domingo, 7 de fevereiro de 2016

Curtas - O significado de Gálatas 4

+Henrique Simões:

Menino - O povo de Deus, que passava por por um processo de educação e ensinamento antes da vinda de Cristo;
Tutores e curadores - A lei;
Estar debaixo da lei - Estar sob a tutela da lei;
Rudimentos - A forma como estavam acostumados a se relacionar com suas deidades (verso 8);
Guardar dias, meses e tempos - Cerimônias (diárias, mensais e anuais);
Filhos da escrava - Aqueles que antes alcançavam a salvação por meio da fé expressa no sacrifício do cordeirinho, conforme guiados pela lei;
Filhos da livre - Aqueles que agora alcançam a salvação por meio da fé expressa diretamente no Cristo, conforme guiados pelo Espírito;

O verso 8 mostra que Paulo estava tratando com pessoas que eram acostumadas a alcançar favores de deidades, o que era feito também por meio da realização de cerimonias e assim julgavam que talvez assim poderia ser também para eles, enquanto cristãos.

Paulo estava combatendo uma forma de sincretismo religioso e que confundia a forma como aprenderam a alcançar a suas deidades e a forma como os Israelitas se achegavam a Deus.

Paulo em suas cartas vai dedicar tempo ensinando de que tudo o que os Israelitas faziam eram meras sombras e representações do que seria um cumprimento futuro em Cristo, uma forma didática de Deus ensinar ao povo Israelita, no antigo testamento, acerca da salvação em Cristo, que é o Cordeiro de Deus que tira, de fato, o pecado do mundo.

Paulo em suas cartas não faz distinção entre leis morais, cerimoniais ou judiciais, tratando tudo como uma coisa só enquanto se refere a um ou outro aspecto da lei, mas percebemos de que a questão mais tratada em suas cartas é em relação ao cerimonialismo e o uso deste, das obras e até mesmo dos mandamentos de Deus como um meio de se alcançar o favor de Deus, o que é veementemente combatido por Paulo.

Nos achegamos a Deus por meio de Cristo e só Cristo. O resto é consequência, inclusive a guarda dos mandamentos de Deus que só é possível graças à transformação que Cristo faz em nós por meio da pessoa do Espírito Santo.

Leia Hebreus 8:10.

Então não era por meio do que ele (o povo de Deus) fazia, mas pelo que Cristo faria é que o povo obtinha a salvação. Aquelas cerimônias eram apenas uma forma didática de ensinar isto ao povo de Deus. O que se diferenciava dos rituais pagãos onde se realizavam cerimônias realmente com o intuito de alcançar favores de deidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário