sábado, 21 de março de 2015

O que Jesus faria, diante de protestos?


Jesus sairia às ruas para protestar assim como o amigo espera dos cristãos?

Jesus fez isto em seu tempo querido amigo?

Pois os líderes que hoje estão no governo, saíram do meio do mesmo povo, que hoje está a protestar.

Lideres estes que, décadas atrás, também levantavam bandeiras e palavras de ordem contra o que chamam de "sistema".

E que começaram como o amigo, com palavras de ordem, escrevendo sobre aquilo que acham que está errado, nos outros.

Todos estes, antes, acusavam em suas épocas, o atual governo de corrupção e roubalheira!

E esta máquina vai apenas se reciclando.

E o povo acha que indo às ruas protestar resolverá o problema de valores do nosso país.

O governo, em um país democrático, é apenas um reflexo do caráter do povo a que representa! Cada um escolhe aquele com quem mais simpatiza, geralmente aquele que apresentam ideias e uma forma de pensar, mais favoráveis ou mais parecidas com as suas próprias.

E assim, ainda hoje, o povo continua crucificando os "mini-cristos" e escolhendo a Barrabás.

A corrupção é um problema social e não exclusivo da política.

Então ter-se ia cada um, de nós brasileiros, que sair às ruas protestando contra sua própria corrupção e denunciando publicamente aquilo que cada um fez de errado.

Repreendendo cada um a si mesmo, se arrependendo e mudando! Assim não haveriam mais corruptos que pudessem ganhar as eleições.

Cristo não veio para criticar nem colocar a culpa no governo, Cristo veio para mostrar a corrupção em cada simples ser humano e mostrar a solução que é exclusivamente ELE.

Assim, antes de sairmos às ruas em passeatas contra o governo, saiamos às ruas contra a corrupção brasileira e que está arraigado em nosso seio.

Porém saímos as ruas, como se a corrupção política não tivesse nada a ver conosco!

Se Cristo viesse hoje para julgar e condenar os corruptos, será que condenaria apenas os políticos?

Cristo é inteiramente justo e imparcial! Não separa as pessoas pelo cargo que ocupa. Um corrupto é um corrupto, seja ele presidente ou um simples engraxate que passa a perna nos seus clientes.

O que Cristo combateria de fato é este "jeitinho brasileiro" de querer sempre levar vantagem em tudo. Sempre visando atender aos seus próprios interesses egoístas.

Corrupção é um mal que se combate pela raiz, e nós somos as raízes, o governo e a política, são apenas os galhos e as folhas, sendo, a corrupção, o fruto a que todos colaboramos para produzir.

2 comentários:

  1. Concordo consigo. Cristo, como profeta, apontou os erros do sistema da sua época, indo mais fundo, ao próprio egoísmo do homem. E Cristo, como homem religioso que era, não fazia separação entre o seu pensamento e a palavra de Deus. Ele servia unicamente a Deus, era o seu mensageiro, o portador da sua Palavra.
    Cada um que segue numa manifestação protesta contra aquilo que o prejudica. Fá-lo com razão. Agora, também tem que olhar para si próprio, sondar-se para não se deixar cair no mesmo sistema de corrupção, por mais baixo que seja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que já nascemos corruptos. Está guardado dentro de nós!

      A educação e o uso moral de nossas faculdades é que nos permitem adestrar nossa consciência contra esta tendência ao mal.

      O ego está presente em cada ser humano, até os mais humildes, desde o nascimento. É uma condição com a qual nascemos e que este mundo lapida de forma perigosa.

      Não fosse este ego, viveríamos pacificamente em nossa sociedade como as formigas.

      Seríamos o Israel, que Deus intentou implantar, mas que não se cumpriu por causa da dureza do coração do homem, que além de cego, se tornou também surdo, mesmo diante dos ensinamentos do Príncipe da paz diante dos olhos e ouvidos do povo que Ele selecionou para esta tarefa.

      Tal cumprimento, então, se dará tão somente quando da implantação do seu reino e que será eterno, no dia da SUA vinda.

      Excluir