segunda-feira, 16 de novembro de 2015

A questão do dízimo

Olá irmã,

O dízimo é um princípio universal de origem Bíblica registrada desde os tempos de Abraão (Gênesis 14:20). Jacó e sua descendência, igualmente praticaram a entrega do dízimo (Gênesis 28:22).

O dízimo é a parte correspondente a 10% daquilo que recebemos, independente do tipo de dinheiro que uma nação utilize, quer moeda, quer produtos de origem animal ou do campo.

A função do dízimo é financiar a obra de levar o conhecimento do Deus verdadeiro a todo o mundo.

"Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai." (Mateus 10:8 )
"Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho." (1 Coríntios 9:14)

O princípio por trás do dízimo é o reconhecimento de que Deus é o dono de tudo que possuímos e ao entregarmos o dízimo, de coração, estamos praticando uma adoração ao Deus que nos dá todas as coisas.

A Bíblia porém nos diz de que quem não devolve o dízimo está roubando a Deus (Malaquias 3:8).

As ofertas, por sua vez, possuem registro desde os tempos de Caim e Abel e eram feitas também a Deus. Tal como os dízimos Deus também definiu um destino para as ofertas, que é fazer o bem e servir à caridade (Mateus 23:23).

As ofertas porém, são voluntárias e não tem valor ou porcentagem definida, vai do propósito de cada um. O dízimo porém é 10%, não mais, não menos. Alguns colocam o propósito de dar mais que 10%, mas é por opção:

http://novamenteadventistas.blogspot.com/2012/10/de-budista-adventista-testemunho-do-dr.html

Pra entender melhor a função do dízimo e porque ainda hoje ele é necessário para a pregação do evangelho, leia esta explicação que escrevi a certo tempo atrás a um irmão que questionava a validade deste princípio bíblico para os dias de hoje:

http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2015/02/a-funcao-do-dizimo.html

Um abraço, esteja com Cristo.

2 comentários:

  1. vc tenta explicar uma coisa que nao tem fundamento biblico,,dizendo que o dizimo é 10% do seu ganho..porque nao fala a verdade e explica que dizimo nunca foi e nunca será dinheiro,,,,ou vc é um daqueles defensores do dizimo ??
    a graça de Jesus Cristo nao tem o dizimo ,,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá irmão regino,

      O dízimo é 10% de tudo que recebemos (Gênesis 14:20, Gênesis 28:22).

      Consistente em uma prática que antecede aos levitas (Hebreus 7:9).

      O dízimo é uma prática de origem bíblica e envolvia dinheiro também (Deuteronômio 14:23-26).

      Ou riquezas de um despojo (Hebreus 7:4).

      O valor de toda mercadoria, entre os israelitas, era avaliada segundo o siclo do santuário (Êxodo 30:24).

      Uma prática que estava presente nos tempos de Jesus (Lucas 18:12).

      Cristo disse acerca do dízimo e do bom caráter:

      "Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês dão o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas têm negligenciado os preceitos mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vocês devem praticar estas coisas, sem omitir aquelas." (Mateus 23:23)

      O irmão pode não querer devolver o dízimo que é da parte de Deus, porém, não é correto dizer de que este não é um princípio bíblico.

      A Bíblia afirma ainda que quem não devolve o dízimo está roubando a Deus:

      "Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas." (Malaquias 3:8)

      E a graça de Cristo não é contra Deus e os princípios que Ele estabeleceu. A graça de Cristo é contra o pecado e somente o pecado.

      Dízimos e ofertas constituem-se em um principio de adoração:

      "Então, uma viúva pobre chegou-se e colocou duas pequeninas moedas de cobre, de muito pouco valor. Chamando a si os seus discípulos, Jesus declarou: "Afirmo-lhes que esta viúva pobre colocou na caixa de ofertas mais do que todos os outros.Todos deram do que lhes sobrava; mas ela, da sua pobreza, deu tudo o que possuía para viver". (Marcos 12:42-44)

      Excluir