segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Apartai-vos de mim, malfeitores, pois guardarei os mandamentos do meu Deus. Salmos 119:115

Olá MOZ, lembre-se de quem é o pai da mentira (João 8:44), o modo como o amigo trata as pessoas demonstra que não conhece nada sobre Cristo. Também não conhece de Bíblia, então saberia que o sábado foi escrito e dado pelo próprio Deus. Jesus diz que é Senhor do sábado assim como é Senhor do homem, pois ambos foram criados por Ele (João 1:1-3): "E então lhes disse: "O Filho do homem é Senhor do sábado"." (Lucas 6:5) Jesus remete ao evento da criação e nos diz que o sábado foi criado para o homem, em uma época onde não havia nenhum judeu, mas, Adão e Eva. Não apenas guardava como é o Criador e o mesmo Deus que escreveu tal mandamento com Seu próprio dedo, isto é, para quem crê na plena divindade de Cristo. Hipócrita, irmão, é aquele que diz seguir a Deus mas não faz aquilo que Ele ordena: "Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim abrogar, mas cumprir. Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido. Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus. Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus." (Mateus 5:17-20) Jesus diz que que os fariseus procediam como o irmão, não guardando o mandamento do sábado, mas anulando-o (Marcos 7:9, Mateus 15:3, Mateus 15:6, Marcos 7:13). Os fariseus transformaram o sábado em um fardo e o amigo continua ensinando de que o sábado é um fardo, como se Deus fosse criar um fardo para a humanidade carregar desde o Éden. Sábado é dia de: 1) Descansar; 2) Adorar a Deus; Onde não há lugar para trabalhos seculares de atendimento aos próprios interesses. O fardo, hoje, está em deixar as atividades lucrativas de lado e os lazeres seculares no fardo de dedicar-se a Deus inteiramente, às atividades religiosas e à caridade. O amigo cita Atos 5:15, mas leia Atos 24:5, Atos 24:14. Fariseus deixavam a lei de Deus de lado em prol da tradição, entupindo suas sinagogas a ponto de não haver espaço para guardar a lei no que se refere a praticar a justiça e fazer o bem. Por isto expulsaram Jesus, porque ensinava a fazer o bem ao próximo no dia de sábado, ao invés de ocupá-lo com tradição, no mesmo ministério do Pai que é aliviar o sofrimento do irmão ainda que no dia de sábado (João 5:16-17) enquanto proclamava as boas novas da salvação (Mateus 12:5-7). Então o amigo se encontra apto a entender o verso seguinte de Mateus 12:8: "Porque o Filho do homem até do sábado é Senhor." (Mateus 12:8) O problema não era Jesus, nem o Sábado que Ele criou, nem o bem que fazia neste dia, nem suas pregações, mas homens que procuravam a todo custo invalidar o mandamento de Deus para impor suas tradições: "E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição." Marcos 7:9 E reclamavam assim como os sacerdotes beberrões nos tempos antigos, Leia Isaías 28 especialmente á partir do verso 11. E por proceder como Paulo, Crendo em tudo que está escrito na Lei e nos Profetas, ensinando toda a Bíblia, sem nada anular (2 Timóteo 3:16), cristãos que se dispõem a guardar e respeitar a lei, incluindo o sábado, se enquadram na categoria dos santos dito em Apocalipse (Apocalipse 14:12). Quanto aos que praticam a iniquidade, o viver sem respeitar a lei: Mateus 7:21-23. Quanto aos que querem obedecer a Deus, porque O reconhece não apenas como Salvador, mas o seu Senhor: "Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas." Apocalipse 14:7 Parafraseando aquilo que Ele havia ordenado em Êxodo 20:11, repetindo acerca do que Ele, Cristo, havia feito em Gênesis 2:1-4; Tanto não era um fardo que o sábado foi criado em um mundo perfeito e sem pecados, na mesma semana em que o Senhor, EM SEGUIDA, criou o homem. Então o irmão se torna apto a entender plenamente Marcos 2:27 que diz: E disse-lhes: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Usando o mesmo sentido do próximo verso: "Porque também o homem não foi criado por causa da mulher, mas a mulher por causa do homem." (1 Coríntios 11:9) Em resumo, o sábado foi criado para benefício do próprio homem e para ser deleitoso e o Santo Dia do Senhor, conforme Isaías 58:13-14 que diz: "Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no meu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do Senhor, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras, Então te deleitarás no Senhor, e te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do Senhor o disse." (Isaías 58:13,14) Sendo uma das primeiras coisas que Deus lembrou ao Seu povo recém liberto (note o "lembra" de Êxodo 20:8) antes mesmo de ensinar-lhes novamente os mandamentos esquecidos nas suas gerações (Gênesis 26:5), na terra que emanava leite e mel, onde Deus faz ao irmão a mesma pergunta: "Seis dias o colhereis, mas o sétimo dia é o sábado; nele não haverá. E aconteceu ao sétimo dia, que alguns do povo saíram para colher, mas não o acharam. Então disse o Senhor a Moisés: Até quando recusareis guardar os meus mandamentos e as minhas leis? Vede, porquanto o Senhor vos deu o sábado, portanto ele no sexto dia vos dá pão para dois dias; cada um fique no seu lugar, ninguém saia do seu lugar no sétimo dia. Assim repousou o povo no sétimo dia." (Êxodo 16:26-30) Motivo pelo qual Deus decidiu então escrever em tábuas de pedra para que, lendo, não se esquecessem, o que parece que foi em vão porque, mais uma vez, o povo se esqueceu dos mandamentos de Deus e o mundo, então, hoje está como está, porque há cristãos dentro do próprio seio cristão que tem tratado de invalidar os mandamentos de Deus, deixando-os novamente cair em esquecimento. E o papel da Igreja Adventista é Este, relembrar ao mundo da existência das leis de Deus, contribuindo com aquilo que Deus ordenou para ser feito neste tempo do fim, período onde estamos vivendo, e que se resumem em três mensagens, especialmente a de Apocalipse 14:6-7. E que evangelho eterno é este? Hebreus 8:10 Porque o que vem em seguida é Apocalipse 14:8. E a admiração de Deus (Apocalipse 14:12) naqueles que ouviram a Sua voz que proclamou, no tempo certo, o que encontramos em Apocalipse 18:4, segundo declarado por Cristo em João 10:16, pelo motivo que encontramos em Apocalipse 14:9-10. Porque quanto aos Santos, os separados por Deus: "Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus;" (Romanos 7:22) Porque fé e obras demonstram a relação que temos pra com Deus (João 14:15, João 15:10, 1 João 5:2). E o lugar de cada uma: "Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei." (Romanos 3:31) Porque foi dito: "Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta." (Tiago 2:26) No exemplo que vem de Cristo: "Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras." (Tiago 2:18) As boas obras são uma maneira de mostrar a fé, em Cristo, que cada Cristão tem dentro de si. Quem tem fé em Cristo irá viver como Ele viveu e praticar as coisas que Ele praticou, e se abster de tudo aquilo que Ele repudiou através de Seu exemplo e de Sua palavra. Deus jamais repudiou o sábado, nem quaisquer um de Seus mandamentos (Hebreus 4:4, Gênesis 2:3) Porque tudo que Deus cria é bom (Gênesis 1:31, Êxodo 20:11)! Então o irmão se torna habilitado a entender Lucas 4:15-16; Cristo lia aquilo que muitos cristãos hoje repudiam, as antigas Escrituras, os escritos de Moisés e os Profetas, fazendo, os mesmos cristãos, o total oposto do que os apóstolos recomendaram no primeiro concílio em Atos e que era costume: "Porque Moisés, desde os tempos antigos, tem em cada cidade quem o pregue, e cada sábado é lido nas sinagogas." (Atos 15:21) Inclusive entre os gentios (Atos 13:41-44): Que era costume também de Paulo, ainda que em lugares onde não haviam sinagogas judaicas (Atos 16:13); Porque Assim Deus declarou em Sua Palavra: "E os ensinava, dizendo: Não está escrito: A minha casa será chamada, por todas as nações, casa de oração? Mas vós a tendes feito covil de ladrões." (Marcos 11:17) O que demonstra o quanto Cristo prezava pela casa de Deus e pelo que ali era ensinado. Entendemos melhor, então, Lucas 4:16. Entendemos, também, melhor Atos 24:5 e o motivo de Paulo ter feito, suas (1 Corintios 14:3), as palavras entregues a ele pelo próprio Cristo, proferidas em Atos 24:14. Porque assim, toda a igreja era perseguida, por guardar os mandamentos de Deus e o exemplo de Jesus, da forma pura como está na Bíblia, sem o fermento da tradição. Quem vai contra a tradição, pra guardar o puro ensinamento Bíblico, ESTE é o perseguido: "E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo." Apocalipse 12:17 Não foi diferente com os profetas da antiguidade, não foi diferente com Cristo, não foi diferente com Paulo, não foi diferente com a Igreja Primitiva, nem com os remanescentes da Igreja Medieval, tampouco será diferente com qualquer Igreja que se levante hoje contra a tradição e à favor dos mandamentos de Deus. E a resposta que damos: "Mas confesso-te isto que, conforme aquele caminho que chamam seita, assim sirvo ao Deus de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na lei e nos profetas." Atos 24:14 E a resposta que todo cristão sincero deve dar, de mão aberta diante da fronte de um falso ensinador, quando molestado a deixar de lado a obediência aos mandamentos de Deus: "Apartai-vos de mim, malfeitores, pois guardarei os mandamentos do meu Deus." (Salmos 119:115) Leia todo o Salmos 119.

Nenhum comentário:

Postar um comentário