"Porque como um fogo purificador ele é..." (Ml 3.2-a); "Colocarei sinais nos céus e sobre a terra, sangue e fogo e colunas de fumaça" (Jl 2.30); "Os céus e a terra que agora existem, estão reservados para o fogo, guardados para o dia do juízo e da destruição dos ímpios (2 Pe 3.7). Um terça parte dos homens serão mortos ao soar da sexta trombeta, por fogo, fumaça e enxofre (Ap 9.15,17). No Dia do Senhor, no tempo em que Deus derramará seus juízos sobre a terra, os ímpios que existirem na terra experimentarão a primeira morte, a morte física. Depois da ressurreição, virá a morte eterna, a eterna separação de Deus (Ap 20.14,15;21.8; 22.15).

 Se Jesus não mentiu o Diabo não será exterminado; Mas existe um lugar preparado para  ele e seus anjos e os que estiverem à sua esquerda: “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos”; (Mateus 25:41 e 46)

O diabo, o sedutor deles, foi lançado para dentro do lago de fogo e enxofre, onde já se encontram não só a besta como também o falso profeta; e serão atormentados de dia e de noite (Ap 20.10). Satanás, a besta e o falso profeta serão atormentados para todo o sempre.

Onde haverá  choro e ranger de dentes" (Mt 8.12 ), e onde estarão amarrados, em trevas, para todo o sempre (Mt 22.13).., onde
o fogo nunca se apaga, onde seu bicho nunca morre, (Marcos 9:44 a 48). O mesmo acontecerá com os ímpios: "E, se alguém não foi achado inscrito no livro da vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo." ( Apocalipse 20.15)

E o homem estará lá por toda a eternidade, consciente, pois o Senhor não tomará ninguém por inocente: “O SENHOR é tardio em irar-se, mas grande em poder, e ao culpado não tem por inocente”....; (Naum 1: 3),. Por não obedecer o Evangelho de Cristo: “Como labareda de fogo, tomando vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo; “(II Tess 1:8)

Por mais que essas religiões tentem desviar a atenção e ofuscar  a existência de um castigo eterno, não podem fugir à realidade da Palavra.

O Juízo Investigativo é totalmente contrário a Palavra de Deus.

  1º) A obra de Redenção foi 100% completa. O Livro de Hebreus escrito 63 anos depois da morte do Senhor já declarava o que Jesus tinha feito:

• Mas este, havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus,
       Daqui em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo de seus pés. Porque com uma só oblação  
       aperfeiçoou para sempre  os que são santificados. (Hebreus 10:12 a 14),

• Que não necessitasse, como os sumos sacerdotes, de oferecer cada dia sacrifícios, primeiramente por seus próprios pecados, e depois pelos do povo; porque isto fez ele, uma vez, oferecendo-se a si mesmo (Hebreus 7:27)

• O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas; (Hebreus 1:3)

• Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção.(Hebreus 9:12)

• A qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até ao interior do véu, Onde Jesus, nosso precursor, entrou por nós, feito eternamente sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque. (Hebreus 6: 19 e 20)

        O nosso Senhor diz categoricamente que a sua obra na cruz  estava concluída:
     
• E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito. (João 19:30)

• E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.
       Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer. (João 17: 3 e 4)
     




      2º) A palavra de Deus prova que os Adventistas estão totalmente errados quando dizem que
           Jesus não esteve no Lugar MAIS SANTO antes de 1844.

• Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu, e assentou-se à direita de Deus.(Marcos 16:19)

• O qual está à destra de Deus, tendo subido ao céu, havendo-se-lhe sujeitado os anjos, e as autoridades, e as potências. (I Pedro 3:22)
• Estevão viu o céu aberto, e lá estava Jesus à direita do Pai. (Atos 7: 55 e 56), 55 anos depois da morte de Cristo.

      3º) Quem está em Cristo não está passando por nenhum juízo.

• “Agora, pois, já nenhuma condenação (juízo, no grego), há para os que estão em Cristo Jesus” (Romanos 8.1)
Agora, com relação aos meus pecados, Cristo morreu por eles (Rm 5.8). Ele foi traspassado pelas minhas transgressões e por minhas iniqüidades (Isais 53). Ele assumiu minhas responsabilidades, e apenas o seu sangue purifica-me de todo pecado.


• Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação (juízo), mas passou da morte para a vida. (João 5:24)


O que o Juízo Investigativo causa:

Além desfazer a obra do calvário,  ele Mantem os Adventistas em um estado de incerteza com relação aos seus pecados. O Juízo Investigativo rouba a segurança de que seus pecados estão perdoados e esquecidos. Ellen White diz a seus seguidores que o arrependimento de seus pecados não cancela esses pecados. Isto é uma heresia! Isto contradiz toda a mensagem de Jesus. A palavra de Deus ensina que se eu me arrependo e peço perdão dos meus pecados eles estão imediatamente perdoados, apagados e esquecidos. Essa doutrina tira a certeza da salvação, pois como ter certeza, estando sendo julgado continuamente?
Na realidade todos esses ensinos não bíblicos do Adventismo foram criados por Ellen White e Hiran Edson para tentar tapar a vergonha e o erro da falsa profecia de Wiilliam Miller. Estavam errados e ao invés de se desviarem do erro, criaram um outro muito pior, um pacote de heresias, que contraria fortemente a Sagrada Escritura e desfaz a maravilhosa obra de Jesus no calvário.


Conclusão

Nos quatro Evangelhos, vemos que o Diabo fez de tudo para interromper a vida de Cristo antes de chegar a Cruz, pois o Diabo sabia que ali o nosso Senhor conquistaria a nossa Redenção, como não conseguiu, tenta agora bloquear a graça de Deus e deturpar a obra salvítica, realizada na Cruz,  dizendo que Jesus veio termina-lá só séculos depois, no ano de 1844. Confesso que tenho pena dessa Seita que, para cobrir um erro (pois eles esperavam a volta física de Jesus a terra), inventaram uma blasfêmia de ordem satânica.


Jesus nos preveniu sobre o surgimento de falsos profetas:

• Muitas das doutrinas da Igreja Adventista do Sétimo Dia têm suas origens nos livros dessa falsa profetisa. Uma vez que os ensinamentos dela claramente ferem e contradizem a Palavra de Deus, devemos a rejeitar totalmente: “E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o SENHOR não falou? Quando o profeta falar em nome do SENHOR, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o SENHOR não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele.” (Deuteronômio 18:21-22).

• "E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos."  (Mateus 24 : 11)

Não há falso ensino que resista a Palavra de Deus.

Para você que é sedento da verdade

A Igreja Adventista do Sétimo Dia, afirma que é a única igreja verdadeira, (Característica das Seitas) o povo Remanescente de Deus e que todas as outras igrejas protestantes fazem parte da Babilônia Espiritual.
Uma igreja que se diz verdadeira não pode defender uma doutrina como a do Juízo Investigativo, onde colocam sua fé no homem (Ellen White), dando mais crédito aos seus livros do que a Palavra de Deus.

Quando realmente entregamos a nossa vida ao Senhor Jesus é preciso muita humildade e coragem para deixar os nossos costumes; desagradar às pessoas que estão à nossa volta, sejam: irmãos de fé, familiares, amigos etc., e reconhecermos que podemos estar completamente enganados ou parcialmente errados naquilo que fomos ensinados pela nossa Igreja e que cremos ser a verdade absoluta. Enquanto isso não acontecer é porque, infelizmente, você ainda ama mais a sua Religião que a Palavra, que é Jesus.

Pense nisto!               

+novamenteadventistas Se estar “debaixo da lei”, significa, estar condenado, o que dizer de Jesus? Afinal Ele estava "debaixo da lei".

"Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos."   (Gálatas 4 : 4 e 5)

Será que Jesus estava condenado, mesmo sem pecado?

Paulo também diz:

"E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei."  (I Coríntios 9 : 20)
Será que Paulo estaria dizendo, que se fez judeu para os que estão sob a condenação da lei; será que ele estaria se colocando sob condenação?
Não faz nenhum sentido!

Paulo se colocou debaixo das ordenanças da lei! Um exemplo:
A circuncisão em Timóteo.

Paulo quis que este fosse com ele; e tomando-o, o circuncidou,
por causa dos judeus que estavam naqueles lugares; porque todos
sabiam que seu pai era grego.  (Atos 16 : 3)

"Dizei-me, os que quereis estar debaixo da lei, não ouvis vós a lei?"  (Gálatas 4 : 21)
Será que Paulo estaria afirmando que alguém gostaria ou
preferiria estar debaixo da condenação da lei?

É claro que não! Paulo está dizendo que aqueles que
queriam estar debaixo das ordenanças da lei.

Portanto, "debaixo da lei", significa debaixo das ordenanças da lei.

Ora, a lei não é da fé; mas o homem, que fizer estas coisas, por elas viverá. (Gálatas 3 : 12)

Ora Moisés descreve a justiça que é pela lei, dizendo:  O homem que fizer estas coisas viverá por elas. (Romanos 10 : 5)

O argumento de que estar "debaixo da lei", significa sob a condenação da lei, não tem fundamento na Palavra; daí percebe-se a fragilidade da teologia Adventista.


+Seguidor da Palavra Responderei às perguntas do amigo, embora não tenha respondido as que lhe fiz, por qual das questões o irmão deseja começar, que considere mais importante e que deseja que eu lhe aponte na Bíblia?


+novamenteadventistas Só essa: O que é estar "debaixo da lei"? Aponte na bíblia?


+Seguidor da Palavra
Estar debaixo da lei é estar sob a custódia da Lei:

"Antes que viesse esta fé, estávamos sob a custódia da lei, nela encerrados, até que a fé que haveria de vir fosse revelada." Gálatas 3:23

Analise então os versos que falam acerca de estar debaixo da lei sob esta perspectiva e verá que tudo faz sentido! E leve em consideração de que a lei não salva mas apenas condena.

Não são tantos verso bíblicos, em uma noite o irmão poderá checar cada um dos versos na Bíblia, para ver se isto que eu lhe disse está correto e se harmoniza com todos os versos ou não!

Um abraço e bons estudos.


+novamenteadventistas Vc não respondeu, só citou o verso! Eu quero saber o  que significa pra vcs, estar "debaixo da lei", sem rodeios?

+Seguidor da Palavra Não leu o que lhe escrevi?

"Estar debaixo da lei é estar sob a custódia da Lei"

O que o amigo esperava? Deseja que eu lhe explique o que é estar sob a custódia da Lei?

Paulo explica:

É a mesma coisa que estar sob a Tutela da Lei, ter a lei como tutor, ter a lei como Aio.

"Mas, antes que a fé viesse, estávamos guardados debaixo da lei, e encerrados para aquela fé que se havia de manifestar. De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados.
Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio. Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus."

Gálatas 3:23-26

Deseja que eu lhe explique esta teologia? Pois bem usaremos uma maneira bem simples:

Pegue um papel e uma caneta, desenhe um círculo na parte de cima do papel, um círculo no meio e outro círculo embaixo. Dentro do círculo de cima escreva GRAÇA, no círculo do meio coloque LEI e no círculo de baixo coloque um ponto de interrogação. O irmão conseguiria dizer o que estaria contido neste círculo de baixo onde o irmão colocou o ponto de interrogação?

+novamenteadventistas VC não quer responder de forma direta!

Viver debaixo da lei, seria estar sob condenação? Ou continuar observando os preceitos da lei? 


+Seguidor da Palavra Estar debaixo da Lei é estar sob a tutela da lei e como a lei não salva, mas condena, você está sob a condenação da Lei.

Estar debaixo da Graça, porém, é estar sob a tutela da graça e como a graça não condena, mas salva, você está sob a salvação da Graça.

Naquele círculo onde pedi ao amigo para colocar um ponto de interrogação, escreva ali dentro a palavra IGNORÂNCIA. Em seguida faça uma linha reta ligando apenas o círculo da LEI ao círculo da GRAÇA!

Pronto, o amigo tem o suficiente agora para começar a entender toda a teologia de Paulo, que é a teologia da SALVAÇÃO, sem se perder nos versos achando que Paulo estaria abolindo a lei ao invés de colocá-la no seu devido papel!

ESTANDO NA IGNORÂNCIA:

"Porque todos os que sem lei pecaram, sem lei também perecerão; e todos os que sob a lei pecaram, pela lei serão julgados." Romanos 2:12

O QUE ACONTECE À PARTIR DO MOMENTO QUE SE CONHECE A LEI?

"E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri" Romanos 7:9

E POR QUE ISTO OCORRE?

Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, operou em mim toda a concupiscência; porquanto sem a lei estava morto o pecado. E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri.
E o mandamento que era para vida, achei eu que me era para morte. Porque o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, me enganou, e por ele me matou. E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom

Romanos 7:8-12

O QUE A LEI NOS MOSTRA?

Logo tornou-se-me o bom em morte? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte pelo bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se fizesse excessivamente maligno.

Romanos 7:13

POR QUE ENTÃO DAR A LEI AO IGNORANTE?

Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam; Atos 17:30

SE ARREPENDAM POR QUE?

Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.

Atos 17:31


COMO ESCAPAR DA CONDENAÇÃO DESTE JUÍZO?

"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus." Efésios 2:8

A teologia da salvação:

UM IGNORANTE PODE SER CONDENADO?
Segundo estes versos, dentre outros não!

UM IGNORANTE PODE SER SALVO?
Segundo estes versos, dentre outros, também não!

ALGUÉM TÃO SOMENTE POR CONHECER A LEI PODE SER CONDENADO?
Segundo estes versos, dentre outros, sim.

ALGUÉM TÃO SOMENTE POR CONHECER A LEI PODE SER SALVO?
Segundo estes versos, dentre outros, não.

ALGUÉM TÃO SOMENTE POR ACEITAR A LEI (fazendo assim parte da aliança) PODE SER CONDENADO?
Segundo estes versos, dentre outros, sim.

ALGUÉM TÃO SOMENTE POR ACEITAR A LEI (fazendo assim parte da aliança) PODE SER SALVO?
Segundo estes versos, dentre outros, não.

ALGUÉM QUE TÃO SOMENTE PRATICA A LEI PODE SER CONDENADO?
Segundo estes versos, dentre outros, sim.

ALGUÉM QUE TÃO SOMENTE PRATICA A LEI PODE SER SALVO?
Segundo estes versos, dentre outros, não.

ALGUÉM TÃO SOMENTE POR CONHECER A GRAÇA PODE SER CONDENADO?
Segundo estes versos, dentre outros, sim.

ALGUÉM TÃO SOMENTE POR CONHECER A GRAÇA PODE SER SALVO?
Segundo estes versos, dentre outros, não.

ALGUÉM QUE TÃO SOMENTE ACEITA A GRAÇA (fazendo assim parte da segunda aliança, nova aliança) PODE SER CONDENADO?
Segundo estes versos, dentre outros, sim.

ALGUÉM QUE TÃO SOMENTE ACEITA A GRAÇA  (fazendo assim parte da segunda aliança, nova aliança)  PODE SER SALVO?
Segundo estes versos, dentre outros, não.

>>>>>>>> ENTRETANTO <<<<<<<<<<<<

ALGUÉM QUE PERMANECES NA GRAÇA PODE SER CONDENADO?
Segundo estes versos, dentre outros, jamais.

ALGUÉM QUE PERMANECES NA GRAÇA PODE SER SALVO?
Segundo estes versos, dentre outros, será salvo com certeza!

>>>>>>>>>>>>><<<<<<<<<<<<<<<<<<<

E por que TÃO SOMENTE ACEITAR  graça não é garantia de salvação?

A resposta é, porque existe uma coisa chamada APOSTASIA que é justamente DECAIR DA GRAÇA, que ocorre nas situações que expliquei para o irmão anteriormente. E quem decai da graça, NÃO VOLTA PARA A IGNORÂNCIA, pelo contrário, cai conhecendo o pecado, voltando portanto, PARA DEBAIXO DA LEI!  QUE NÃO SALVA MAS CONDENA! Porque a ignorância não salva ninguém mas também não é capaz de condenar a ninguém.

"Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da Lei." 1 João 3:4

Um abraço querido irmão!


+novamenteadventistas "Viver debaixo da lei, seria estar sob condenação? Ou continuar observando os preceitos da lei? "

Viver debaixo da lei, seria viver debaixo da tutela da lei;

e

Viver debaixo da tutela da lei, sem a graça, seria estar sob condenação;

Porque

A lei não salva, ela condena.


+novamenteadventistas Então viver debaixo da lei é estar sob condenação! Ok.

Se estar “debaixo da lei”, significa, estar condenado, o que
dizer de Jesus? Afinal Ele estava "debaixo da lei".

"Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido SOB A LEI, Para remir os que estavam DEBAIXO DA LEI, a fim de recebermos a adoção de filhos."  (Gálatas 4 : 5)
 (Gálatas 4 : 4 e 5)

Será que Jesus estava condenado, mesmo sem pecado?

Paulo também diz:

"E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse DEBAIXO DA LEI, para ganhar os que estão debaixo da lei."  (I Coríntios 9 : 20)

Será que Paulo estaria estaria se colocando sob condenação para ganhar os judeus?

Não faz nenhum sentido!

Paulo se colocou debaixo das ordenanças da lei! Fingiu ainda estar observando os preceitos da lei! Um exemplo: A circuncisão em Timóteo.

Paulo quis que este fosse com ele; e tomando-o, o circuncidou,
por causa dos judeus que estavam naqueles lugares; porque todos
sabiam que seu pai era grego.  (Atos 16 : 3)


"Dizei-me, os que quereis estar debaixo da lei, não ouvis vós a lei?"  (Gálatas 4 : 21)

Será que Paulo estaria afirmando que alguém gostaria ou
preferiria estar debaixo da condenação da lei?

É claro que não! Paulo está dizendo que aqueles que
queriam estar debaixo das ordenanças da lei.

Portanto, "debaixo da lei", significa debaixo das ordenanças da lei.

Ora, a lei não é da fé; mas o homem, que fizer estas coisas, por elas viverá. (Gálatas 3 : 12)

Ora Moisés descreve a justiça que é pela lei, dizendo:  O homem que fizer estas coisas viverá por elas. (Romanos 10 : 5)

O argumento de que estar "debaixo da lei", significa sob a condenação da lei, não tem fundamento na Palavra; daí percebe-se a fragilidade da teologia Adventista.

Um abraço!

+novamenteadventistas Veja: A primeira aliança dizia que para você obter a graça e ser salvo, tinha que executar rituais que envolviam o sacrifício de animais, como uma expressão de fé no Cordeiro de Deus que viria para tirar o pecado do mundo.

A segunda aliança porém diz de que você não precisa mais sacrificar cordeirinhos, basta buscar a Cristo diretamente!

Ou seja se na Antiga Aliança os Israelitas alcançavam a graça mediante a fé expressa no sacrifício do cordeirinho, isto hoje já não tem mais validade!

Para se alcançar a graça nesta Nova Aliança, você tem que aceitar a Cristo e buscar diretamente a Cristo.

Portanto, não adianta voltar para debaixo da Lei pretendendo alcançar a salvação tornando a praticar os rituais! Isto não adianta mais! Ainda mais os legalistas que acreditavam que era aguarda da Lei e não o derramamento de sangue de animais que garantiam a salvação do povo de Israel.

Tendo vindo Cristo que é o corpo de todas aquelas sombras cerimoniais que o representavam e anunciavam o seu ministério, todo aquele cerimonialismo perdeu a validade, pois hoje, todas aquelas coisas são praticadas em Cristo Jesus (para quem crê na doutrina do santuário, onde Cristo é o Cordeiro de Deus que foi sacrificado e que hoje atua como nosso sacerdote e sumo-sacerdote no santuário Celestial).

É nisto que cremos querido amigo.

Um abraço

+novamenteadventistas Vc enrola, enrola..... A lei não era só o sacrifício de cordeiros amigo!

Se estar “debaixo da lei”, significa, estar condenado, o que
dizer de Jesus? Afinal Ele estava "debaixo da lei".

"Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido SOB A LEI, Para remir os que estavam DEBAIXO DA LEI, a fim de recebermos a adoção de filhos."  (Gálatas 4 : 5)
 (Gálatas 4 : 4 e 5)
Será que Jesus estava condenado, mesmo sem pecado?

Paulo também diz:

"E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse DEBAIXO DA LEI, para ganhar os que estão debaixo da lei."  (I Coríntios 9 : 20)
Será que Paulo estaria estaria se colocando sob condenação para ganhar os judeus?
Não faz nenhum sentido!

Paulo se colocou debaixo das ordenanças da lei! Fingiu ainda estar observando os preceitos da lei! Um exemplo: A circuncisão em Timóteo.

Paulo quis que este fosse com ele; e tomando-o, o circuncidou,
por causa dos judeus que estavam naqueles lugares; porque todos
sabiam que seu pai era grego.  (Atos 16 : 3)


"Dizei-me, os que quereis estar debaixo da lei, não ouvis vós a lei?"  (Gálatas 4 : 21)
Será que Paulo estaria afirmando que alguém gostaria ou
preferiria estar debaixo da condenação da lei?

É claro que não! Paulo está dizendo que aqueles que
queriam estar debaixo das ordenanças da lei.

Portanto, "debaixo da lei", significa debaixo das ordenanças da lei.

Ora, a lei não é da fé; mas o homem, que fizer estas coisas, por elas viverá. (Gálatas 3 : 12)

Ora Moisés descreve a justiça que é pela lei, dizendo:  O homem que fizer estas coisas viverá por elas. (Romanos 10 : 5)

O argumento de que estar "debaixo da lei", significa sob a condenação da lei, não tem fundamento na Palavra; daí percebe-se a fragilidade da teologia Adventista.

Thau!!!


+novamenteadventistas "Se estar “debaixo da lei”, significa, estar condenado, o que
dizer de Jesus? Afinal Ele estava "debaixo da lei"."

Estar debaixo da lei IMPLICA em estar condenado, veja o que eu lhe disse:

Viver debaixo da lei, seria viver debaixo da tutela da lei (segundo Gálatas 3:23);

e

VIVER DEBAIXO DA TUTELA DA LEI, sem a graça, é que seria estar sob CONDENAÇÃO;

Portanto não confunda o SIGNIFICADO do termo com sua IMPLICAÇÃO!

Portanto, dentro do contexto, algumas vezes Paulo utiliza o estar debaixo da lei, apenas para dizer de que alguém nasceu em um tempo em que não havia ainda a tutela da graça! E Cristo não poderia estar na tutela da graça pois ELE é quem inauguraria o tempo da Graça sendo ELE mesmo quem haveria de receber, como Pai, a adoção dos filhos que antes estavam sob a tutela da Lei. Outras vezes, para dizer que alguém estava na graça e decaiu, saindo da tutela de Cristo, separando-se dele e voltando para seu antigo tutor, a Lei , que não pode salvar a ninguém!

Em (Gálatas 4 : 5) Paulo está apenas dizendo que cristo nasceu neste tempo, onde o povo de Deus estava ainda sob a tutela da Lei só isto!

E a pergunta que devemos fazer não é se Jesus ESTAVA condenado, mesmo sem pecado, mas sim se Jesus FOI condenado, mesmo sem pecado! A esta segunda afirmação a resposta é um sim!

"Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;"

Gálatas 3:13

E pertunto ao amigo qual era a MALDIÇÃO DA LEI?

Ao conhecer a lei, você conhecia o pecado e principalmente os seus próprios pecados! Isto possibilita a você sair da ignorância, conhecer os seus pecados e se arrepender, alcançando então a salvação, mas possui também um outro efeito que podemos considerar "colateral":

"E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri." Romanos 7:9

Paulo ensina que no tempo de ignorância O PECADO ESTÁ MORTO para nós! Mas quando conhecemos a Lei, o pecado então SE TORNA VIVO para nós:

"Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, operou em mim toda a concupiscência; porquanto sem a lei estava morto o pecado. E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri.
E o mandamento que era para vida, achei eu que me era para morte. Porque o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, me enganou, e por ele me matou. E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom"

Romanos 7:8-12

E por que?

"Porque todos os que sem lei pecaram, sem lei também perecerão; e todos os que sob a lei pecaram, pela lei serão julgados." Romanos 2:12

E qual a solução de Paulo para este problema? Ora é simples! Uma vez que o pecado, que estava morto em nossa ignorância, reviveu por ocasião do conhecimento da Lei, então agora NÓS é que precisamos MORRER PARA O PECADO!

Esta é a teologia do Batismo Cristão!


"E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse DEBAIXO DA LEI, para ganhar os que estão debaixo da lei."  (I Coríntios 9 : 20)

Será que Paulo estaria estaria se colocando sob condenação para ganhar os judeus?

Não! O que o verso diz é tão somente que Paulo se fez como AQUELES a fim de ganhar-lhes a confiança, para então, como de costume, apresentar-lhes o evangelho. Em todo o capítulo 9 de 1 Coríntios, Paulo explica de o porque se misturar entre judeus, servos, aqueles que não conhecem a lei e toda sorte de gente, camuflando-se como se fosse um deles! Justifica que fazia isto justamente para ganha-los! Ou seja, Paulo justifica por que fingia estar com os Judeus (não converso) algo que os membros da igreja de Corinto não entendiam direito!

Paulo se fazia de judeu, ou seja fingira ser judeu (não converso). Deste modo, Paulo não estaria se colocando sob a condenação da Lei, pois estava apenas se camuflando entre aquela gente e não se tornando de fato como um deles.

A mesma medida, estava tomando ao circuncidar a Timóteo.

Em Gálatas 4, Paulo está a levar um questionamento à igreja:

Alçarão o céu quem é herdeiro da primeira aliança e quem é herdeiro da segunda aliança! Isto é fato!

Aqueles que vieram porém antes de Cristo eram filhos da Escrava (primeira aliança), aqueles porém, como os próprios Gálatas e que vieram Junto (discípulos e apóstolos) ou depois de Cristo (membros igreja) eram filhos da Livre (segunda aliança).

Paulo porém adverte "...porque de modo algum o filho da escrava herdará com o filho da livre" Gálatas 4:30

Ou seja, não dá para os filhos da Escrava e da Livre, herdarem a salvação juntas! Ou você é da primeira aliança ou já entrou na segunda aliança! Por que sai uma entra outra!

Quando Cristo veio, enquanto em vida, significava que a primeira aliança estava envelhecendo e perto de acabar! E a Lei que dizia o meio pelo qual você professaria a Fé em Cristo também haveria de mudar!

Quando Cristo morreu na cruz, a primeira aliança passou! Portanto, não há como os filhos da Livre, serem salvos juntos com os filhos da Escrava da aliança antiga, pois sai uma, entra a outra. Em toda a história, ou você era salvo através da antiga aliança ou é salvo através da nova aliança!

Os da Nova aliança, não tem como se salvarem por meio da Antiga aliança, assim como os da Antiga Aliança não tinham como se salvarem por meio da nova aliança! Portanto cada um se salva segundo a sua respectiva aliança e não dá para escolher!

A primeira aliança dizia que você era salvo através da Fé expressa no sacrifício dos cordeirinhos, usando como recurso didático, para a compreensão do povo, todo aquele ritual de derramamento de sangue. A segunda aliança porém diz que você é salvo pela Fé expressa diretamente a Cristo!

Na primeira você se circuncidava, na segunda você se batiza! A primeira era da carne, pois se cortava o prepúcio, a segundo é do espírito, porque você se corta de todas as coisas supérfluas, é portanto uma circuncisão feita no coração!

O corte no prepúcio, ou seja a circuncisão em si, a ninguém podia salvar, mas o batismo sim! Porque você já nasce uma nova criatura!

O corte no prepúcio apenas conduzia você através da lei a contemplar a salvação em Jesus cristo, através dos ritos cerimoniais. Porém de uma forma embaçada como refletida no bronze. O batismo porém permite a você contemplar a salvação em Jesus Cristo em você mesmo, pois você passa a ser morada do Espírito de Deus, sendo guiados por Cristo a se tornar cada dia mais semelhante a ELE

Portanto a primeira aliança é escrava porque os da primeira aliança eram escravos e não haviam alcançado o libertador (que nos liberta do pecado e por consequência da condenação da lei), porém a segunda era da livre pois eram de uma Aliança livre, onde a humanidade havia sido definitivamente sido liberta do pecado e por consequência da da condenação da Lei! Isto é, para os que aceitam a Cristo e permanecem Nele!

Os termos da primeira aliança, então, foram escritos em pedras, porém, os da segunda aliança, segundo a promessa, é escrita diretamente no coração e na mente:

Promessa:

Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Jeremias 31:33

Cumprimento:

Porque esta é a aliança que depois daqueles dias farei com a casa de Israel, diz o Senhor; Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo; Hebreus 8:10

Por isto foi dito que a primeira aliança foi dada por meio de letras e a segunda por meio do espírito.

A primeira dizia o que deveria ser feito e a segunda dava o verdadeiro sentido. Que era não ter a lei gravadas em tábuas de pedras como símbolo da obediência do povo, mas dentro da mente e do coração. Como ocorria com Abraão, Isaac e Jacó, até a escravidão do Egito que desumanizou o povo de Deus e não podiam mais compreender o aspecto do amor e do cuidado de Deus atra´s da lei e por isto, seguia a maior parte da lei, seguindo a lei, sem porém entender o seu verdadeiro sentido e propósito entre o povo de Israel.

Um abraço querido irmão.

+Seguidor da Palavra O irmão deseja tratar de mais algum outro assunto? Ou já se convenceu de que nossas doutrinas são fundamentadas e bem sistematizadas?

* Em vermelho, correções ao texto.

2 comentários:

  1. Irmão Sr.Adventista, que bela explanação.
    Oro a Deus para que ele conceda a cada dia ao irmão paciência e sabedoria.

    Gentilmente:

    Genes Soares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por estas palavras, que em muito me incentivam, irmão Gênes.

      Que nosso Deus Santo e Justo lhe abençoe por isto.

      Excluir